Início » Inteligência Artificial » “Morte” de robô mostra que ainda não podemos confiar cegamente na tecnologia

“Morte” de robô mostra que ainda não podemos confiar cegamente na tecnologia

Emerson Alecrim Por

Elon Musk disse que robôs poderão fazer tudo melhor do que nós e que, por conta disso, a inteligência artificial precisa até ser regulamentada. Mas ainda estamos longe do dia em que a robótica poderá nos substituir em tudo. A recente queda de um sofisticado robô de segurança em uma fonte d’água mostra como isso é verdade.

Knightscope K5

O Knightscope K5, como é chamado, tem cerca de 1,5 metro de altura, pesa pouco mais de 130 quilos e lembra uma mistura de foguete com R2-D2. A sua função é patrulhar ruas, parques e afins para coibir a criminalidade — trata-se de um substituto para os guardas, basicamente.

Para tanto, o robô foi equipado com vários tipos de dispositivos. Ele conta, por exemplo, com um conjunto de quatro câmeras em alta definição que o permite ter visão em 360 graus e transmitir imagens do local vigiado em tempo real. Um sistema de radares, microfones, sensores termais, GPS e semelhantes também permite que ele identifique atividades suspeitas e notifique uma central de monitoramento.

Knightscope K5

Os sistemas do Knightscope K5 possibilitam ainda que ele percorra determinadas áreas, mas desvie ou pare diante de obstáculos, como degraus, paredes ou pessoas passando à frente. Mas, por alguma razão, um dos robôs que patrulhavam a região de Washington Harbour, nos Estados Unidos, não percebeu uma curta escadaria que leva a uma fonte d’água e acabou caindo nela.

Será que o robô andou tendo uma conversinha com o Marvin? Bom, as causas do incidente ainda vão ser investigadas pela Knightscope, mas uma possibilidade é a de que algum componente tenha vindo com defeito: o K5 falecido era novo e tinha começado a monitorar a região em que estava havia poucos dias.

Outra possibilidade — esta mais preocupante, pois indica que outras unidades podem ter problemas semelhantes — é a de que o software do robô tenha um bug que o impede de identificar obstáculos sob determinadas circunstâncias. A unidade em questão será substituída gratuitamente, de qualquer forma.

A carreira do Knightscope K5 não tem sido das mais fáceis. Há um ano que um robô idêntico atropelou uma criança de um ano e quatro meses em um shopping na Califórnia. O K5 deveria ter notado a presença do garoto à frente e parado, mas não o fez. Por sorte, a criança teve apenas ferimentos leves.

Em abril, um homem bêbado agrediu um K5 no estacionamento de outro shopping. Os alarmes do robô soaram e o sujeito foi preso. O K5 sofreu apenas alguns arranhões.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Renan
Foi uma conspiração dos policiais receosos em perder o emprego
??? ?'??? H?????
Alguém viu se ele estava "entretido" com um celular na mão? Já vi uma mulher cair em uma fonte justamente por esse motivo! Hahahahah!
Rodrigo Dias Javornik
Design by Polishop
Bruno Martins Santana
Acredito que ele tenha achado que a água era Solida, por algum erro de programação ou dos sensores, talvez não tenham pensado nisto somente.
Ramon Gonzalez
Normal... seres humanos "falham" muito mais e por muito mais motivos, provavelmente. Como um robô (feito por humanos) não falharia?
PugOfWar
acho que foi roboticidio
tuneman
não dá nem pra confiar em seres humanos, imagine em suas criações....
Ed. Blake
Ed-209 xatiado https://uploads.disquscdn.com/images/e97e32ac6be9422d702012b3f3787f82a666649bc853fc0833e783d3336888df.png
Mariana Costa
Me lembrou de Robocop (1987), quando o antagonista cheio dos paranauê não conseguia subir a escada.
Ricardo - Vaz Lobo
Iria arrumar uma lata de limpa contatos e uma lavagem de graça com os taxistas do Aeroporto Santos Dumont pra não deixar os Uber pararem no embarque/desembarque.
Guaip
Um dia depois do Elon Musk dizer que devemos temer e regulamentar a inteligência artificial.
Matheus Mohr
se tem software, tem bug, não adianta UHADSHUSADHUDSAHU
Tic-Tac
....O K5 sofreu apenas alguns arranhões... kkkkk palhaçada....
Ed. Blake
Ele foi averiguar uma situação suspeita direto na fonte.... Agora eu queria ver um desses patrulhando as praças brasileiras. Certamente descobriríamos o tempo recorde que se leva para desmontar um robô desses e vender as peças na Augusta a preço de pendrive de 8 gibas.
Icaro Souza
ele achou que a agua era concreto
Exibir mais comentários