Início » Computador » Surface Laptop bate recorde (ao contrário) no iFixit: impossível de abrir sem destruí-lo

Surface Laptop bate recorde (ao contrário) no iFixit: impossível de abrir sem destruí-lo

Nota 0 de 10

Por
16/06/2017 às 17h09
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Apple ficou marcada por dificultar a abertura, manutenção e upgrade de seus MacBooks, mas a Microsoft conseguiu fazer pior com o Surface Laptop. O iFixit, conhecido por destrinchar eletrônicos, deu nota 0/10 para o notebook no teste de reparabilidade. Segundo a publicação, a máquina não pode ser aberta sem ser danificada e “não é um laptop, é uma monstruosidade cheia de cola”.

O Surface Laptop foi revelado em maio. Ele é o primeiro notebook a rodar o Windows 10 S e tem design de alumínio, hardware potente e bateria que aguenta até 14,5 horas longe da tomada. Os reviews da mídia estrangeira foram em sua maioria positivos, destacando o bom desempenho, a autonomia acima da média e a qualidade da tela sensível ao toque de 13,5 polegadas.

Só não espere substituir um componente defeituoso por conta própria ou fazer upgrade de RAM, SSD ou processador depois da compra, já que todos os componentes são soldados. O acabamento de tecido em volta do teclado precisa ser descolado para dar acesso a uma placa de metal que possui bastante cola para grudar todo o resto do notebook; não há como colocar tudo de volta depois da desmontagem.

Segundo o iFixit, é difícil e perigoso substituir a bateria, o que limita a vida útil do Surface Laptop; e o conector de fone de ouvido, embora seja modular, só pode ser acessado depois de remover a ventoinha, o dissipador de calor, a tela e a placa mãe (ou seja, tudo). “Não há nada aqui que seja atualizável ou duradouro, e ele literalmente não pode ser aberto sem ser destruído”, diz o site.

Será que a Microsoft dá um notebook novinho em folha se uma peça der problema?

  • Mas nossa nem a bateria? Puts

    • Matheus Mohr

      foi o que pensei, visto que notebooks, bons ou ruins, estão sempre sujeitos a um problema na bateria, ou mesmo uma redução na carga que ela guarda… que cagada da microsoft isso aí

      • ussantos

        Leia minha resposta nos comentários acima e abaixo, por favor.

        • Matheus Mohr

          Da mesma forma que meu avell não deu problema nenhum enquanto o que meu colega comprou deu problema até no teclado (pode pesquisar que não é algo comum). Não podemos nos basear nos casos de sucesso apenas, aparelhos eletrônicos podem dar problema, e o Surface vai impedir que seja “apenas um problema” e vai forçar a troca do laptop. (E como ele está, não tenho dúvida que a bateria ira durar a vida útil, visto que quando der problema na bateria, vai ter que jogar fora kkkk)

          • ussantos

            Claro que devem ter surfaces com problemas, mas não é a maioria! Se fosse certamente teríamos o publico reclamando… Quatro a Cinco anos é mais do que satisfatório para mim, pois independente de bateria é o tempo que eu gosto de trocar de PC, trocaria até antes se pudesse e, como eu disse anteriormente, ano que vem pegarei outro Surface! Enfim, é um produto de muita qualidade, vos fala um dono satisfeito.

          • Matheus Mohr

            “Quatro a Cinco anos é mais do que satisfatório para mim, pois independente de bateria é o tempo que eu gosto de trocar de PC” é exatamente disso que eu estou falando, assim como você, gosto de trocar de note com essa média de 5 anos. O problema é que, com o novo surface, eu não tenho essa opção, esse tempo não é definido pelo meu cuidado com o aparelho, mas sim pela sorte. Se acontecer qualquer tipo de problema, por mais besta e simples que seja, eu não tenho opção a não ser trocar (não estou considerando o tempo de garantia). Se por acaso eles resolverem fazer como outras fabricantes e oferecerem 3 anos de garantia, já faz sentido, mas com 1 ano de garantia o surface vai ser uma roleta-russa. E não estou tentando te convencer de que “O Surface é ruim”, eu nem posso falar isso, nunca utilizei um, mas defender essa postura de “vamos lacrar o notebook inteiro” não faz sentido pra mim, parece retrocesso.

