Início » Gadgets » Usar o Google Glass no cinema não é uma boa ideia

Usar o Google Glass no cinema não é uma boa ideia

Paulo Higa Por

Quando você vai ao cinema, certamente ouve o aviso de que não é permitido filmar dentro da sala de exibição. Além disso, como uma pessoa que acompanha o mercado de tecnologia, você sabe que o Google Glass tem uma câmera integrada. Só que um americano não percebeu esse pequeno problema quando foi assistir a um filme e acabou sendo interrogado pelo Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos.

The Gadgeteer publicou uma história de uma pessoa que usa Google Glass com lentes de grau. Como ele precisa dos óculos para enxergar bem, passou a usá-los durante todo o dia, inclusive para ir ao cinema. O homem foi a uma sala da AMC, no estado de Ohio, por três vezes usando o Google Glass. Em ocasiões anteriores, os funcionários chegaram a perguntar sobre o gadget, apenas por curiosidade.

google-glass

No dia 18 de janeiro, entretanto, quem fez perguntas sobre o Google Glass não foram os funcionários do cinema. Ele relata que, após uma hora assistindo a um filme com sua esposa, um agente sentou ao seu lado, tomou o Google Glass e solicitou que o acompanhasse até o lado de fora da sala de exibição, onde estavam entre cinco e dez policiais, sem contar os seguranças do shopping. Os agentes estavam desconfiados de que o homem estava filmando ilegalmente dentro do cinema e o interrogaram durante quase duas horas.

O homem tentou convencer os agentes de que o Glass permaneceu desligado durante a exibição do filme. Afinal, os óculos estariam quentes caso estivessem sendo usados para filmar no cinema e, se realmente estivessem ligados, haveria luz saindo da pequena tela. Ele tentou demonstrar aos policiais como o Glass fica quando está ligado, mas não conseguiu, já que poderia apagar evidências.

O problema só foi resolvido quando alguém pegou um notebook e um cabo USB para verificar o que estava armazenado no Google Glass. Como os agentes não encontraram nenhuma gravação ilegal, apenas fotos e vídeos do casal e seu cão, liberaram o rapaz. O pedido de desculpas? Dois pares de ingressos para que ele e sua esposa pudessem assistir ao filme novamente. Sim, foi só isso mesmo.

O Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos confirmou a história, sem desculpas formais pelo caso. Apesar de ter ficado furioso por ter perdido seu tempo e recebido apenas quatro entradas de cinema em troca, o homem não pretende processar os agentes.

Toda a história está no The Gadgeteer.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Pedro Soares
Cheio de comentário coxinha nesse post. Tipo o do Fer: "Quem tava errado era ele". O que o cara fez de errado? Usou o óculos dele? "Mas era um Gglass". Tava desligado, porra! Nego vem aqui fazer comentário coxinha pra ficar amigo de blogueiro...
Thiago Leite
Pedro Soares Ele é um Pato, pelo simples fato.
Pedro Soares
Thiago Leite Fora que ele pertence à dinastia Rockefeller. Te mete!
Pedro Soares
Thiago Leite Como você pode afirmar que o agente daria um "cala-boca físico" no Paulo Patto? E se Paulo Patto der o cala-boca físico no agente? E se o Paulo Patto for ninja? E se o agente tiver o físico do Woody Allen? Tu tá assistindo Missão Impossível demais, Thiago. Agentes não são todos Bruce Wayne.
Fer
Não sei porque pedidos de desculpas, se quem tava errado era ele.
RamonGonz
mas é claro que o cara não vai processar agentes do Homeland Security. Isso seria suicidio... tem mais é que ficar na dele mesmo e salvar a propria pele Os EUA mudaram muito... hoje em dia pode-se qualquer coisa se for "pelo bem da segurança nacional". E se envolveram gente do Homeland Security era mais por medo de terrorismo do que por pirataria ou qualquer outra coisa. Eu jamais me atreveria a enfrentar essa gente...
Josué Corrêa
Mas peraí, uma das funcionalidades tão divulgadas do glass não seria justamente a possiblidade de assistir um filme com legendas em tempo real? Já imagino o problemão que um turista poderia ter nos estados unidos, ou em outros países, ao tentar assistir um simples filme com legendas em seu próprio idioma, poderia transformar uma atividade inocente numa restrição de entrada no país em poucos minutos. A Google deveria ter previsto essa possiblidade e criado algum mecanismo de proteção.
Rafael Silva
Por mim tem que proibir mesmo!!!
Paulo Higa
Já temos quase isso. Alguns restaurantes nos EUA já proíbem o uso do Google Glass. :-P
Braulio Barcellos
Esses óculos nem foram lançados ao público e já são caso de polícia. Daqui a pouco teremos leis "anti gloogle glass" assim como temos para fumantes; será proibido usar essa joça em vários locais. Legal Google!
Thiago Leite
Saiu no lucro com os ingressos que ganhou, já que ele entrou trajando o Glass.
Thiago Leite
Sim, se você reagisse, tomaria um "cala-boca" físico do agente.
Paulo Patto Rockefeller
Cara que bizarro, podiam ter esperado o filme terminar. Além é claro que se o maluco chega do meu lado e toma meu gadget? Há ai teríamos problemas mais sérios quem uma simples gravação.