Vivendi

Fundador da GVT está prestes a se tornar o chefe global da TIM

21/07/2017 às 16h45 por

O fundador da GVT está alcançando cargos cada vez mais poderosos: Amos Genish já foi presidente da Vivo, e deve assumir em breve a chefia da Telecom Italia, que controla a TIM Brasil. Segundo a Reuters, o conselho da Telecom Italia vai nomear Genish como diretor-gerente da empresa, para efetivamente assumir as responsabilidades do CEO Flavio Cattaneo, que está de saída.

Anatel aprova compra da GVT pela Vivo (e o que isso muda)

23/12/2014 às 16h25 por

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou nesta segunda-feira (22) a compra da GVT pela Vivo. O negócio estava fechado desde o início de setembro, mas ainda precisava passar pela aprovação de entidades regulatórias. A Anatel era uma delas, e a caminhada da Vivo para assumir o controle da GVT está mais perto do fim. O conselheiro relator Igor Vilas Boas de Freitas concedeu anuência prévia para o controle integral da GVT pela Telefônica Brasil mediante algumas condições. O principal é que a Vivo deverá manter pelo período mínimo de 18 meses

Telefónica fecha acordo para comprar GVT por R$ 22 bilhões

19/09/2014 às 08h01 por

Negócio fechado: a espanhola Telefónica, dona da Vivo no Brasil, anunciou na manhã desta sexta-feira (19) que assinou um acordo final com a francesa Vivendi para comprar a GVT. A transação, que será dividida em dinheiro e ações, soma um total de 7,24 bilhões de euros, o equivalente a aproximadamente R$

Vivo está cada vez mais perto de comprar a GVT

28/08/2014 às 14h52 por

A francesa Vivendi, dona da GVT, está cada vez mais perto de vender a operadora para a espanhola Telefónica, controladora da Vivo no Brasil. Os espanhóis estavam em uma disputa com a Telecom Italia para saber quem levaria a GVT. E aparentemente a Telefónica se deu melhor na negociação. Considerando as ofertas finais, a Telecom Italia ofereceu à Vivendi 7 bilhões de euros, sendo apenas 1,7 bilhão em dinheiro, 16% de capital na holding da companhia, 21% de controle da empresa e mais 15% da TIM Brasil. A oferta da Vivo foi melhor: são 7,45 bilhões de euros, que incluem 4,663 bilhõ

Entenda a compra da GVT pela TIM ou Vivo

14/08/2014 às 20h59 por

Não é segredo algum que a GVT, operadora de telefonia fixa, banda larga e TV por assinatura, está sendo vendida. Com as crises econômicas que aconteceram na Europa nos últimos anos, o grupo francês Vivendi, atual dono da GVT, se desfez de grande parte dos seus ativos, incluindo a operadora francesa SFR e uma grande fatia da Blizzard. Chegou a hora de vender a GVT, e TIM e Vivo disputam a compra da operadora. Não é a primeira vez que a Vivendi tenta vender a GVT: em agosto de 2012, o grupo colocou a operadora à venda po

Vivo oferece R$ 20 bilhões pela GVT

05/08/2014 às 11h15 por

A espanhola Telefónica, dona da Vivo no Brasil, fez uma proposta bilionária para comprar a operadora GVT, que atualmente pertence ao grupo francês Vivendi. O negócio está avaliado em 20,1 bilhões de reais – com 11,9 bilhões de reais em dinheiro e o restante em ações da nova companhia. São necessárias aprovações das entidades regulatórias (a Anatel e o Cade, por exemplo). Isso não deve ser um problema, uma vez que a Vivo só concorre com a GVT no estado de São Paulo, onde a atuação da operadora francesa é bem recente e sem uma base considerável de clientes. Apesar

Vivendi desiste de vender a GVT

15/03/2013 às 14h03 por

Desde agosto do ano passado a Vivendi está tentando vender a GVT. A companhia francesa está sofrendo com a crise econômica que vem atingindo a Europa e, apesar da GVT ser suficientemente rentável, a decisão de vendê-la foi tomada. Essa não é a primeira tentativa de venda do grupo de mídia francês: antes da GVT, a francesa fracassou ao tentar vender a Blizzard Entertainment, conhecida produtora de jogos. A Vivendi tomou essa decisão após a DirecTV (dona da Sky no Brasil) se afastar do processo de compra, uma vez que todas as outras empresas com oper

GVT lança nova conexão com velocidade de 25 Mbps

28/12/2012 às 14h04 por

A GVT está à venda (a companhia não admite oficialmente), mas isso não impediu que a operadora fizesse uma pequena reestruturação nos seus planos de conexão banda larga. Ela se prepara para oferecer a partir de janeiro a nova velocidade de 25 Mbps, que deve preencher o limbo existente entre a velocidade de 15 Mbps e 35 Mbps. A velocidade aparece no portal para os clientes da operadora e já tem seu preço: R$ 94,90. Faça o Te

Vivendi quer vender a GVT, mas já sabe o que fazer se não conseguir

30/11/2012 às 13h32 por

Nessa semana a Telecom Italia, proprietária da TIM no país, avisou aos franceses do grupo Vivendi que não têm interesse em comprar a operadora brasileira GVT. Com isso, a Vivendi fica numa situação complicada. Quer vender a companhia nacional por 19 bilhões de reais. Caso não consiga, o plano B será abrir as ações da empresa na bolsa de valores (o chamado IPO na sigla em inglês). Reportagem da Folha de São Paulo

Telecom Italia desistiu de comprar a GVT

29/11/2012 às 17h27 por

A francesa Vivendi anda mal das pernas por causa da crise financeira que se passa na Europa. Para tentar conter a economia, a controladora decidiu colocar a venda a GVT, e a princípio muitas empresas estavam interessadas pela companhia. Entre elas, a TIM, mas o jornal italiano Il Sole 24 divulga, sem citar fontes, que os italianos já desistiram da oferta. O preço que a Vivendi quer pela GVT é bem alto: fontes dizem que os franceses querem 7 bilhões de euros, quantia que dá aproximadamente 19 bilhões de reais.

TIM estaria negociando compra da GVT

22/11/2012 às 17h43 por

A crise na Europa abalou os negócios da Vivendi, a atual dona da GVT, Blizzard, Universal Studios e diversas outras empresas. para tentar melhorar a situação, os franceses colocaram a GVT à venda. É o que afirma a agência Reuters, que diz que o conselho diretor da Telecom Italia está reunido para tomar as decisões de operação no Brasil. A Vivendi quer levar 7 bilhões de euros pela GVT. Isso dá quase 19 bilhões de reais pela operadora, que vende no Brasil serviço de tele

Banda larga da GVT chega a Natal até o fim do ano

15/10/2012 às 15h32 por

A operadora de telecomunicações GVT informou em comunicado enviado à imprensa que Natal, capital do Rio Grande do Norte, será a próxima cidade a receber os serviços de banda larga e telefonia. De acordo com a nota, os produtos devem entrar em comercialização até o fim do ano, o que obviamente os permitirá dizer que "Natal terá a banda larga do futuro no Natal" (piada péssima, eu sei). Por enquanto a companhia não dá detalhes de como será a operação na cidade nordestina. Tudo o que sabemos é que será até o fim do ano. A nota à imprensa tamb

Carregar mais posts