          • ussantos

            Te entendo e concordo com você. Mas veja: Comprei um laptop que não é oferecido no mercado brasileiro e que não tem suporte e nem garantia local, então assumi o risco de quebrar ou ser roubado sem poder substitui-lo facilmente, desde o primeiro momento que o vi. Fiz isso consciente, pois entendo que os lugares que ando e o meu cuidado são satisfatórios.

            Eu troquei a “segurança” de uma garantia e suporte por uma “experiência” de um equipamento premium, e que por isso não me deu dores de cabeça. Mas entendo que nem todos estão dispostos a fazer o mesmo.

            Quem não tem essa disposição, pode comprar um Dell ou HP aqui no Brasil e problema resolvido! Ou então, se mudar para os EUA.

            Quanto ao roubo, não vejo jeito, pode acontecer com qualquer um e qualquer laptop, só nos resta fazer um seguro.

            O importante é fazer as coisas de forma consciente! Abraços

    • Caio

      Eu não compraria por isso, baterias se desgastam com o tempo. Se eu usar ele na bateria diariamente teria que trocar de laptop praticamente dois anos depois da compra só pra ter boa autonomia outra vez!? Acho isso um determinante enorme pra quem pensa no longo prazo quando compra um novo eletrônico.

      • ussantos

        Tenho um Surface Pro 3 desde julho de 2014, são 3 anos, e a bateria dele não está viciada. Usei ele diariamente pra trabalhar até fevereiro desse ano, tive que parar pois a empresa proibiu o uso de laptop pessoal, nos últimos meses só tenho usado o surface na faculdade e em casa.

        Imagino que o Surface Laptop tem a mesma qualidade de construção ou superior, já que é mais recente. Enfim, a bateria deles duram a vida útil da maquina, pretendo trocar o meu Surface Pro 3 no ano que vem, depois que ele fizer 4 anos e, com certeza, será por outro Surface, estou extremamente satisfeito, até agora foi o laptop de melhor qualidade e mais bem construído que já tive.

        • Caio

          Não imaginei que isso acontecia, mas se a qualidade da bateria continuar assim no Surface Laptop já é um problema a menos. Mas ainda me pergunto como problemas de hardware podem ser solucionados fora da garantia. Seria bacana se a pessoa possa pagar uma fração do valor original e ter o aparelho trocado por conta de um problema técnico.

          • ussantos

            Lá nos EUA eles devem seguir política parecida com a da Apple, creio eu. Comprar lá fora e trazer para o Brasil, como eu fiz com o meu, é correr risco, já que ele não é vendido ou suportado em nosso mercado. Mas eu fiz isso de forma consciente.

          • Caio

            Embora acho que com sem partes móveis internas os computadores tendem a ter menos problema, sem falar no avanço tecnológico.

    • ussantos

      Tenho Surface Pro 3 desde julho de 2014, são 3 anos, e a bateria dele não está viciada. Imagino que o Surface Laptop tem a mesma qualidade de construção ou superior, já que é mais recente. Enfim, a bateria deles duram a vida útil da maquina, pretendo trocar o meu Surface Pro 3 no ano que vem, depois que ele fizer 4 anos e, com certeza, será por outro Surface, estou extremamente satisfeito, até agora foi o laptop de melhor qualidade e mais bem construído que já tive.

  • Felipe Cluk

    Sei como é, meu surface pro 2 morreu ontem depois de mais de 3 anos comigo. Depois que vi o video de como desmontar para tentar arranjar o problema bateu até desanimo. É um otimo produto, mas como tudo tem uma vida util, e nao sei por que dificultar tanto a nossa vida para manutenção, nos torna escravos da assistencia “especializada”, algo que no caso nao existe no brasil

    • ditom

      Escravos de assistência? Que nada! Jogue fora e compre outro!
      Por isso admiro o trabalho do iFixit. Eles olham não só seu bolso como a sustentabilidade também…

    • CtbaBr

      Não me parece que haja alguma preocupação com a assistência, nem mesmo a especializada, parece algo feito para ser descartado mesmo!

