Início » Legislação » Samsung ganha processo contra Apple no Japão

Samsung ganha processo contra Apple no Japão

Avatar Por

Enquanto nos EUA a Apple teve uma vitória considerável no seu processo contra a Samsung, no outro lado do mundo a sul-coreana parece ter levado a melhor. Em um processo aberto pela empresa da maçã contra a sua arquirrival, também por causa de patentes, a decisão foi de que a Samsung não infringe em pelo menos uma delas.

A patente desse processo específico é uma relacionada a um método de sincronizar música e vídeos entre servidores e gadgets, algo que a Apple acusou a Samsung de não ter licenciado. Mas de acordo com o juiz Tamotsu Shoji, de Tóquio, essa patente não é infringida em nenhum dos aparelhos acusados.

Patente do efeito elástico

Essa era apenas uma das várias disputas judiciais no Japão, e que a Apple ainda pode recorrer. Nos demais processos no país, a Apple acusa a Samsung de violar as patentes ‘bouce back’ (o efeito elástico quando uma lista atinge o topo) e a Samsung acusa a Apple de infringir nas patentes de 3G, as mesmas que a empresa também usou no processo nos EUA. No caso da Apple especificamente, a empresa pede que vários modelos do celular Galaxy sejam retirados das prateleiras.

O maior processo (aquele em que a quantidade de grana pedida como indenização está na casa dos bilhões de dólares) continua sendo mesmo o que acontece em solo americano. A decisão do juri, de que a multa a ser paga pelos sul-coreanos para a Apple deve ser de 1,3 bilhão de dólares, não é final. A Samsung ainda pode recorrer até Suprema Corte americana. E não duvido que é lá mesmo que o processo acabe.

Com informações: ArsTechnica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@ErickRezende
É... cada uma vence em seu território... E quando vão fazer um julgamento na capital do Brasil conhecida como Buenos Aires?
@rbicalho
Eu sempre imaginei patentes como a descoberta de algo. Telefone, por exemplo. Ou as várias patentes do Tesla usadas pelo Marconi, para fazer o rádio, que valeu outra patente. Patentear design, ao que parece, também pode. Fico imaginando um processo desses muitos anos atrás numa televisão: Ela é retangular, tem botão power no canto inferior esquerdo e esse widget de volume com umas barrinha colorida. Aí ia ter gente se processando porque desenhou um retângulo com área preenchida.
ricardo
Eu sei, mas nada, nem mesmo o ataque a Pearl Harbour, justifica a covardia de lançar uma bomba atômica sobre um território majoritariamente civil. Contudo, americanos e japoneses até hoje não são o que se pode chamar de amigos.
vitor
É cada patente [email protected] dessa Apple que da ate raiva.
Rennan Alves
"método de sincronizar música e vídeos entre servidores e gadgets" isso não faz sentido, que eu saiba a Samsung utiliza o mesmo método entre os notebooks dela, e até possui uma patente disto. Parabéns a Samsung.
Gustavo Reis
Americanos jogaram a bomba atômica nas cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki porque os japoneses atacaram o Pearl Harbour do Havaí antes. Hoje os japoneses são independentes e recusam a obedecer e depender dos americanos.
Diego Rocha
Não foi no Paraguai isso?!
Guilherme Macedo C.
Tava falando especificamente do Japão e Coreia, pois houve uma confusão de território, já que Samsung é da Coreia do Sul e não do Japão. Mas caso queira fazer uma relação com o caso, uma decisão prolatada por um Tribunal técnico é muito mais confiável, pois além de dar a decisão é preciso justificar, explicar dentro da legalidade o pq daquilo, do q um Tribunal do Júri em decisões comerciais. O Júri simplesmente pode fazer o que fez, dar uma decisão que pode interferir no resto do mundo simplesmente dizendo "pq eu quero", sem explicar nada e até fazendo "gafes", como foi o caso da afirmação de quebra de patentes onde nem havia patentes. Até o advogado da Apple teve que interferir e concordar que ali não houve nada. Fica um tanto constrangedor pro próprio sistema judiciário deixar nas mãos de pessoas "comuns" de San Jose, vizinha de Cupertino (sede da Apple), uma decisão comercial muito técnica.
ricardo
E a Apple é americana, país que jogou uma bomba atômica na cabeça dos japoneses e ainda os obrigou a se desmilitarizar.
Ramon Melo
Isso mesmo, que nem os brasileiros em Buenos Aires.
Ramon Melo
Não foi estranha, foi manipulada mesmo. O veredito sobre mais de 700 infrações de patentes foi dado em tempo recorde (e, curiosamente, a tempo de liberar os jurados para final de semana ensolarado na Califórnia hehehe), surpreendendo até os advogados da Apple. Aliás, o próprio júri assumiu publicamente que já partiu do princípio que a Samsung era culpada e a Apple era inocente, não é segredo para ninguém.
Vinicius Kinas
Acho que são os coreanos que tem rixa história com os japoneses, afinal, a barbárie foi feita pelos japoneses com os coreanos, não o contrário. Enfim, meio off-topic, rs.
Guilherme Macedo C.
Samsung é sul-coreana, país que sofreu nas mãos dos japoneses diversas vezes na história :P
ricardo
Cada um vence em seu território.
Jean
Pois é, isso pq os japoneses tem uma rixa histórica com os coreanos, que já foram colônia japonesa e hoje estão prestes a superar economicamente a sua antiga metrópole. Isso só mostra que a sentença americana foi, no mínimo, estranha.
Exibir mais comentários