Início » Aplicativos e Software » VLC pode voltar para o iOS sob nova licença

VLC pode voltar para o iOS sob nova licença

Por
7 anos atrás

Não é segredo que o VLC é um dos melhores tocadores de mídia disponíveis para diversas plataformas. Ele já arriscou um ensaio na App Store em meados de 2010, mas devido às licenças de distribuição da Apple o programa foi retirado pela própria distribuidora. Mas ao que tudo indica em breve o VLC oficial estará disponível novamente na loja, agora que as licenças foram alteradas.

VLC para iPad: saudades de um player que nunca tive ou evitava ter.

O líder de desenvolvimento do VLC, Jean-Baptiste Kempf, anunciou em seu blog na semana passada que conseguiu relicenciar grande parte do código do programa: antes em licença GPL, agora o VLC está sob licença LGPL, que é mais flexível. O VLC só consegue ser tão popular nas demais plataformas graças às licenças que implementam os vários codecs, então é essencial que ele possa usar tais codecs na plataforma móvel da Apple, o que pediu a mudança de licença.

Segundo Jean-Baptiste, por causa da lei francesa de direitos autorais ele precisou entrar em contato com centenas de desenvolvedores que implementaram códigos no VLC ao longo dos anos, perguntando se eles iriam se opor à nova licença. O seu post diz que ele conseguiu terminar o relicenciamento de boa parte do código do programa.

Aqueles que responderam negativamente ou que não responderam ainda são um problema – o código de tais desenvolvedores poderá ser retirado ou substituído no futuro. Mas Jean Baptiste garante que a nova licença já permite que pelo menos um aplicativo similar ao VLC, usando seus módulos e bibliotecas, seja lançado na loja da Apple.

Enquanto o aplicativo não volta oficialmente à loja da Apple, os programas alternativos tentam (mas não conseguem, na minha opinião) preencher o vazio deixado por ele, como o flexPlayer, oPlayer, playable e outros listados quando se busca por VLC na loja. E no Android o VLC está disponível em beta há algum tempo – e mesmo em formato de testes, já alcança os 5 milhões de downloads.

Com informações: BR-Mac.org.

Mais sobre: , , ,