      Se houvesse alguma preocupação com a manutenção especializada, eles fariam algo fácil de ser desmontado, →com indicadores de violação←
      Essa historia de sustentabilidade é só uma falacia que a maioria das empresas usam, para atrair pessoas preocupadas com o meio ambiente!

  • Alexandre

    Faltou o link para a fonte da informação

  • Cristiano Hahn

    Jamais compraria um produto que não pode ser desmontado, tenho muito nojo deste tipo de coisa, só empresa escrota faz isso, tipo a Apple é outra, que vincula tudo a tudo, empresas assim não merecem o respeito de seus clientes, dificultar reparos é a maior filha $% &%3$@%”que uma empresa pode fazer!

    • tuneman

      4 anos atrás o upgrade foi um dos motivos da compra do meu Notebook Lenovo. Basta remover a tampa traseira e eu posso trocar facilmente o HD, memória e até SSD.

      • Tom

        Qualquer note que não é Ultrabook da para substituir esses componentes facilmente.

        • Ainda bem, amigo. Fico aliviada aki com meu Toshiba Satellite.

        • Trovalds

          Se engana você. Tem notebook que é um parto pra acessar qualquer coisa pra fazer manutenção. Recentemente me deparei com um Asus que não tem acesso a nada a não ser que você desmonte praticamente metade do equipamento. E não, não é um ultrabook.

          • Cristiano Hahn

            sim…sim…os novos a maioria tem que quase desmontar completamente, porém podem ser desmontados sem grande dificuldade, não é preciso um formão e um martelo como no surface kkkkkkkkkkkk

      • Joaomanoel

        Exato. Até meu samsungão de entrada que aposentei há anos já tinha a facilidade de abrir uma portinha embaixo e fazer upgrade de RAM e HD.

  • Felipe

    A Microsoft realmente quer ultrapassar a Apple em tudo hein haha

  • Adriano

    É óbvio que o produto novo tem garantia. Se houver componentes com problemas, a garantia cobre pois será fácil pra assistência técnica observar se o laptop foi aberto ou não, já que foi construído pra não ser aberto. Sem drama galera.

    • Alberto Prado

      A questão não é conserta algo dentro da garantia em um lugar mais barato ou por conta própria. E sim, fora dela. Como o caso do amigo ali abaixo e o Surface pro 2.
      Ontem mesmo eu substitui a bateria de um notebook slim da HP da minha irmã que tinha +/- 4 anos e ainda está em perfeitas condições de uso. Logo, percebe-se que coisas corriqueiras como essas não serão possíveis com o novo Surface. E dado o elevado investimento, essa característica não é algo a se desprezar.

      • Adriano

        Eu acho que quem compra um Surface, pelo elevado investimento para um laptop, não está preocupado com a bateria. Se comprou, e está preocupado com o valor gasto, tem que ter em mente que um upgrade não é possível.

        • Renan Araújo

          Sabe, acho que ninguém compra alguma coisa só pra gastar muito. É claro que se compra pensando na bateria, no desempenho e, principalmente, na durabilidade. Nada feito sem manutenibilidade é bom. Desde de um celular a um processo industrial de confiabilidade alta.
          Manutenção é corriqueira, é necessária.

          • Cristiano Hahn

            realmente, quem compra um equipamento e não pensa em manutenção é, me desculpe a expressão, um completo retardado mental, e quem apoia este tipo de atitude é mais retardado ainda!

          • Adriano

            Você diz isso porque não pode comprar sem se preocupar com a manutenção futura pois, este investimento, é demasiado caro para você.

            O público do surface, do qual evidentemente você não faz parte, é um nicho específico. Esse público, por mais que você os considere retardados mentais, é fato que eles não estão preocupados com manutenção.

            “Quem compra uma ferrari, o faz preocupado com o gasto que mensalmente irá ter?”

            O que você pensa ou deixa de pensar desse público, é um problema seu, e não muda a realidade deste mercado.

            Caso eu queira um laptop para no futuro fazer upgrades, não compro um surface. Existem semelhantes e até melhores disponíveis no mercado. Eu seria um retardado se comprasse um surface, pensando em um futuro upgrade, mesmo sabendo desta impossibilidade.

