Arquivo Negócios

Telecom Italia desistiu de comprar a GVT

Grupo Vivendi pede 7 bilhões de euros pela operadora nacional

Lucas Braga
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A francesa Vivendi anda mal das pernas por causa da crise financeira que se passa na Europa. Para tentar conter a economia, a controladora decidiu colocar a venda a GVT, e a princípio muitas empresas estavam interessadas pela companhia. Entre elas, a TIM, mas o jornal italiano Il Sole 24 divulga, sem citar fontes, que os italianos já desistiram da oferta.

O preço que a Vivendi quer pela GVT é bem alto: fontes dizem que os franceses querem 7 bilhões de euros, quantia que dá aproximadamente 19 bilhões de reais. É um valor bem salgado para uma operadora que não atua na maior cidade brasileira (São Paulo). Antes da TIM, a Oi também desistiu de comprar a GVT, que alega que as condições financeiras não estão adequadas para o momento. Vale lembrar que a Portugal Telecom possui 25% do controle da Oi.

De acordo com o Telecompaper Headlines, a Vivendi já recebeu mais quatro propostas de compra, entre elas a DirectTV (dona da Sky), America Móvil (dona do grupo Claro/NET/Embratel), Liberty Global, que atualmente possui ampla operação na Europa, Chile e Porto Rico). Também há rumores de que a China Telecom possui o interesse de entrar no mercado de telecom brasileiro e comprar a GVT.

Centro de inovações da GVT: aparelhos aos montes, testes também.

Para mim é positivo que a TIM não compre a GVT. Aliás, seria injusto que qualquer player brasileiro se apossasse da operadora, já que isso eliminaria uma concorrente. Cadê outras operadoras estrangeiras que querem entrar no Brasil? Essa é a hora.

Tecnoblog foi conhecer a sede da companhia em Curitiba. Leia sobre os bastidores nesta matéria especial.

Com informações: Teletime, Telecompaper Headlines, Valor Econômico

Lucas Braga

Autor especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque