Início » Gadgets » Lev Neo e Lev Fit são os novos leitores de ebooks da Saraiva

Lev Neo e Lev Fit são os novos leitores de ebooks da Saraiva

Por
19 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Saraiva iniciou a semana lançando a nova geração da sua linha de leitores de ebooks. São dois modelos: o Lev Fit é a versão de entrada; o Lev Neo é voltado ao usuário que quer algo mais arrojado. Com a chegada de ambos, as versões anteriores foram descontinuadas.

Além do design externo, com menos curvas e dimensões ligeiramente menores, os dois novos leitores estão cerca de 50 gramas mais leves na comparação com a geração anterior. A Saraiva também destaca que eles têm mais capacidade para armazenamento de dados e bateria que dura mais tempo.

Lev Neo

E quais as diferenças entre eles? O Lev Fit tem 4 GB de capacidade; o Lev Neo, 8 GB. O acabamento deste último também é um pouco mais sofisticado. Mas é a tela que realmente define cada um: o Lev Fit tem display de 800×600 pixels sem retroiluminação; já o Lev Neo tem painel de 1024×758 pixels com iluminação LED de até 20 níveis de intensidade. Em ambas as versões, a tela tem tamanho de 6 polegadas e tecnologia e-ink Carta HD.

Como o modelo mais simples, o Lev Fit é o mais barato: R$ 299. A Saraiva explica que o dispositivo é voltado ao consumidor que está tendo seu primeiro contato com um leitor de ebooks — ou, convenhamos, não quer ou não pode gastar mais do que isso. Já o Lev Neo, com todos os recursos adicionais, sai por R$ 479.

Você deve ter percebido que os preços são os mesmos praticados pela Amazon: o Kindle “normal” também custa R$ 299; já a versão Paperwhite, com tela retroiluminada, sai por R$ 479.

Mas, comparando as características técnicas, a gente nota duas diferenças interessantes em relação aos leitores da Amazon: os novos Levs suportam microSD de até 32 GB e têm botões físicos nas laterais para facilitar a troca de páginas (mas, para quem prefere fazer isso na tela, em ambos os modelos o painel é sensível a toques).

Lev Neo

O Lev Fit e o Lev Neo já estão à venda no site da Saraiva. As lojas físicas da empresa receberão os dispositivos a partir da próxima semana. Ambos vêm com dez livros na memória e permitem que outros quatro sejam baixados gratuitamente.

Com informações: Exame

  • Artur Domingues

    Só resta saber os livros gratuitos

    • ePub… Tem muitos sites onde você pode baixar clássicos gratuítos de maneira legal.

  • Christian Hartung

    Enquanto isso a Livraria Cultura… Nada!

    • Arthur V.*

      Fim da parceria com a Rakuten/Kobo?

      • Christian Hartung

        Não sei. Segundo o Facebook da Kobo, ainda é a Cultura quem vende aqui no Brasil. O problema é falta de estoque mesmo.

        Mas parece que os leitores mais recentes estão em falta em vários lugares do mundo. A Kobo achou que venderiam bem menos do que efetivamente venderam.

        • jonatasongs

          Consegui trocar o meu Touch por um Aura 2 (Edição 2) pq pedi para um amigo trazer de Portugal para mim. Na FNAC Portuguesa acredito que tem todos os modelos.

    • Eduardo

      Recentemente eu perguntei no perfil da Kobo no facebook e falaram que estão preparando uma geração nova e que a parceria com a Cultura continuaria.

    • Mago Erudito®

      Compre um kindle e seja feliz. 🙂

      • Christian Hartung

        Nem. Meu Kobo ainda funciona mais que perfeitamente. Só queria trocar por um modelo a prova d’água.

        • Mago Erudito®

          Então seja feliz!

        • EuMesmo

          Há rumores que o Kindle Paperwhite novo virá a prova d’água!

    • Frank Vinnicyus

      Sdds do Kobo Glo que eu tinha 🙁

  • Custava vender mais barato e ganhar com as vendas digitais?