            A lógica desse mercado não gira em torno do seu umbigo, amigo.

          • Cristiano Hahn

            e só por esse fato acha que é certo? digamos que 2% da sociedade mundial tenha “grana” de trocar notebook a cada ano? qual a demanda, maioria vai comprar essa porcaria sem ter conhecimento da manutenção 0, ou você tem ódio de quem não tem condições financeiras? se for isso, são eles que produzem seu alimento!

          • Adriano

            Cara, seu comentário sobre “ódio e minorias” não tem sentido algum e em nada tem haver com a discussão posta aqui.

            O retardado mental aqui, vai tentar te explicar…

            O Processo produtivo demanda um custo que ao final, são abatidos do lucro líquido da empresa. Quanto maior a complexidade desse processo, maior o custo, consequentemente, menor o lucro.

            A lógica “criada” pela Apple foi: “simplifique o produto, crie um nicho para ele, então venda caro. Isso na prática, significa um lucro consideravelmente maior e sua empresa de quebra, ganha o status de “inovadora”, com produtos exclusivos que se diferem da concorrência. Quem tem poder aquisitivo, busca exatamente isso meu caro amigo revoltado. Conforme-se.

            O que a Microsoft está tentando fazer com o Surface, é exatamente o que a Apple fez com seus Macbooks, ou seja, a menor complexidade possível, permitindo uma simplificação que barateia consideravelmente o custo de produção, e como consequências direta disso, lucro maior e com direito a produzir menos.

            Com a Apple faturando bilhões a cada trimestre, ninguém duvida que esta estratégia funcione.É disso que se trata.

            Existe demanda para produtos assim?
            É evidente que sim, caso contrário, a Apple não seria o que é hoje, e a Microsoft, só está tentando seguir pelo mesmo caminho.

            Agora você pode perguntar:

            “Mas o que há de mais nos produtos da Apple?”

            Eu respondo:

            – Nada, além do fato de serem simples e diferentes entretanto, a grande sacada da Apple foi descobrir que é exatamente isso que as pessoas querem.

            A Apple não se tornou lider de mercado por conta disso mas se tornou a empresa que mais fatura vendendo menos e com a maior margem de lucro.

            Então pra você criar um laptop com a possibilidade de se fazer upgrades, envolve engenharia mais complexa, que encarece o processo produtivo, o que não permite a criação de um nicho para consumi-lo por que ele será igual a qualquer outro, então você não pode cobrar caro por uma “exclusividade” que não existe e que as pessoas tanto desejam, não importando o custo beneficio.

            Espero que o retardado aqui, tenha sido didático o suficiente.

          • CtbaBr

            Perfeita a sua visão do mercado©
            Mas definitivamente eu não tenho o perfil de cliente dessa empresa(s)!

          • Victor Zavecz

            Acho que algumas opiniões suas estão equivocadas.

            1º: sua comparação Ferrari x Surface sem reparabilidade. O exemplo que você usou é simplesmente idiota. Quem compra um Surface ou uma Ferrari, quer ter condições de consertar seu Surface ou Ferrari fora da garantia, ou você acha que todo mundo que vê um pneu da sua Ferrari furar pensa que é hora de comprar uma Ferrari nova? Não estamos falando de gastos mensais (ou sequer “upgrades” de RAM ou armazenamento / gasolina e manutenção do carro), estamos falando da capacidade de reparação em caso de defeito, o qual QUALQUER produto está sujeito, e esse é o ponto: na Ferrari eu troco o pneu do carro, mas no HD ou algum outro componente interno do Surface, como eu consigo repará-lo fora da garantia se ele precisa ser destruído para isso? Você consegue enxergar a burrice da Microsoft ao construir o Surface dessa forma e a sua em defender tal atitude? Nem vamos entrar no mérito ambiental da questão.

