Telefónica fecha acordo para comprar GVT por R$ 22 bilhões

Dona da Vivo no Brasil também se desfez de participação na Telecom Italia

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 7 meses

Negócio fechado: a espanhola Telefónica, dona da Vivo no Brasil, anunciou na manhã desta sexta-feira (19) que assinou um acordo final com a francesa Vivendi para comprar a GVT. A transação, que será dividida em dinheiro e ações, soma um total de 7,24 bilhões de euros, o equivalente a aproximadamente R$ 22 bilhões.

A Vivendi vai receber da Telefónica 4,66 bilhões de euros (R$ 14,2 bilhões) em dinheiro vivo e o restante em ações. Quando a compra for concluída, a ex-dona da GVT terá 7,4% das ações da Vivo, que equivalem a 2,02 bilhões de euros (R$ 6,2 bilhões).

Mas não é só isso: ironicamente, a Vivendi também está levando parte da Telecom Italia, outra empresa que tentou comprar a operadora de banda larga e teve a oferta recusada. A Telefónica está se desfazendo de sua participação na dona da TIM Brasil e, com isso, a Vivendi passará a ter 5,7% do capital social da Telecom Italia, o que equivale a 1,01 bilhão de euros (R$ 3,1 bilhões)

A transação ainda precisa passar pela aprovação de órgãos regulatórios, especialmente a Anatel e o Cade. A expectativa é que a compra seja finalizada no primeiro semestre de 2015.

Com informações: Wall Street Journal.

Receba mais sobre Telefônica Brasil na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados