Início » Celular » Microsoft pode estar perto de abandonar os nomes “Nokia” e “Windows Phone”

Microsoft pode estar perto de abandonar os nomes “Nokia” e “Windows Phone”

Por
5 anos atrás

Indícios de que a Microsoft deixará de usar o nome “Nokia” em seus dispositivos continuam surgindo. O mais recente deles vem do site GeeksOnGadgets, que afirma ter tido acesso a documentos da empresa que relevam esta intenção. Além de “Nokia”, outra denominação em via de ser abandonada é “Windows Phone”.

O desuso de “Nokia” é previsto há tempos, afinal, é natural que a Microsoft queira fortalecer seu próprio nome no segmento móvel. Durante uma rodada de perguntas e respostas feita em abril deste ano, o ex-CEO da Nokia e agora executivo da Microsoft Stephen Elop chegou inclusive a dizer que a marca não será utilizada por muito mais tempo.

Lumia 730 / 735

Lumia 730: talvez o último a ostentar a marca Nokia

Como a Microsoft ainda não se pronunciou sobre o assunto, não se sabe quando “Nokia” será descartado de vez, mas a transição parece já ter começado: recentemente, a companhia deixou de utilizar a denominação em alguns aplicativos famosos da marca. “Nokia Camera”, por exemplo, em breve será conhecido como “Lumia Camera”.

Neste sentido, é possível que os recém-revelados aparelhos 730 e 830 sejam os últimos a ostentarem a marca “Nokia”. Os próximos modelos exibirão apenas o nome “Lumia”, provavelmente.

Mas é a denominação “Windows Phone” que surpreende. Por que a Microsoft a abandonaria depois de tanto esforço para destacá-la? É possível que a empresa não esteja satisfeita com o longínquo terceiro lugar que a plataforma ocupa no mercado.

A mudança de nome seria apenas um dos vários esforços para posicionar melhor a Microsoft no segmento móvel, portanto. O novo nome, segundo os documentos vazados, será apenas “Windows”.

Windows Phone 8 - palco

Esta ideia faz sentido se a companhia tiver mesmo intenção de criar uma plataforma unificada, isto é, capaz de atender a vários tipos de dispositivos. Porém, se o plano for pegar carona na popularidade do Windows no desktop, dá para questionar facilmente esta estratégia.

Assim como no caso de “Nokia”, não há posicionamento oficial da Microsoft sobre o possível abandono do nome “Windows Phone”. Se estas mudanças forem mesmo promovidas, fica a certeza: não é na administração de Satya Nadella que a Microsoft quebrará a tradição de implicar com os nomes de seus produtos.

Com informações: Engadget

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.