            2º: lógica criada pela Apple. O ponto de destaque que levou a Apple onde está hoje foi seu FOCO. Ela nunca criou nichos e nunca se preocupou em atuar fora do seu foco, ou seja, APENAS high-ends. Enquanto víamos Samsung / LG / Nokia / Motorola / Sony lançarem de 20 a 50 celulares POR ANO, englobando do low ao high-end, a Apple lançava apenas UM. Você reduz sua cadeia de suprimentos, processos de fabricação, fornecedores, equipe necessária pra gerenciar tudo isso, otimiza logística e, consequentemente, reduz seu CUSTO, maximizando sua margem de lucro. A Apple quebrou os paradigmas da época funcionando nesse regime.

            3º: O custo do processo produtivo de um determinado produto não é DEDUZIDO do lucro sobre a venda, ele está EMBUTIDO sobre o custo de venda, não tendo NADA A VER com o lucro sobre a venda. Pra ficar bem claro, o lucro não depende do custo do processo de fabricação, mas um custo de fabricação menor permite maximização dos lucros (perceba que minha afirmação e a sua são essencialmente diferentes).

            4º: segundo o iFixIt, e até onde eu lembre, a Apple nunca restringiu seus usuários a repararem seus produtos (a fazer o upgrade sim, infelizmente).

            Se a Microsoft está tentando seguir os passos da Apple, está fazendo isso de maneira burra. E mesmo que eu tivesse dinheiro pra comprar um Surface, esse ponto que me impossibilita realizar manutenção é o que me faz decidir em não comprá-lo.

          • Adriano

            Obrigado pela réplica.
            Mas vamos lá…

            Primeiro…
            Minha afirmação sobre Ferrari e o Surface foi apenas uma ilustração para exemplificar que, quem adiquire um produto a um custo alto, de maneira geral, não está muito preocupado com os eventuais custos de manutenção. O amigo que estava em discussão comigo, afirmou que essa é uma mentalidade de retardado, quando na verdade, isso é um simples fato. Sua observação foi bacana mas desnecessária pois, tentar explicar o que já está evidente, isso sim é idiotice.

            Segundo…
            Sua opinião SOBRE minha opinião a respeito de como a Apple se tornou a Apple, não é discutível, a não ser que você seja professor de economia de mercado, caso contrário, não me serve pra muita coisa.

            Terceiro…
            O custo do processo produtivo tem impacto sim no lucro de um empresa. Trabalho em uma multi nacional e sei exatamente o que estou dizendo. Quanto a você, não sei.

            Quarto…
            Em momento algum eu afirmei que a Apple fez qualquer tipo de restrição aos seus usuários. O que eu afirmei foi:

            Peste atenção…

            “Por criar um design simplificado, ao estilo mono bloco, menos complexo do ponto de vista de engenharia, a Apple conseguiu diminuir custos, abrir novas possibilidades como por exemplo, um design ultra fino, aliado à simplicidade e eficiência do sistema operacional, se tornar referência.

            Quanto a suposta burrice da Microsoft, segundo você evidentemente, bom aí é sua opinião, eu não vou discutir.

            Se você vai comprar um Surface ou não, é uma escolha sua, entretanto, muitas pessoas irão comprar por ele ser exatamente do jeito que é. Questão de gosto e bolso, amigo.

          • Marsupial radical

            Cheguei aqui brabo com a matéria e levei uma aula de graça na cara. Obrigado por compartilhar teu conhecimento!

          • Cristiano Hahn

            Outra, esse lixo tem ventoinha, que entope de pó dependendo o ambiente de uso, ou seja, se travar por aquecimento, compre um novo, por mais que eu pense não não consigo entender esta sua forma pobre fóbica de pensar!

  • Miguel Martins

    isso é péssimo! cada vez mais produtos feitos para serem inteiramente descartáveis. quando faltar matéria prima eu quero ver como vai ser.

  • Keaton

    Isso que dá querer produtos cada vez mais finos, né App… não pera…

  • Fabio de Oliveira

    O meu Surface Pro 3 deu problema no conector do covertype e por sorte ainda estava na garantia. Por mais sorte ainda consegui levar na assistência e me deram um novo aparelho, nada de conserto.

    • CtbaBr

      Vendo essa “desmontagem” do pessoal do iFixit, fica fácil entender o porque deles darem um novo aparelho ao invés de consertarem!
      O legal é que agora você tem um novo Surface, o ruim é que quando der problema fora da garantia, já era, só jogando no lixo!

