Pela primeira vez em cinco anos, o Google voltou a ser dono da marca mais valiosa do mundo. De acordo com a consultoria Brand Finance, o nome do buscador atingiu valor de mercado de US$ 109,47 bilhões em 2017, ultrapassando a Apple, que despencou 27% em um ano — e ainda corre o risco de perder a vice-liderança para a Amazon, se a tendência se mantiver.

Google

O relatório da Brand Finance aponta que a valorização de 24% do Google ocorreu porque a empresa continua na liderança incontestável em buscas, que é o pilar de receita de publicidade da companhia. Por outro lado, a Apple “tem explorado a boa vontade de seus clientes, não conseguiu gerar receitas significativas de produtos novos, como o Apple Watch, e não demonstrou que tecnologias verdadeiramente inovadoras desejadas pelos consumidores estão na fila”.

Mas, a julgar pelo gráfico, quem realmente deve estar feliz com o novo ranking da consultoria é a Amazon, uma das empresas que mais cresceu entre 2016 e 2017 e que pode chegar ao topo da lista em 2018:

Com valorização de 53%, a marca da Amazon atingiu valor de US$ 106,37 bilhões. Como a Amazon tem atuação muito limitada no Brasil, é até difícil entender o quão gigante é a empresa de Jeff Bezos: o AmazonFresh, serviço de entrega de produtos de mercearia, se expandiu internacionalmente para Londres no ano passado, o que deve aumentar ainda mais o domínio da Amazon no varejo, e a empresa planeja criar nada menos que 100 mil postos de trabalho nos Estados Unidos nos próximos 18 meses.

Este é o ranking das dez maiores, que conta com oito empresas dos Estados Unidos, uma da Coreia do Sul e uma da China (entre parênteses, a variação em relação a 2016):

  1. Google: US$ 109,470 bilhões (+24%)
  2. Apple: US$ 107,141 bilhões (–27%)
  3. Amazon: US$ 106,369 bilhões (+53%)
  4. AT&T: US$ 87,016 bilhões (+45%)
  5. Microsoft: US$ 76,265 bilhões (+13%)
  6. Samsung: US$ 66,219 bilhões (+13%)
  7. Verizon: US$ 65,875 bilhões (+4%)
  8. Walmart: US$ 62,496 bilhões (+16%)
  9. Facebook: US$ 61,998 bilhões (+82%)
  10. ICBC (Banco Industrial e Comercial da China): US$ 47,832 bilhões (+32%)

Você pode conferir o relatório completo, a metodologia e um ranking das 100 marcas mais valiosas (que não inclui nenhuma brasileira) nesta página.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Kang Otro ?
kkk boa!
Tiago Celestino
Acho que a Apple de hoje não está ligando tanto para esses rankings.
Chico Nores
Entre os 500, tem Itaú, Bradesco e Banco do Brasil, sil, sil. Pelo menos, né?
Chico Nores
Steve Jobs está revirando os ossos de angústia nesse momento
Keaton
Não sou economista, mas -27% me parece bem ruim. haha
Junior Santos ?
Eu ultimamente estou mais extremista. Se a Apple "anunciar amanhã" que o Cook está fora como CEO, vou bater palmas! Ele não é a melhor pessoa para o cargo. Ele transformou a gigante do Jobs, num monstro de empresa no quesito dinheiro. Inovação morreu junto com o fundador. Hoje é uma empresa de iPhones. Ele continua sendo o produto mais rentável da Apple, por enquanto. Penso que Maçã deveria ser igual era na época do Jobs: Cook como COO e alguém que realmente entenda de tecnologia e tenha visao para tal (como o Nadella que entrou no lugar do Balmmer) assumir o cargo de CEO.
Edley Santana ?
Isso é bom. Não que eu fique torcendo pela derrota da Apple mas é bom pra dar um sacode na empresa. Está acomodada. O quesito "inovação" ficou pra trás. Ano após ano, tem trazido mais do mesmo. É bom levar esses sacodes.
Lucas Herrera
Se a Apple fornecesse toda a tecnologia que existe nos seus produtos para todos os consumidores.Mais como sempre está entre EUA,Australia e Reino Unido kkkkk
C. Herrera
"Por outro lado, a Apple “tem explorado a boa vontade de seus clientes..." Concordo, e não é só o preço que explora a boa vontade dos clientes.
Alberto Prado
Era o esperado. Mas acho que a MS deveria ter crescido um pouco mais. Ela tá com uma presença bem significativa em termos de produtos e serviços
André Silva
27% de uma só vez? Meu pai do céu. É tipo começar a jogar Diablo I, tropeçar numa pedra e já cair direto no nível do Diablo.
Fellipe
Como já era de se esperar, Google melhor em produtos, em serviço! O "ecosistema" Google é bem mais completo tanto para usuarios quanto para trabalho, digo pois uso 90% das ferramentas coisa que com o iphone nao conseguia!