Início » Antivírus e Segurança » Reino Unido acusa Coreia do Norte de estar por trás do ransomware WannaCry

Reino Unido acusa Coreia do Norte de estar por trás do ransomware WannaCry

Paulo Higa Por
2 anos atrás

Lembra do WannaCry, que infectou mais de 300 mil computadores em 150 países, sequestrando arquivos de empresas e exigindo um resgate em bitcoins? Para o Reino Unido, não restam dúvidas de quem estava por trás do ataque: a Coreia do Norte.

A declaração é do ministro da segurança, Ben Wallace, em entrevista à emissora britânica BBC: “Podemos ter tanta certeza quanto possível. Obviamente não posso entrar em detalhes de inteligência, mas é uma crença arraigada na comunidade e em vários países que a Coreia do Norte assumiu esse papel [atacar os sistemas]”.

O Reino Unido foi um dos mais afetados pelo ransomware. O WannaCry criptografou arquivos de milhares de computadores do Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês), impactando sistemas de refrigeração de sangue e equipamentos de ressonância magnética. Ambulâncias foram desviadas; hospitais na Inglaterra e na Escócia tiveram suas operações afetadas; e pelo menos 6,9 mil consultas foram canceladas.

O WannaCry se aproveitava de uma falha no SMB, protocolo de compartilhamento de arquivos do Windows, que permitia execução de código remoto. Quando uma máquina era infectada, a praga podia se espalhar rapidamente para todos os PCs vulneráveis na rede. A falha já havia sido corrida pela Microsoft um mês antes, mas nem todas as empresas estavam com as atualizações em dia.

Com informações: The Independent.