marco-civil-thumb

Mais um dia de reuniões a portas fechadas sobre o futuro da internet brasileira. Nesta terça-feira (18), representantes do governo federal se reuniram com parlamentares da base aliada para discutir o Marco Civil da Internet. Ao fim do encontro em Brasília, a ministra de Relações Institucionais admitiu que o armazenamento de dados em território brasileiro pode cair.

Leia mais

thumb_ Angela Merkel séria

A presidente Dilma Rousseff tem companhia no projeto para manter os dados dos cidadãos em servidores localizados em território nacional. A chanceler alemã Angela Merkel vai nessa semana à França discutir os detalhes de um projeto para obrigar que o Google, o Facebook e outros serviços de internet protejam a privacidade dos usuários. Ela também propõe que a guarda dos dados seja feita na Europa. Leia mais

dilma vine

Hoje, nossa presidenta Dilma Rousseff abriu mais uma conta em uma rede social. Depois de entrar para o Facebook, o Twitter e o Instagram, Dilma chega ao Vine. E cheia de conteúdo: a conta dela já tem três pequenos vídeos.

Leia mais

thumb_snowden

Edward Snowden ataca novamente. O ex-funcionário terceirizado da NSA enviou uma carta ao povo brasileiro nesta terça-feira (17), na qual afirma que gostaria de ajudar mais nos pedidos de colaboração, mas que isso não é possível devido a sua delicada situação internacional. Ele continua residindo na Rússia com uma autorização temporária para viver no país. Enquanto isso, o governo dos Estados Unidos continua colocando pressão para que Snowden seja deportado – ele é visto como um traidor pela Comunidade de Inteligência. Leia mais

google new logo thumb

A presidente Dilma Rousseff já manifestou por diversas vezes o desejo de que dados referentes a internautas brasileiros sejam armazenados em servidores localizados no território nacional. Na mesma época em que Dilma fez tais declarações, o Google tomou uma decisão: desativou a resolução das requisições de DNS em servidores no país. Em vez disso, o Google Public DNS passou a funcionar nos Estados Unidos. A consultoria Renesys fez a descoberta.

Leia mais

thumb Dima Rousseff na ONU

O Brasil tradicionalmente abre o encontro da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas com o discurso do chefe de estado. Nesta terça-feira (24), o pronunciamento da presidente Dilma Rousseff foi particularmente interessante porque ela combateu com veemência a espionagem praticada por outras nações contra cidadãos brasileiros e a administração pública a partir do monitoramento de comunicações telefônicas e troca de mensagens eletrônicas. Dilma falava diretamente aos Estados Unidos.

Leia mais

thumb Angry Dilma2

As denúncias de espionagem dos Estados Unidos contra o governo brasileiro e, mais recentemente, contra a Petrobras, fizeram Dilma Rousseff pedir urgência na votação do Marco Civil. A solicitação foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União, tendo sido assinado pela própria presidente. Leia mais

thumb_dilma-assinatura

A situação entre o governo do Brasil e dos Estados Unidos não está boa. Após as denúncias de que a Casa Branca estaria espionando Dilma Rousseff e outros membros do alto escalão do governo, a presidente não quer deixar barato e quer que empresas que colaboraram com a espionagem norte-americana tenham suas operações finalizadas. Leia mais

thumb Angry Dilma2

A comunidade de inteligência dos Estados Unidos espionou diversos alvos no Brasil (foram “milhões” de comunicações rastreadas, segundo reportagem do jornal carioca O Globo). Não bastasse monitorar o que dizem e escrevem os brasileiros, o governo americano também manteve grampos nas comunicações da presidente Dilma Rousseff com a alta cúpula do governo federal. Na última segunda-feira (02), o Palácio do Itamaraty pediu explicações formais e imediatas às graves acusações feitas pelo jornalístico Fantástico, da Globo, no domingo. Leia mais

thumb_ethernet-rj45

Três ministérios estão envolvidos na produção de um grande projeto que promete revolucionar as telecomunicações no país. Dados obtidos pelo jornal Folha de São Paulo dão conta de incentivos e investimentos que, no total, somariam mais de 100 bilhões de reais. A presidente Dilma estaria particularmente feliz com as ideias. Leia mais