Primeiro carro da Xiaomi tem chip Snapdragon e alcance de até 800 km

SU7, primeiro carro fabricado pela marca, teve mais detalhes revelados em evento realizado no dia 28; Xiaomi promete competição contra Porsche e Tesla

Felipe Freitas
Por
(Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Xiaomi SU7 chega para rivalizar com Porsche Taycan e Tesla Model S (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Resumo
  • A Xiaomi apresentou seu primeiro carro elétrico, o SU7. Ele será vendido na versão básica e na versão premium SU7 Max, que se destaca por maior velocidade, alcance ampliado e tração integral.
  • Ele é equipado com chip Qualcomm Snapdragon 8295 e roda sistema HyperOS. O SU7 tem uma tela central de 16 polegadas, com resolução de 3K.
  • O SU7 Max possui alcance de 800 km, velocidade máxima de 265 km/h.
  • Os preços ainda não foram anunciados, mas espera-se que sejam competitivos com o Tesla Model S (US$ 80 mil).

A Xiaomi revelou as informações completas sobre o Xiaomi SU7, carro elétrico que marca sua estreia em um novo mercado. Dessa vez, a fabricante mostrou o visual e as especificações do veículo, que será vendido em duas versões: SU7 e SU7 Max. Este último é o modelo premium, mais veloz, com maior alcance e tração integral. O lançamento ocorreu na madrugada de hoje.

O CEO Lei Jun tinha já tinha mostrado que o SU7 utilizaria o sistema HyperOS (o mesmo dos smartphones da marca). Aproveitando o gancho dos smartphones, a Xiaomi não cometeu o erro de deixar o painel apenas com touchscreen. Os clientes poderão controlar o ar condicionado por de botões físicos e ainda há o opcional para adicionar mais botões ao painel. O SU do nome significa Speed Ultra, enquanto o número 7 na China é associado com sorte — a pronúncia do nome, soo-chee, também é fluída e fácil de falar.

O sistema do Xiaomi SU7 utiliza o chip Snapdragon 8295 (Qualcomm), desenvolvido para veículos. A tela do painel central do carro tem resolução 3K (sim, isso existe) e mede 16 polegadas. Aqui já temos uma parte da integração dos dispositivos HyperOS, que permite espelhar o smartphone da Xiaomi diretamente no painel — que pode ser dividido em três janelas.

Xiaomi SU7 veio para brigar com Porsche e Tesla

Apesar do design que mistura o visual dos carros da rival chinesa BYD, lateral das rodas de Mercedes e tamanho de BMW, o Xiaomi SU7 tem como rivais o Porsche Taycan Turbo e Tesla Model S — que também tiveram seu visual adaptado no carro chinês.

A Xiaomi afirma que o SU7 Max tem uma aceleração superior aos sedans elétricos da Porsche e Tesla, fazendo de 0-100 km/h em 2,78 segundos. A marca alemã diz que o Taycan Turbo atinge essa velocidade em 2,8s, enquanto o Tesla Model S, de acordo com o site da fabricante faz isso em 3,1s — porém, o Model S Plaid, versão mais potente do modelo, supera o SU7 e faz 0-100 em 1,99s, também de acordo com a Tesla.

Xiaomi contratou engenheiros da BMW e Mercedes para o desenvolvimento do carro (Imagem: Divulgação/Xiaomi)
Xiaomi contratou engenheiros da BMW e Mercedes para o desenvolvimento do carro, o que ajuda a explicar algumas semelhanças (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O SU7 Max, se fosse um smartphone, seria o Xiaomi 14 Pro: os dois são as versões mais premiums de suas linhas. O SU7 Max tem alcance de 800 km, velocidade máxima de 265 km/h e sua recarga rápida entrega 220 km de alcance com uma carga de cinco minutos. Isso graças a bateria que suporta 800 V. O SU7 “de entrada”, com alcance de 668 km, tem uma bateria de 400 V.

A Xiaomi só não divulgou os preços dos seus carros. No entanto, como Lei Jun afirmou que a meta é superar a Tesla, é esperado que o Xiaomi SU7 custe algo na faixe de preço de US$ 80 mil (R$ 386 mil em conversão direta), valor aproximado do seu rival Model S. O seu lançamento oficial deve ser realizado ainda em 2024.

Com informações: Engadget

Relacionados