Início » Computador » Este é o novo MacBook com tela Retina de 12 polegadas

Este é o novo MacBook com tela Retina de 12 polegadas

Lucas Braga Por

A Apple acaba de anunciar seu novíssimo MacBook. Não, não é um MacBook Air e nem um MacBook Pro: chamado apenas de MacBook, trata-se de um notebook extremamente fino e compacto.

macbook-7

macbook-6

macbook-2

macbook-1

Com apenas 13,1 mm de espessura, o novo MacBook é 24% mais fino que o antigo MacBook Air. É muita coisa: Tim Cook carregava o notebook durante a apresentação e as bordas mal apareciam. Ele acompanha uma tela Retina de 12 polegadas, com resolução de 2304x1440 pixels. A tela possui o mesmo nível de brilho dos MacBooks Pro com tela Retina, mas apresenta um consumo de energia até 30% menor.

O novo MacBook é equipado com o processador Intel Core M de quinta geração, com clock de 1,1 GHz, suportando até 2,9 GHz em turbo. Ele consome apenas 5 watts de energia, de forma que o processador é extremamente econômico na parte de bateria. O chip gráfico é o Intel Graphics 5300. A versão mais básica traz 8 GB de RAM e 256 GB de SSD — que promete ser duas vezes mais rápido que os SSDs presentes nos outros MacBooks.

macbook-5

macbook-4

macbook-3

A Apple fez um grande trabalho para reduzir o tamanho da placa lógica do MacBook. Ela é 67% menor que a placa mãe do MacBook Air e ocupa pouquíssimo espaço no corpo do produto. É o primeiro computador da Apple com ausência total de ventoinhas. Todo o espaço que sobra na carcaça é preenchido com baterias, que garantem até 10 horas ininterruptas de navegação na internet ou 11 horas em reprodução de vídeos no iTunes.

Para reduzir o espaço, a Apple também se livrou de vários conectores. Na verdade, de quase todos: uma única porta USB do tipo C substituiu o conector de energia, saída de vídeo (seja HDMI, VGA ou DisplayPort) e outras portas USB. Parece genial, mas prepare-se para gastar uma fortuna com adaptadores para os formatos que você utiliza no seu dia a dia.

macbook-usb

Portanto, as únicas portas disponíveis no novo MacBook é uma única do USB tipo C e outra saída de áudio 3,5 mm. Não há nenhuma Thunderbolt, portanto, será necessário usar um adaptador para conectar telas e certos tipos de periféricos..

Outra novidade trazida no novo MacBook é o novo trackpad. O chamado Force Touch possui quatro sensores com mecanismo tátil que faz com que o trackpad reconheça diferentes níveis de pressão. Com isso, a Apple "reinventa" o duplo clique e muitos dos gestos utilizados nos trackpads de seus produtos de geração anterior.

macbook-trackpad

O novo MacBook possui conexões Wi-Fi no padrão 802.11ac e Bluetooth 4.0, trazendo toda a conectividade necessária para se comunicar por Handoff e AirDrop com dispositivos iOS da fabricante. Ele chega no dia 10 de abril nos Estados ao preço inicial de 1.299 dólares e 1.599 dólares.

No Brasil, os preços estão salgados: o modelo mais simples chega por R$ 8.499,00 e o modelo com 512 GB de SSD e processador de 1,2 GHz chega por R$ 10.499,00. Meu bolso até doeu por aqui.

MacBook Pro e MacBook Air

O novo MacBook se junta aos seus irmãos MacBook Pro e MacBook Air, que continuam em linha e também receberam atualizações. Tanto o MacBook Air como o MacBook Pro recebem a quinta geração dos processadores Core i5 e Core i7 e o SSD mais rápido que das gerações anteriores.

Algumas melhorias individuais também aconteceram: o MacBook Air finalmente ganha uma porta Thunderbolt 2 e o MacBook Pro recebe a bateria com 10 horas de autonomia e o novo trackpad Force Touch.

Tanto o MacBook Pro como o MacBook Air serão vendidos a partir de hoje com os novos upgrades. Ao menos nos Estados Unidos, o preço não foi alterado.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

maclocks
Asegura o teu novo Macbook com o adhesivo de seguridade, O BLADE! O top seller da marca Maclocks. http://www.maclocks.com/the-blade-universal-laptop-lock-universal-tablet-lock-secure-bracket-with-universal-lock-slot-789.html
Kingslayer

Não se for um cheque! :D

Guilherme Kowalski
Não se for um cheque! :D
Lucas Canutto
Esse artigo realmente ainda está em desenvolvimento?
Keaton
https://twitter.com/ASUSUSA/status/575729155494404096 Olha só... a ASUS já fazendo onda com esse lançamento da Apple... :P
Igor Costa
Como diria a Cartoon Network, ha-ha-ha continua. XD
Panino, o Moço

É o Surface da Apple, ele não veio para substituir nada, apenas para complementar.
Ele é um tablet com teclado, que roda o sistema do desktop.
É para tarefas leves mesmo, é um produto válido.
E creio que a reparabilidade dele será até boa. Tela se quebrar não tem jeito, tem que trocar, mas agora tem menos peças, menos peças para trocar e menos peças para substituir. Algo deu errado na placa-mãe? Abre, tira e coloca outra.

Panino Manino
É o Surface da Apple, ele não veio para substituir nada, apenas para complementar. Ele é um tablet com teclado, que roda o sistema do desktop. É para tarefas leves mesmo, é um produto válido. E creio que a reparabilidade dele será até boa. Tela se quebrar não tem jeito, tem que trocar, mas agora tem menos peças, menos peças para trocar e menos peças para substituir. Algo deu errado na placa-mãe? Abre, tira e coloca outra.
charlie_angels
Verdade Gabriel, e o pessoal se esquece que a tendência da tecnologia é se livrar dos fios, eu uso aqui na minha rede espelhamento de imagens com Dell Cast que é um similar ao ChromeCast e tenho impresssora , cartões sd e um hd externo tudo wireless, assim sendo acho ótimo essa iniciativa de eliminar portas desnecessárias parabéns a apple e daqui a cinco anos veremos todos os outros fabricantes fazendo o mesmo.
Marco Moura Filho
Foi? heheheh! Me passa o link que tem as imagens da fonte aí...
Vitor Mikaelson
Apostou errado. rs
Camila Pretezkc Marcondes
http://www.comproiphone.com.br
Marco Moura Filho
Aposto que a fonte do MacBook ao ser conectada já funcionará como Hub para, pelo menos, mais 1 periférico.
Daniel
Se tivesse mais uma porta USB seria perfeito.
Louis
Deixar uma única porta usb é completa burrice. Sem uma entrada sequer para sd e hdmi não tem a menor condição. 2 portas USBs é o mínimo. E nem é por questão de pendrive, mas por necessidade mesmo. Hoje em dia o mais normal é carregar smartphones e outros dispositivos no usb do computador. Tinham mudanças mais interessantes que essa aí para serem feitas.
Exibir mais comentários