O que é freeware?

Saiba o que é freeware; entenda também as principais características desse tipo de programa e as diferenças para software livre

Wagner Pedro
Por

É bastante provável que em seu computador tenha algum software freeware. Esse tipo de programa não necessita de uma licença de uso ou cobra royalties, podendo ser instalado em qualquer máquina compatível. Mas, afinal, o que é freeware? Abaixo, vou te explicar mais detalhes sobre o termo.

Freeware é um termo que se refere a softwares disponíveis para download e utilização sem nenhum tipo de custo. Eles podem entregar recursos extras que são pagos, mas sua função principal é gratuita.
O que é freeware? (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Freeware é um termo que se refere a softwares que, embora protegidos por direitos autorais, estão disponíveis sem nenhum custo para uso ilimitado. Ou seja, são 100% gratuitos e podem ser baixados e instalados por qualquer pessoa.

No entanto, esses softwares podem entregar funções extras após a compra de uma assinatura ou licença premium. Um bom exemplo são os antivírus, que mesmo protegendo seu computador no plano gratuito, também entregam pacotes com proteções mais avançadas.

Características

Por mais que um programa freeware não tenha custo e seja totalmente utilizável, ele não pode ser editado para ser transformado em algo novo ou ter seus códigos inspecionados para entender seu funcionamento. O motivo é simples: o desenvolvedor detém os direitos autorais e não permite ações do tipo.

Os freewares também podem ser restritivos. Isso significa que um determinado software pode ser gratuito apenas para uso pessoal, sendo proibido a utilização para fins comerciais.

Nesses programas, tudo é controlado pelo próprio desenvolvedor. Caso queira, ele pode dar mais ou menos acesso, liberando funções especificas para o público geral ou só para aqueles que adquiriram a versão premium, por exemplo.

Diferenças entre freeware e software livre

Há diferenças importantes entre esses dois termos. Freeware é um software protegido por direitos autorais, mas disponível para download sem nenhum tipo de custo. Alguns recursos extras podem até ser pagos, mas sua função principal é gratuita.

Por outro lado, um software livre consegue ser modificado e alterado. Assim, qualquer usuário com certo conhecimento pode fazer alterações nas funções principais, reescrevendo e sobrescrevendo códigos para alterar características ou redesenhar todo o programa.

Um grande exemplo de software livre é o Android, sistema operacional do Google. A empresa disponibiliza o código-fonte para fins comerciais, permitindo que as fabricantes comercializem smartphones com suas próprias interfaces e recursos personalizados.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o termo freeware.

Wagner Pedro

Ex-autor

Wagner Pedro é um paraibano “arretado” apaixonado por smartphones e cobre tecnologia desde 2017. Autodidata desde a época dos PCs de tubo, internet discada e Windows XP, buscou conhecimento em pequenos cursos de Informática e uniu essa paixão ao jornalismo. Ainda sente falta do extinto Windows Phone.

Relacionados

Relacionados