Início » Aplicativos e Software » Todas as novidades que a Apple apresentou hoje (setembro de 2015)

Todas as novidades que a Apple apresentou hoje (setembro de 2015)

iPad Pro de 12,9 polegadas, nova Apple TV com games, iPhone 6s com 3D Touch e mais

Paulo Higa Por

A Apple anunciou suas novidades nesta quarta-feira (9) durante um grande evento em San Francisco, na Califórnia. Os rumores se concretizaram: a empresa apresentou uma nova geração de iPhones com câmera aprimorada, mostrou a nova Apple TV com suporte a games e interface renovada e revelou um iPad Pro com tela de 12,9 polegadas.

O que há de novo nos iPads, iPhones, Apple Watch e Apple TV? Você confere tudo nos próximos parágrafos.

Resumo para preguiçosos

Tem pouco tempo? Tudo bem, aqui vai um resumão para você ler em 1 minuto:

  • Apple Watch: nova pulseira de couro e versões nas cores dourado e ouro rosé custando a partir de US$ 349. O watchOS 2 será liberado no dia 16 de setembro.
  • iPad Pro: 12,9 polegadas (2732×2048 pixels), processador A9X de 64 bits, 6,9 mm de espessura, mantendo a autonomia de 10 horas. Preço a partir de US$ 799 nos Estados Unidos.
  • Acessórios para o iPad Pro: a Apple Pencil (caneta para desenhar na tela; US$ 99) e o Smart Keyboard (capa com teclado integrado; US$ 169).
  • iPad mini 4: o iPad mini 3 que você já conhece, mas com o hardware do iPad Air 2 (processador A8X), mais potente.
  • Apple TV: agora suporta jogos, como Asphalt 8 e Guitar Hero. A interface foi toda redesenhada, e a plataforma passa a se chamar tvOS. O controle remoto é Bluetooth e possui acelerômetro e giroscópio integrados. Preço começando em US$ 149, bem mais caro que os US$ 69 do modelo anterior.
  • iPhone 6s e iPhone 6s Plus: nova cor ouro rosé, tecnologia 3D Touch (detecta a intensidade do toque na tela), processador A9 (70% mais rápido em CPU e 90% mais rápido em GPU que o chip A8 do iPhone 6), câmera traseira de 12 MP com filmagem em 4K e frontal de 5 MP para selfies. Sim, a versão de 16 GB sobreviveu.
  • iOS 9: a versão final será lançada no dia 16 de setembro para iPhone 4s ou superior, iPad 2 ou superior e iPod touch de 5ª geração.

Apple Watch

hermes-apple-watch

O primeiro produto a aparecer no palco foi o Apple Watch. A Apple trabalhou com a francesa Hermès para lançar uma nova pulseira de couro marrom. Além disso, o relógio inteligente estará disponível nas cores dourado e ouro rosé inclusive na edição Sport, a mais acessível, que custa a partir de US$ 349.

apple-watch-sport

O watchOS 2, nova versão da plataforma do Apple Watch, estará disponível a partir de 16 de setembro. Entre as novidades estão as rotas por transporte público no Mapas e suporte a mais tipos de complicações, como notícias e horários de voos. O Facebook Messenger também está chegando ao relógio: ele se juntará aos 10 mil aplicativos disponíveis para Apple Watch até o momento.

iPad Pro (e iPad mini 4)

ipad-pro

Tem canetinha? Tem sim senhor.

Sim, é oficial: a Apple anunciou o iPad Pro, um tablet de 12,9 polegadas e resolução de 2732×2048 pixels (são 5,6 milhões de pixels, mais que um MacBook Pro com tela Retina), capaz de executar dois aplicativos simultaneamente, lado a lado.

Por dentro, o iPad Pro possui o novo processador Apple A9X de 64 bits, com desempenho até 1,8x maior que o chip A8X presente no iPad Air 2. Ele tem quatro alto-falantes, câmera traseira de 8 MP e leitor de impressões digitais Touch ID. Apesar da tela maior e espessura de apenas 6,9 mm, a empresa manteve a bateria com autonomia de 10 horas.

Junto com o iPad Pro, a Apple está anunciando dois acessórios: o Smart Keyboard, um capa com teclado integrado; e o Apple Pencil, uma caneta para desenhar na tela do tablet. Segundo a Apple, a caneta suporta variações de ângulo e pressão, além de ser precisa a ponto de permitir que você toque “num único pixel”. Na ponta, há um conector Lightning para recarregar a caneta no próprio iPad.

ipad-pro-teclado

ipad-pro-4

O iPad Pro estará disponível nos Estados Unidos em novembro custando bem caro: US$ 799 (32 GB com Wi-Fi), US$ 949 (128 GB com Wi-Fi) e US$ 1.079 (128 GB com 4G), o que coloca o tablet na mesma faixa de preço do MacBook Air. A Apple Pencil será vendida por US$ 99, enquanto a capa com teclado chegará por US$ 169.