  • Anderson Olliveira

    Tudo que vem da MS é lixo. Uso Mac há 15 anos e nunca tive um problema. Pode custar caro, mas vale cada centavo.

    • Cristiano Hahn

      Mac, mais lixo que positivo, Mac em si é uma gambiarra, hardware da apple é uma bosta, que já trabalhou com assistência da apple sabe do que falo, única coisa que realmente presta da apple é o software, pois o hardware parece ter saído de uma garagem de fundo de quintal!

      • Anderson Olliveira

        Então vou ficar mais 15 anos com esse lixo. E provavelmente as agência de propagandas também, os estúdios de músicas também e os fotógrafos também continuaram trabalhando com esses lixos. Estranho que esses profissionais que precisam de performance não utilizam Rwindows, né?

        • Cristiano Hahn

          não uso windows, mas isso não vem ao caso, e minha simples máquina de 3000 reais coloca a maioria dos iMac no chinelo em desempenho, e o desempenho do mac, não se deve muito ao hardware, e sim ao software, o hardware deles é um amontoado de gambiarra, e isso é um fato!

          • Anderson Olliveira

            Nós (usuários de Mac), estamos pouco se lixando pra hardware. O mais importante é o OSX e IOS. Isso se chama experiência de usuário. Renderiza o video no I7 com windows e com um core 2 duo com Mac que vc verá pessoalmente o que acontece.

          • Cristiano Hahn

            Não mesmo, eu já trabalhei com iMac pro, e não é tudo isso não, o software é bom, isso jamais nego, o que conta nessas coisas é hardware e potência de processamento, já fiz testes renderizando vídeos 4k, tanto no windows, quanto no Linux, quanto no osx, e o que conta nisso é hardware, o sistema pode ajudar, um pouco por rodar menos processo etc…, assim aproveitando melhor o hardware, mas dizer que um c2d é mais rápido que um i7 atual é bobagem, simplesmente fora de lógica, nem se o sistema operacional Linux/Mac usaria 0,2% para ser estável, o c2d não ganharia de um i7 atual rodando no pesado ruindows 10, poderia até ter uns virus de brinde comendo desempenho, trabalho com Ti e hardware a mais de 12 anos, e se alguém falasse isso que acabou de dizer, você seria zoado pelo resto da vida!

          • tuneman

            Queria ver o desempenho do OSX atual num core2duo

          • Cristiano Hahn

            né, não tem lógica, até os Linux atuais, dependendo a distro são pesados!

          • #VAICORINTHIANS

            O hardware não é lixo não, pode não ser o mais foda em questãod e processamento, mas o hardware da Apple aguenta muito bem, e raramente da defeito. Já tive um macbook, e mesmo todo bagaçado, varis batidas, todo aberto.. Ainda funcionava muito bem. Mas em questão de processamento é óbvio, que não é lá essas coisas como pintam, mas o software ébem estável tbm. Hoje estou num surface, e posso dizer que nao terei outro macbook tao cedo, não pelo fato de ser ruim, mas pq a microsoft acertou a mão tanto no windows, quanto no hardware.

          • Cristiano Hahn

            Se seu macbook for mais antigo, sim, era bom, bem feito, tudo organizadinho, falo dos atuais, os antigo eram muito bons, iphone é bom só até a 5° geração, depois é gambiarra, tudo que é coisa é vinculado com coisas!

          • Overflow0xff

            Tenho um macbook 2010, eh foda, so troquei o hd por um ssd para ter uma sobrevida, mas ele tem um c2d e roda super bem para desenvolvimento web mas apanha um pouco no desenvolvimento ios.. android esquece, a bosta do simulador do google nao inicializa nunca. Em fim, nao posso reclamar do meu guerreiro, tá em otimo estado. Logo terei que comprar outro, mas digo que vai ser dificil largar o teclado, a tela, o trackpad e o software, melhores coisas que ja usei ate hoje. Tenho um desktop ubuntu mas preciso de um notebook para mobilidade tambem. Infelizmente tenho medo dos novos hardwares da apple, praticamente nao tem upgrade, especialmente hd..

