A Kombi deixou de ser fabricada, mas estará para sempre nos nossos corações (ou não). Ou, ao menos, estará em espírito em um carro do futuro: a Volkswagen confirmou a decisão de produzir, a partir de 2022, um utilitário elétrico inspirado no icônico veículo.

O novo modelo terá como base o ID Buzz, conceito que foi apresentado pela Volkswagen nas últimas edições dos Salões de Detroit e Genebra. O projeto é inspirado na primeira geração da Kombi (T1), lançada nos anos 1950. Até o nome faz alusão ao modelo clássico: o nome ‘Buzz’ tem pronúncia parecida com a palavra ‘bus’, como o veículo é informalmente chamado nos Estados Unidos.

Neste ponto, vale destacar que o nome do modelo varia de região para região. A denominação Kombi, adotada no Brasil, vem da palavra alemã Kombinationsfahrzeug (algo como “veículo combinado”).

Volkswagen ID Buzz + Kombi

De acordo com Herbert Diess, CEO da Volkswagen, a companhia recebeu um expressivo número de cartas e emails de pessoas pedindo que o ID Buzz deixasse de ser um veículo meramente conceitual e entrasse em linha de produção.

Não dá para saber se a decisão realmente tem como base esses pedidos, mas uma coisa é certa: a Kombi é conhecida no mundo todo, logo, uma versão moderna e elétrica do veículo vai chamar bastante atenção e, eventualmente, amenizar os estragos do escândalo dos poluentes que a Volkswagen protagonizou.

Isso porque o ID Buzz não é um conceito só no visual. O projeto do veículo inclui a MEB, plataforma específica para carros elétricos. Com ela, é possível desenvolver diversos tipos de veículos, mas aplicar uma única estrutura básica em todos eles.

Volkswagen ID Buzz + Kombi

Pode ser que detalhes técnicos mudem até 2022, mas, tendo como referência o que já foi apresentado pela Volkswagen, a nova Kombi terá um motor elétrico em cada eixo que, juntos, proporcionarão 369 cavalos de potência. O carro será capaz de fazer de 0 a 100 km/h em 5 segundos e trabalhar com velocidade máxima de 160 km/h. A autonomia total é estimada em 434 quilômetros.

É importante também haver preocupação com as recargas das baterias, que ficam posicionadas no assoalho. A Volkswagen fala em disponibilizar um sistema de indução capaz de recarregar pelo menos 80% da bateria em apenas meia hora.

Volkswagen ID Buzz MEB

Cada vez mais associamos a ideia de carros elétricos com tecnologias de condução autônoma. A nova Kombi não foge disso: o veículo deverá ter tecnologia de nível 3, ou seja, haverá alguma autonomia, mas o motorista terá que estar presente o tempo todo para intervir diante de imprevistos.

Mas, vale frisar novamente, as especificações podem mudar. A Volkswagen só confirmou a previsão de lançamento para 2022. Inicialmente, o veículo será disponibilizado apenas nos Estados Unidos com um nome clássico: Microbus. Europa e China são outros mercados que devem recebê-lo no mesmo ano. A companhia já fala em produzir, além da versão para passageiros, um modelo para transporte de cargas.

Você sabe bem que a Kombi até hoje é popular no Brasil. Não por menos, o país foi o último a deixar de fabricar o modelo: no final de 2013, a Volkswagen o tirou de linha por causa da lei que exige que todo carro saia de fábrica com ABS e airbag. Apesar disso, ainda não há informação sobre disponibilidade da Kombi elétrica por aqui.

Com informações: The Verge

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Keaton
Eu que não quero ir sentado em cima de baterias num carro tipo Kombi...
Euler Fink

Primeiro, se seguirem como algumas empresas fazem, ao se aproximar do fim da vida útil, vc vai até a concessionária e troca por novas, pagando a diferença, inclua isso nos custos na hora de comprar, pesquise o quanto pode vir a custar.
Segundo, já estão em processo de industrialização baterias de ar-zinco e íons de sódio, tem uma tal de bateria zebra, que usa sódio fundido, enfim, tipos de bateria não faltam, é bem chegamos nas células de combustíveis que já são usadas ou nos líquidos iônicos como os feitos pela "nanoflowcell"

Doug

Já vou juntando a bufunfa jejeje

Caleb Enyawbruce

Uma Kombi q faz de 0 a 100 em meros 5 segundos??? Que doideira...

Rodrigo Moralles

"A nova Kombi não foge disso: o veículo deverá ter tecnologia de nível 3" - Onde encontro mais detalhes sobre esses níveis?

Deilan Nunes
E os hipsters vão a loucura
SR 71 Pássaro Preto

A Kombi antiga é mais bonita. Ainda bem que essa é só um conceito.

Anthony Fernando
A Kombi antiga é mais bonita. Ainda bem que essa é só um conceito.
🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

Podem falar a vontade, mas eu curti o design e o único problema que vi foi essa cor de caganeira.

Mago Erudito®
Podem falar a vontade, mas eu curti o design e o único problema que vi foi essa cor de caganeira.
CtbaBr©
Eu também, só não gostei dos faróis!
André Noia
Umas dúvidas: essas baterias não são caras para serem substituídas? Porque elas, como qualquer bateria, tem vida útil. Dá pra reciclar ou ter uma destilação minimamente correta para elas? Teremos matéria prima para produzir tantas baterias (com enormes capacidades) para os carros elétricos do futuro? Se alguém pude ajudar...
Sanic
Bem, é só um conceito. Mas acho que é pela questão de querer mostrar que é algo "do futuro", aí o design depende do que aquela pessoa acha que é um carro do futuro. O design deve ir mudando até 2022, devem pedir alguns feedbacks. Eu vejo muita gente gostando desse carro, só não curti os faróis.
PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

Vai chegar aqui custando 200k, tipo Fusca e New Beetle

PPKX XD ?????????
Vai chegar aqui custando 200k, tipo Fusca e New Beetle
Exibir mais comentários