Início » Web » Twitter suspende verificações de conta após “confusão”

Twitter suspende verificações de conta após “confusão”

Rede social verificou conta de organizador de evento supremacista branco em Charlotesville

Por
10/11/2017 às 09h37
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O processo de verificação de contas do Twitter, que adiciona um selo azul ao lado de nomes de figuras públicas, foi suspenso nesta quinta-feira (9) depois de uma “confusão” de interpretação. A rede social foi criticada por verificar a conta de Jason Kessler, o organizador do evento neonazista de Charlotesville, em agosto, que resultou em atropelamentos em série e uma morte.

Na própria rede social, o Twitter informou que “a verificação era para significar identidade e voz, mas é interpretada como um endosso ou indicador de importância”. A empresa reconhece que “criou essa confusão e precisa resolvê-la”. Um executivo do Twitter comentou ainda que as pessoas “confundem verificação de identidade com endosso”.

Como nota o The Next Web, o Twitter informava em um artigo de suporte que a verificação “ajudava os usuários a descobrirem fontes de informação de alta qualidade”. A versão atual do texto não inclui mais essa frase: diz apenas que “uma conta pode ser verificada se for determinado que é uma conta de interesse público”, ressaltando que o selo “não implica em aprovação pelo Twitter”.

O que fazer, então? Um usuário sugere tornar o processo transparente: “enquanto [a verificação] for uma caixa preta e arbitrária, parece um selo de aprovação”. Outro recomenda “permitir que qualquer um opcionalmente verifique sua identidade”. De fato, o Twitter nem tinha um sistema para solicitar verificações; a rede social informava que “verifica contas proativamente e não aceita solicitações do grande público”.

Enquanto o Twitter estuda a questão, nenhuma conta nova receberá o selo azul. Quando um usuário é verificado, ele é seguido automaticamente por uma conta oficial do Twitter; atualmente existem 287 mil contas verificadas seguidas entre os 330 milhões de usuários ativos mensais da rede social.

Mais sobre:
  • Henrique Seraph

    realmente o selo não devia ser algo de grande importância, porem, se fosse pra selecionar poucos e pra identificar noticias, não faria sentido ainda colocar verificado na conta do imbecil racista. Que, devia era ser banido, não -verificado-

  • Lucas Carvalho

    o Twitter informava em um artigo de suporte que a verificação “ajudava
    os usuários a descobrirem fontes de informação de alta qualidade (mas não só isso)”

  • Deilan Nunes

    Twitter ja gosta de esquerdista mesmo…na mais do que normal verificar conta de nacional-socialista.

    • Alberto Prado

      Realmente, eu vejo muito gente reclamando que pessoas sem relevância pública ganham
      o selo por ser de esquerda e muita gente bem mais importante, e que tem mais seguidores, de direita
      não ganha.

      • Considerando os discursos que eu vejo nos influenciadores de “direita” aqui no Brasil isso não é surpresa.

        • Alberto Prado

          Tem gente na direita que fala merda mesma, mas é na mesma proporção dos que falam na esquerda. Acho que tinha que ser neutro nesse aspecto. Ou dá espaço pra ambos ou pra ninguém.

    • Henrique Seraph
    • igor

      nacional socialista, tem coisa errada nisso.

    • Sammy

      HUHEUHUEHUE brasileiro e sua mania tosca e com maneira burra de debater na internet.

    • Maxnoob

      Direita ou esquerda, foda-se por isso essa merda não vai pra frente.

    • Thiago

      Pelo amor de Deus deixa pra falar de esquerda e direita no seu grupo família.

      Aqui só assuntos de pessoas normais e com um mínimo de QI, por favor.

    • gust4v8

      comentário idiota… só mostra que não entendeu o significado…

  • O selo deveria ser apenas para confirmar que aquela conta não é de um “Fake”, mas sim de uma pessoa real. Um processo de verificação de documentos, endereço, cartão de crédito, ou algo do tipo, já bastaria.

    • Alberto Prado

      Seria melhor se fosse só isso mesmo. Mas acho que eles não vão gostar recursos com isso. Em cada país teria de ser de uma forma por conta dos diferentes documentos.

      • O melhor tipo de confirmação que há hoje em dia é o cartão de crédito. Simples e instantâneo.

        Outra forma de confirmar é como o Google faz: Envia uma carta para o seu endereço com uma senha… Quando você receber a carta você informa a senha e o sistema aceita que aquele endereço é seu mesmo.

        O Facebook muitas vezes exige que você mande uma foto do seu RG ou da sua Carteira de Habilitação para confirmar a sua identidade (e nem é para dar aquele selo). Poderia funcionar da mesma forma.

        • Alberto Prado

          Sim. Mas ainda que seja simples, deve envolver algum custo. E pra um empresa como o Twitter que já tá mal das pernas deve ser proibitivo.

  • Senhor Bean

    Se o processo para verificação de contas não é aberto e não aceita solicitações, o selo é sim um endosso da rede.

  • Renan

    Conta verificada não se confunde com endosso. Isso é conversa fiada de quem acha que “todo mundo é ignorante” menos ele. É como se pessoas adultas precisassem ser protegidas de informações perigosas porque são muito ingênuas para entendê-las.

    A antiga informação de que contas verificadas eram sinônimo de alta qualidade era o real problema.

  • DumbSloth87

    Se Hitler, Mussolini, Kim Jong-un ou qualquer outro líder “polêmico” tivesse uma conta no Twitter, elas seriam verificadas ou banidas?

  • doorspaulo

    Eu sempre entendi que o selo significava que aquela pessoa era ela mesma, isso que nem Twitter eu uso.

    Galera anda com problemas cognitivos, só pode.