    De quebra isso já resolvia “um pouco” o problema da concorrência (que eu mesmo acho impossível, dado o tamanho da amazon).

  • Flávio

    Só faltou dizer q a Saraiva (e a Amazon?) não diminuiu o preço dos seus leitores digitais mesmo com o STF isentando-os de impostos.

    • emersonalecrim

      O ruim aqui é que eles podem argumentar que os custos aumentaram, mas que ao menos conseguiram manter os preços e tal…

      • Lucas Carvalho

        O preço do Kindle não é subsidiado?

      • Dowglasz

        Balela.

    • EuMesmo

      O preço do Kindle do Brasil já era bem semelhante ao praticado nos EUA (com conversão), então acredito que, conforme o Lucas disse abaixo, seja subsidiado!

      Fora que estou indo para minha segunda troca do Kindle:

      Primeiro Kindle básico: preço normal era 299 reais e paguei 200 em promoção e veio com defeito de fabricação coberto pela garantia. Me devolveram 300 reais para comprar um novo pelo valor vigente e ainda peguei um ebook de 4 reais e ganhei mais 100 reais de desconto (teoricamente paguei 200 e recebi 400), completei com 80 reais e fiz upgrade para o Kindle Paperwhite. O Paperwhite quebrou a tela por dentro, mesmo após estar fora da garantia, me deram 383 reais de créditos e estou esperando uma promoção de redução de 100 reais para adquirir um novo PPW!

      Kindle ainda no preço normal vale muito a pena e o suporte nunca te deixa na mão! O certo seria eu pagar pelo conserto do aparelho, mas vou poder tirar um novo gratuitamente! 🙂

      • Dowglasz

        Não era nem pra vir com defeito nem pra quebrar tão fácil, na verdade.

        • EuMesmo

          Pode acontecer, nenhum eletrônico está livre de falhas e defeitos de fabricação. O fato da tela ter quebrado eu não sei o motivo, talvez queda, acho mais importante a qualidade do pós venda, no caso da Amazon eu continuarei comprando pois sei que não ficarei na mão. Não sei se aconteceria o mesmo com o Kobo ou Lev!

  • Léo Oliveira

    O software continua a mesma porcaria da versão anterior? Com exceção do recurso PDF Reflow

    • B.

      A versão anterior já te o Reflow, então, continua a mesma porcaria.

      • Ban

        Pessoal eu testei ele numa loja no Rio, parece que na loja da Barra da Tijuca um vendedor estava fazendo pré venda e demonstrando o produto, fiquei sabendo que o processador mudou e mudou muita a performance. pelo que eu vi ele testando realmente esta bem mais rápido que o meu 🙂

  • Capivarildo

    Tenho um Lev de primeira geração e não tenho muitas reclamações a fazer, mas sinto falta de uma integração com a Wikipédia e de um serviço de mensalidade como o Kindle Unlimited.

    • Dowglasz

      Quando eu tenho a possibilidade de carregar uma biblioteca inteira dentro de um estojo, eu também sinto uma falta absurda da enciclopédia.

  • Matheus Alexandre

    Estou muito bem com meu Kindle básico obrigado!

  • Uma coisa que acabou matando o Lev pra mim foi a faixa de iluminação meio mal feita. Tava no ônibus de viagem à noite, liguei ele, e no nível mínimo parecia que eu tinha ligado um holofote lá dentro. Tentei o modo noturno, onde ele inverte e fica tela preta e letras brancas, mas não mudou muita coisa. Esperei uns meses pelo próximo update, mas nada. Acabei pegando o Kindle da namorada e resolvi esse problema. Espero que essa geração nova tenha melhorado nesse ponto!

    • Esse é um ponto muito importante. Realmente incomoda.

    • B.

      Mesmo problema comigo, deixo a iluminação zero e mesmo assim parece um farol.

  • Igor

    Com o mesmo preço do Kindle ele já nasce morto, difícil entender certas empresas.

    • Igor

      Isso sem as promoções, direto aparece Kindle abaixo dos 350.

