Depois da Gol, é a vez da Latam instalar conexão à internet em suas aeronaves. A companhia aérea anunciou nesta terça-feira (24) que terá Wi-Fi a bordo em voos nacionais e para a América do Sul a partir de 2018.

De acordo com a Latam, o objetivo é que todas as aeronaves partindo do Brasil possuam o serviço até o final do primeiro semestre de 2019. A conexão é oferecida na tecnologia 2Ku pela Gogo, a mesma empresa responsável pelo Wi-Fi da American Airlines, United, Air Canada, Delta, Gol e outras companhias.

Os preços não foram divulgados, mas o serviço terá várias opções de planos: “Haverá pacotes tanto para aqueles que querem um serviço básico (para ver e-mails e mandar mensagens), quanto para aqueles que queiram usar serviços de streaming”, diz a Latam.

A Gogo afirma que a tecnologia 2Ku já está instalada em 350 aviões no mundo — na Latam, o Wi-Fi estará disponível em 100 aeronaves Airbus A320. É possível obter velocidades de download de até 15 Mb/s por passageiro, com uma disponibilidade de conexão de 98%.

Com informações: Melhores Destinos.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

X-Tudãoᴳᴼᵀ

Me sinto em um planeta de algodão doce.

Tom
Me sinto em um planeta de algodão doce.
Stark
Era um 767 mesmo, não tem nada a ver com o 737, aos pouquinhos vou aprendendo. Detalhe que esqueci de mencionar é que nos 6 voos que fiz nessa última viagem, nem a entrada P2 (simples) de música funcionava. Pelo menos agora tem o app da Latam com alguns filmes, mas a apresentação do sistema é confusa. Ao se conectar à rede wifi do avião, nem sempre o celular te leva para a página da companhia, que no Android leva para um tutorial de instalação do app fora da Play Store, enquanto no iOS funciona como web-app limitadíssimo, o que requer baixar o completo na App Store (mas sem internet fica impossível). Maaas, como geralmente as passagens aqui em casa são adquiridas com milhas, não tem muito o que fazer.
Lucas Cecilio
O que é mais relaxante do que ver nuvens por cima delas?
Mickão

Tomara! Pelo menos dentro de um avião acho justo os passageiros terem um pouco de sossego, já que normalmente o conforto das aeronaves deixa muito a desejar.

Mickey Sigrist
Tomara! Pelo menos dentro de um avião acho justo os passageiros terem um pouco de sossego, já que normalmente o conforto das aeronaves deixa muito a desejar.
Lucas Dantas

Claro né uma passagem da Avianca e mais de 2000 reais por isso que o Wi-Fi e grátis

Carlos José Hang
Se for com aquela super velocidade de Guarulhos, não obrigado!!!
Anayran Pinheiro
Mano, eu iria dar pala de riso, porém se seguirem a tendência mundial eles vão deixar grátis apenas o envio e recebimento de mensagens em texto, nada de mídias =
Anayran Pinheiro
9,5/10
JOSE HAROLDO SENA DE O. FILHO
Para o trecho BEL - MIA - BEL a LATAM retirou o Boeing 767 (esse ai que você mencionou da configuração 2-3-2 com classe executiva e sistema de entretenimento de 1°) e colocou esse troço do A320 para fazer quase 6 horas de voo, no aperto, sem musiquinha e advinha o que fizeram com as tarifas? Nada! Continua pagando caro para ir no desconforto. A industria pesqueira do Pará exporta via modal aéreo desde os tempo da extinta Varig e via na TAM uma melhoria que acabou. Porém veio a concorrência. A Azul vai iniciar em dezembro vôo de Belém para Fort Lauderdale Belém sem escalas com o moderno A330 e a LATAM está "considerando" a volta do 767. Quando mudou de nome, mudaram a empresa, para nós aqui onde moro, não foi bom.
Stark
Que tal diminuir o número de assentos, deixando-os mais espaçosos? Anos atrás, tinha feito uma viagem para o Chile ainda com a LAN, acho que era um Boeing 737 (ida e volta) com dois corredores laterais (configuração de assentos 2-3-2), e cada poltrona tinha um multimídia próprio com um catálogo bom de filmes, espaço digno entre os assentos, além de existir a primeira classe (ou executiva, não lembro). Já no voo desse ano, pela Latam, a mesma tristeza dos voos nacionais: A320, nada de telinha, corredor único (configuração 3-3), sem primeira classe e espaço de lata de sardinha. O voo de ida tinha a tomada sob o apoio de braço, já o de volta ficava escondido debaixo do banco, encaixar o plugue sem enxergar foi uma luta.
Jhon
Voei na Avianca em junho e tinha wifi liberado de graça durante todo o voo. Isso pra mim foi surpreendente, até porque nem nos EUA eu tinha pegado voo com wifi livre, geralmente nem nos aeroportos de lá o wifi era gratuito.
Abraão Caldas
Eu gosto muito de ler noticiais e acompanhar algumas coisas no reddit e internet no avião é uma mão na roda.
Dayman Novaes
Pra quem trabalha remoto e ganha por hora, vai ser bão
Exibir mais comentários