Já o iPad mini, que estava com hardware desatualizado, ganhou um pequeno upgrade para trazer o processador A8. O iPad mini 4 custará a partir de US$ 399, mas o iPad mini 2 continuará sendo vendido nas lojas, agora por US$ 269.

ipad-pro-3

ipad-pro-2

ipad-pro-1

Nova Apple TV

A nova Apple TV está com hardware mais potente e agora tem suporte a games, como previam os rumores. A set-top-box roda um novo sistema operacional chamado tvOS, com interface redesenhada e assistente de voz. Usando a Siri, é possível encontrar conteúdos e receber recomendações. Você pode perguntar “quais filmes novos posso assistir com as crianças?” ou até mesmo pedir episódios de séries, falando apenas “mostre aquele episódio de Modern Family com o Edward Norton”.

apple-tv

O controle remoto foi redesenhado e ganhou uma pequena superfície sensível ao toque, que permite interagir com o conteúdo e navegar pelas telas da Apple TV. Ele também será importante para usar os aplicativos e jogos da set-top-box, que roda conteúdos de serviços de terceiros, incluindo Netflix (com interface renovada) e HBO. Entre os jogos suportados, tem Asphalt 8 e até Guitar Hero.

Dentro da set-top-box, a Apple colocou o processador A8 de 64 bits, o mesmo do iPhone 6. A Apple TV tem entrada HDMI e Ethernet, além de conexões infravermelho e Bluetooth 4.0, que será usado inclusive para o controle remoto — o que significa que você não precisará apontá-lo diretamente para a Apple TV. O controle tem bateria que dura até três meses e giroscópio e acelerômetro integrados.

apple-tv-2

apple-tv-1

apple-tv-3

Nos Estados Unidos, a nova Apple TV estará disponível a partir de outubro, custando US$ 149 (32 GB) e US$ 199 (64 GB).

Novos iPhones

iphone-6s

A nova geração de iPhones é formada pelo iPhone 6s (4,7 polegadas) e iPhone 6s Plus (5,5 polegadas). O design continua praticamente o mesmo, mas o alumínio foi reforçado e ganhou nova opção de cor: ouro rosé.

Os smartphones possuem uma nova tecnologia na tela chamada 3D Touch, que detecta, além do toque, a intensidade do seu toque, o que permite executar atalhos para ações específicas. Na tela inicial, por exemplo, toque com mais força no ícone do aplicativo Música para acessar o menu, que mostra opções para buscar uma música ou ouvir a rádio Beats 1. O mesmo pode ser feito em aplicativos de terceiros, como Instagram e Facebook.

iphone-6s-face

iphone-6s-instagram

Por dentro dos iPhones 6s há o novo processador A9 de 64 bits, que fornece 70% mais desempenho de CPU e gráficos 90% mais rápidos que o A8 presente no iPhone 6. O coprocessador M9 foi integrado ao chip principal e está sempre ativado, permitindo que você use o comando “E aí, Siri?” a qualquer momento, mesmo com a tela desligada.

iphone-6s-hardware

A Apple também fez melhorias na câmera traseira, que passa a ter resolução de 12 MP, 50% mais que a anterior. Pela primeira vez num iPhone, será possível gravar vídeos com resolução 4K. Já a nova câmera frontal tem resolução de 5 MP e suporta um truque de software: no momento da selfie, a tela acende com uma temperatura de cor específica para funcionar como flash e ressaltar a cor natural da pele.

iphone-6s-cores

Com o recurso Live Photos, os iPhones 6s gravam alguns segundos de vídeo antes da captura da foto, inclusive com áudio. Essa nova funcionalidade, indicada por um círculo amarelo no aplicativo da câmera, está ativada por padrão e permite que você relembre o que aconteceu nos momentos anteriores à foto.

iphone-6s-plus-live-photos

iphone-6s-specs

A Apple manteve os mesmos preços e modelos nos Estados Unidos. Em outras palavras, o famigerado iPhone com apenas 16 GB de armazenamento continuará sendo vendido, custando US$ 199 (iPhone 6s) e US$ 299 (iPhone 6s Plus) no contrato de dois anos com a operadora. Eles vêm com iOS 9 de fábrica, que será liberado para os iPhones e iPads existentes no dia 16 de setembro.