  • Dom Madruga

    É pelo jeito, ainda vou continuar com meu kindle paperwhite wifi+3G da primeira geração por muito tempo rs

  • OK… Pondo na lista para comprar um Lev Neo… Sou fã do Lev!

  • Felipe Silva

    Alguém lembra os preços dos que saíram de linha, se esses estão mais caros ou o mesmo preço?

    • Dowglasz

      Lançados pelo mesmo preço.

  • ridingthestorm

    Eu tenho um hábito compulsivo… Tenho uma penca de wishlists na Amazon separada por tópicos onde salvo todos os livros que acho interessante e gostaria de ler (Ciência, história, economia, WW2, etc). Quase todo dia eu entro pra dar uma olhada se os preços continuam os mesmos ou baixaram (os ítens salvos na wishlist apontam se houve decréscimo no preço e em quantos %). Perdi a conta de quantas vezes um livro que tava com muita vontade de comprar mas tava custando uns 55 reais de repente tava (as vezes só naquele dia ou semana) com 82% de desconto custando tipo R$ 9,9. Com esse modelo de negócios, acho impossível concorrer com a Amazon. E como se isso não bastasse, quando comprei meu primeiro Kindle, eu dormi lendo, desci o braço nele e quebrei a tela. Liguei pra Amazon pra saber como eu poderia trocar a tela. Eles me deram um puxãozinho de orelha bem de leve citando os cuidados que eu deveria ter com o aparelho, e logo em seguida me disseram que enviariam um novo sem custo algum. Não adianta as outras empresas fazerem uma política de preços semelhante nos aparelhos, eles tem de alguma forma que oferecer um diferencial.

  • gilberto fernandes costa

    Eu tenho 2 kindle, o keyboard e o paperwhite. Sou apaixonado por eles. Inventei de comprar o Lev e me decepcionei. A questão da luminosidade exagerada, mesmo no minimo, incomoda. E o meu não trabalha bem com o reflow do PDF, demora a carregar os livros neste formato, mesmo usando esse processo. E agora surgiu outro problema: está descascando na lateral do aparelho, ficando com um visual horrivel. Espero que estes novos modelos estejam melhores e mais resistentes. Quanto ao preço, meio dificil concorrer com a Amazon, empresa muito prestativa, boas promoções e otimo atendimento online. Se estes novos modelos da Saraiva não tiverem os preços reduzidos, podem não ter muito sucesso nas vendas.

    • Dowglasz

      O primeiro Lev não pôde ser considerado um sucesso. Ao contrário.

      O problema do reflow é mesmo triste, todo mundo reclama disso. E o detalhe é que essa reclamação vem para PDFs que suportam o reflow!!!

      No próprio serviço da Saraiva eu baixei uma edição da Scientific American diretamente no aparelho. Pra ler aquilo foi um martírio.

  • Luciano Lopes de Queiroz

    Como a bateria é mais duradoura se caiu 600mA em relação à versão anterior? Só se o processador ou a tela compensarem esta perda.

  • EuMesmo

    Continuarei no Kindle, simplesmente pelo fato do suporte técnico da Amazon ser de outro mundo! E essas funcionalidades que o Kindle não tem e são citadas na matéria não me fazem falta. A mémoria interna já é suficiente para mais de mil livros e mesmo assim ainda posso utilizar a nuvem da Amazon (inclusive para livros de outras fontes que não sejam da Amazon, bastando enviá-los pelo aplicativo send to kindle ou via e-mail) e passar paginas pelo touch acho tranquilo!

  • Priscylla Vidal

    Ainda tenho minhas dúvidas… Lev Neo ou Kindle Paperwhite… Vejo comentários ruins do Lev e comentários ruins do Kindle e a dúvida só aumenta. :-/

    • Dowglasz

      Eu sou entusiasta do Lev (por ser um produto brasileiro). E com os conhecimentos de um entusiasta eu te garanto:

      os comentários ruins sobre o Lev são mais ruins do que sobre o Kindle.

      Fique com o da Amazon.

