Início » Segurança Software » O Tecnoblog errou: app Viber não foi hackeado

O Tecnoblog errou: app Viber não foi hackeado

Por
5 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Ontem publicamos uma matéria aqui no TB informando que o aplicativo Viber havia sido hackeado por um grupo sírio, que atende pela sigla SEA (Syrian Eletronic Army). Afirmamos que o grupo havia dito que tinha o poder de hackear qualquer sistema do aplicativo. O grupo afirmou, na verdade, que não conseguiu acessar todos os sistemas do Viber.

A empresa explicou ao TechCrunch, que a falha de segurança partiu de um funcionário que foi vítima de phishing scam, o que deu acesso a dois sistemas de suporte minoritários. O SEA extraíu dados de usuários de um desses sistemas e publicou na página de suporte do Viber – support.viber.com.

O SEA ainda publicou um tweet aconselhando os usuários a desinstalarem o aplicativo. Eles afirmam que a empresa estaria espionando e rastreando os usuários do aplicativo, guardando dados como IPs de acesso. Segundo a Viber, a database que guarda informações confidenciais dos usuários permanece inviolada e não pode ser acessada através desse tipo de ataque.

Erramos.

No intuito de alertar os leitores do TB o mais rápido possível, acabamos publicando um artigo com algumas informações equivocadas. Nos desculpem pela falha.

Mais sobre: ,