Ainda não há previsão de preço e lançamento no Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eduardo
Realmente. Veja que eles colocam revolucionário em tudo, até numa caneta: a tal Apple Pencil.
Bruno Cavalcanti
Até legal a ironia. Mas a galera que não curte Apple força muito a barra também. É um fato que o hardware e o software serem desenvolvidos pela mesma empresa torna a experiência mais enxuta e com menos bugs. É um fato que ter um código livre torna o android um mundo aberto para desenvolvedores. É extremismo chamar de burro quem compra iPhone, alegando que só compram por status. (Tem galaxy S6 de mais de R$ 5k por aí e ninguém acha caro). É extremismo também chamar android de lixo. Enfim, bairrismo tomou conta da internet. É PS4 x Xone, iOS x Android, Marvel x DC. É um porre isso. Eu sou da área de TI a muitos anos. Já tive muitos smartphones. Já fui harduser de Symbiam, de N900, de Windows em Palm Top. Mais recentemente, tive dois androids (LG G2 e Galaxy S3), e hoje minha esposa tem um Moto G segunda geração. Porém, pras minhas necessidades, pro que eu espero de um smartphone, meu iPhone 5S faz tudo que preciso, de forma muito melhor do que minhas experiências anteriores. Minha esposa odeia o Moto G dela, que trava toda hora, por mais que eu tente otimizá-lo. Acho que o fato é esse. Não tenho mais tempo nem paciência para ficar configurando nada. Quero usar e gastar tempo consumindo conteúdo. Já passo muito tempo trabalhando com TI, para ter que investir mais tempo pra trabalhar no meu celular. O Android sofre do mesmo problema do Windows. Quer abraçar o mundo. Mas quem gosta usa. E ponto. Tem uns xing lings por aí com 32 GB de Ram, processador Octa Core, câmera de trocentos megapixels que rodam Android e são muito mais baratos que o iPhone com 1 GB de Ram. Pois bem, é uma opção do mercado também. Agora, não adianta tentar desmerecer o trabalho da Apple de entregar um produto diferente, com claro foco na experiência de uso. Não é demérito fazer mais com menos. Se um Galaxy precisa de 4 GB pra concorrer com um iPhone de 1 GB, o mérito não é da Samsung, na minha humilde opinião. Você já teve um Macbook? Já precisou de uma assistência técnica da Apple no Brasil? Já viu como é o atendimento? Considero tudo isso importante numa decisão racional de compra. E claro, as experiências anteriores ajudaram a formar a opinião atual que tenho. Pra finalizar, o Jobs pregava que um smartphone não pode necessitar de duas mãos para ser utilizado. O iPhone 6 cresceu a tela (por demanda do mercado), mas tem um recurso onde os ícones caem até seu polegar, tornando possível o uso com apenas uma mão. Fico imaginando os haters em 2050 falando.. "Viu, lá em 2007 ele falou q tinha q ser assim.. agora deu o braço a torcer"... Todo mundo copia recurso de todo mundo. Seja um recurso pioneiro ou demanda de mercado (e aí não temos mais o Jobs pra bater o pé e mostrar que o povo não sabe o que quer), eu prefiro usar os recursos da forma como a Apple me entrega.
Marcos Tony Lehmann
Como agora faz sentido tela de 5.5" num iPhone e antes 3.5'' era "perfeito". Já, já ela adota touch resistivo e vira "como alguém pode abandonar esta maravilhosa tecnologia?" ou telas curvas nas laterais e todo mundo (fã, claro, da empresa) verá utilidade nisso e o principal: "inovação", algo que nem os jornalistas sempre defensores dela veem mais.
David
Mentira aonde? Eu tive 2 iphones sim.
Luis de Vaz Lobo

nada...mais uma perfumaria. Tela resistente à queda e bateria que dura uns 3 dias que é bom nada.

Luis Carlos Rodrigues
nada...mais uma perfumaria. Tela resistente à queda e bateria que dura uns 3 dias que é bom nada.
Matheus Siqueira Moreno
Profissionais, eles querem um lapis
Matheus Siqueira Moreno
compre o de 64, compra 16gb quem quer
Matheus Siqueira Moreno
Não conte mentira rapaz.
Matheus Siqueira Moreno
Aperte. Agora vamos aguardar os developers ai a coisa vai ficar linda
Matheus Siqueira Moreno
Ninguem desmontou o iphone ainda. Vamos ter que esperar ate dia 25
Matheus Siqueira Moreno
A huawei lançou 1 semana antes do iphone, lembrando que o watch e macbook ja tem esse tecnologia
Matheus Siqueira Moreno
Pensei o mesmo estava assistindo a keynote
Matheus Siqueira Moreno
Parece inutil com os softwares padrões do sistema, agora deixa os desenvolvedores começarem a trabalhar em cima. SNEAK PEEK: O próximo galaxy S7 também vira com sensor de pressao na tela
Matheus Siqueira Moreno
Os processadores da Apple são muitos potentes, principalmente depois do A7(O próprio CEO da Qualcoon afirmou isso)
Exibir mais comentários