Primeiro carro elétrico com bateria de sódio chega às ruas da China em janeiro

JAC Yiwei EV é o primeiro veículo produzido em larga escala a usar bateria de sódio. Material é mais barato, mas tem densidade energética menor.

Giovanni Santa Rosa
Por
Dois carros JAC Yiwei EV lado a lado em uma fábrica
Yiwei é a nova marca de veículos elétricos da JAC; modelo reaproveita design do Sehol E10X (Imagem: Divulgação/JAC)

A JAC Motors lançará um novo carro elétrico com bateria de íons de sódio em janeiro de 2024. O veículo terá a marca Yiwei e será o primeiro modelo fabricado em larga escala a usar a tecnologia.

Segundo a CarNewsChina, o modelo terá o nome de Yiwei EV. Nas especificações técnicas, a JAC promete 252 km de autonomia, capacidade de 25 kWh, densidade energética de 120 Wh/kg, suporte a carregamento rápido 3C a 4C, indo de 10% a 80% em 20 minutos.

O Yiwei EV, na verdade, não é um modelo novo. Ele é o Sehol E10X, que já era produzido e vendido com uma bateria de íons de lítio. A JAC anunciou, em abril, que não usará mais a marca Sehol e lançou a Yiwei. A marca Sehol havia sido criada para a joint-venture entre a Volkswagen e a JAC, em 2018. Em 2020, a VW passou a ser dona de 75% da controladora da JAC e repassou a marca para sua nova empresa.

Montadoras chinesas apostam no sódio

Como observa o site especializado InsideEVs, os carros elétricos com baterias de sódio são a próxima aposta das montadoras chinesas. Elas estão tentando criar modelos mais baratos e menores, já que o governo local mudou as regras de incentivos e passou a privilegiar subcompactos e novas opções de baterias.

Chary QQ Ice Cream, carro pequeno verde, visto de trás
Chery QQ Ice Cream já tem autorização para usar bateria de sódio (Imagem: Divulgação/Chery)

Além da JAC e sua nova marca Yiwei, outras duas empresas já têm modelos com baterias de íon de sódio aprovados pelo governo chinês. Uma delas é a Chery, com o QQ Ice Cream. Ele usa baterias da CATL com células de sódio e do tradicional lítio, podendo atingir 100 km/h. A outra é a JMEV, com seu modelo Yichi Yutu. Ele também tem velocidade máxima de 100 km/h e deve oferecer motores de 16 e 36 kW.

Baterias de sódio são mais baratas

As baterias de sódio são menos comuns que as de lítio. Um dos grandes desafios é a baixa densidade energética. Isso significa que é necessária uma bateria muito maior para entregar a mesma capacidade, o que torna os carros pesados e diminui o alcance.

Avanços tecnológicos estão ajudando a diminuir a distância entre os dois tipos. Como nota a MIT Technology Review, a densidade energética das baterias de sódio atuais é próxima das baterias de lítio mais baratas de dez anos atrás.

Do outro lado da balança, a principal vantagem do sódio é o preço. Ele é um material muito mais abundante e fácil de ser obtido, reduzindo o custo. Além disso, ele é mais fácil de transportar, mais seguro e consegue operar em temperaturas mais extremas que o lítio.

Com informações: CarNewsChina 1, 2, Electrek, Engadget, InsideEVs 1, 2, MIT Technology Review

Relacionados