          • Cristiano Hahn

            os antigos eram quase que perfeitos, aceitavam inclusive qualquer O.S, os novos são cheios de “nove horas”, o que é simplesmente ridículo, antigamente adorava a apple, mas hoje passo longe…muito longe!

          • Adriano

            Cara, tu tá revoltado. Relaxa….😄

    • Paul

      Blog/site errado… Kkkkkkkkkkkkk

  • José Barbosa

    Será que o preço é bom o bastante para um produto que é, literalmente, descartável após o fim da garantia?

    • André G

      Não.

  • Molinex

    Ta certo mesmo, tem que encher tudo com super cola… Afinal quer fazer um upgrade, compra um modelo mais potente, caducou a bateria, significa que seu modelo esta obsoleto, deu problema no conector do fone de ouvido, compre outro…

    O pior é que tem gente que compra 😓

    😆 😆 😆

    • é essa a ideia deles mesmo, rasgar dinheiro

      • Molinex

        Funk Ostentação…
        Por mais que a MS venha caprichando nesses hardwares (escolhendo bem os componentes na verdade. Porque estão montando como o rabo) o valor não vale a pena (nem se levar em conta o custo de toda a cola que eles gastaram)… Mas é daquele jeito, ostentar que tem um surface que chuta bundas, é o mais importante…
        Então enquanto eles rasgam dinheiro, eu dou risada…

  • Cortana ✔

    É o preço que se paga por aparelhos cada vez mais leves e finos.
    A linha Surface só é vendida na civilização, onde o seu valor não é estratosférico como no Brasil.
    A Microsoft possui um programa de reparo para devices fora da garantia, onde normalmente eles te fazem uma proposta de pagamento de um valor para recebimento de um novo. E normalmente o valor é atrativo.
    https://www.microsoft.com/surface/en-us/support/warranty-service-and-recovery/how-do-i-get-my-surface-serviced
    Repito, se você não ganha em $ ou € esse device não é para você.

    • André G

      Mesmo pra quem ganha em euro e dólar ele é caro sim!
      US$999,00 a US$1.199,99 não é um preço baixo para um produto que é praticamente descartável.
      E essa proposta de pagamento só é válida para um novo Surface? Vamos supor que em 2019 meu Surface deu problema, mas eu não quero pegar outro Surface pois tem um Dell ou Lenovo bem mais interessante que foi lançado em 2018, me fodi, certo?! Já que essa proposta pelo que entendi só seria válida em um novo Surface.

  • “Será que a Microsoft dá um notebook novinho em folha se uma peça der problema?”

    Sim, ela faz isso com os outros modelos.

    • André G

      Mas só dentro da garantia, acabou a garantia, pode jogar fora.

  • Fábio Moser

    Tecnoblog e seus posts tendenciosos com relação à Microsoft.

    • Gertrudes, a Lhama

      Queria que elogiasse essa feature?

    • Russo

      Por favor né Fabio? Trazendo pra cá a mania de perseguição típica dos leitores do Windows Team?

      Sai da bolha, olha as ultimas matérias do Tecnoblog citando algum produto da Microsoft e diz onde eles estão criticando sem motivo, na realidade estão ate elogiando, como a matéria que cita a retrocompatibilidade do Xbox.

  • Ramon Julio

    Por isso não abro mão do meu Macbook White de 2009.

  • Bruno Salgueiro

    Descartável.

  • J_Eduardo

    Obsolescência Programa? Seria esta a resposta a um computador que não pode ser reparado ??? Acho que sim!!
    Em um momento que o mundo todo busca caminhos para reduzir ou reaproveitar peças e itens usados, a MICROSOFT só expressa como ainda pensam algumas transnacionais. O que considero pior, é o fato de que a MS ser uma empresa multi milionária que não demonstra na pratica o que o seu fundador o, “Tio Bill Gates” adora dizer defender ou aplicar uma ínfima parte de sua fortuna, com a desculpa de “pensar no futuro”….

  • Veritas

    Que chinelagem!

  • Carlos Pacheco

    E se fosse um produto da Apple seria perfeito, né? 🙄 Ê laia…