  • Dowglasz

    Quando eu fui na loja eu pensei que era “Lev Fit com luz” e “Lev Fit sem luz”, então eu deduzi que “Fit” fazia referência ao design. Dessa forma eu rejeitei completamente o nome dado ao produto, porque embora seja mais leve (peso) a estética é grotesca, é bruta, é sisuda, é quadradão e não tem nada de “fit” ali.

    Lendo agora essa matéria eu entendi que entender o significado de “fit” exige que você conheça o produto alternativo e compare configurações internas e preços. Somente estabelecendo de forma bem definida essa comparação é possível entender de onde vem “Lev FIT”.

    A única melhoria que eu consigo ver é uma melhor qualidade na resolução e no próprio e-ink, além do botão pra mudar de página. Mas é obrigatório ser honesto nessa ocasião: QUE MERDA FIZERAM AQUI? Ainda quer chamar de “produto de entrada”??? Algum idiota nesse fim de mundo vai “experimentar” uma coisa que não sabe como funciona direito, custa caro e tem essa aparência horrorosa?
    Era muito melhor ter mantido o design antigo e adicionado os botões nele. Aquele sim era um “fit”.

    A propósito: o produto “alternativo” não é a versão mais barata não, viu, queridinhos? Por um preço tão alto quanto o do Neo qualquer cliente que pense duas vezes vai preferir comprar um tablet de verdade. O produto principal é o mais barato porque já tá no limite de preço, além de oferecer a experiência deseja, quando se compara ao livro tradicional (impresso).
    A tela iluminada é dispensável, e se custa o dobro do produto principal aí você tem que apelar de forma indecente nas campanhas de marketing pra fazer ela liderar as vendas.

    Uma coisa que tá faltando no setor de marketing tem um tempo é HONESTIDADE.

    E outra coisa que faz mais falta ainda é CONTATO COM A REALIDADE.

  • Diego G. de Lima

    Posso tá errado, mas mexeram, mexeram e não mudaram o principal, o hardware. Quem, como eu, quer ler pdf vai escolher o Lev, mas me disseram que ler esse tipo de arquivo no Lev, quando ele tem mais de 20 megas, é um martírio porque ele trava, engasga… O Kindle não se adapta bem com o PDF, o Lev ainda não conseguiu resolver todas suas pendências e eu fico com um tablet que tenho que recarregar todo dia; o que mais me interessa em e-readers é a duração da bateria.

    • Nicolle Freire

      Estou fazendo uma pesquisa para comprar e-reader e vi nos comentários e avaliações que o Lev seria o melhor pra lê PDF. Pela primeira vez li aqui comentários ruim sobre desempenho do Lev para o PDF. Essa ferramenta Reflow não funciona tão bem como se propõe ou é problema do processador? Reforço que a maioria dos textos que leio são PDF… Ai que dúvida…

      • Diego G. de Lima

        Pelo o que pesquisei na Internet e no YouTube, onde tem rewiews e você pode perguntar nos comentários e o autor do vídeo responde, a leitura de pdfs grandes, (mais de 20 megas) é impossível, então para mim que quero ler livros scanneados de 40 ou mais não presta. Mas se quer ler artigos, matérias simples, com poucas figuras ou tabelas, pode te atender. Vá numa loja, leve o livro em pen drive que eles passam pro lev e você pode fazer o teste lá.

        • Nicolle Freire

          Entendi. Vou dar uma olhada no tamanho dos meus arquivos então. Obrigada!

  • Eduardo Figueiredo

    O Neo é o primeiro e-book reader que conheço com 8 gigas de espaço.

  • Nicolle Freire

    Estou fazendo uma pesquisa para comprar e-reader e vi nos comentários e avaliações que o Lev seria o melhor pra lê PDF. Pela primeira vez li aqui comentários ruim sobre desempenho do Lev para o PDF. Essa ferramenta Reflow não funciona tão bem como se propõe ou é problema do processador? Reforço que a maioria dos textos que leio são PDF… Ai que dúvida…