Início » Negócios » O Tidal não para de perder dinheiro e pode chegar ao fim

O Tidal não para de perder dinheiro e pode chegar ao fim

Mas a empresa nega

Paulo Higa Por

Lembra do Tidal, serviço de streaming de música de Jay-Z? Muita gente também não. E a empresa pode estar com os dias contados, se as informações do jornal norueguês Dagens Næringsliv estiverem corretas: segundo a publicação, o Tidal tem dinheiro suficiente para continuar funcionando somente pelos próximos seis meses.

O Tidal teve prejuízo de US$ 44 milhões em 2016, de acordo com o jornal. Mesmo com um acordo da operadora Sprint para comprar 33% do serviço de música por US$ 200 milhões, parece que a situação é pior que a esperada: a expectativa era que o investimento (que incluía US$ 75 milhões para financiar conteúdo exclusivo) fosse suficiente para manter a empresa por 12 a 18 meses.

Os concorrentes também são deficitários. O Spotify, por exemplo, teve prejuízo de US$ 581 milhões; em compensação, o serviço possui mais de 140 milhões de usuários, sendo 60 milhões de pagantes. O Deezer tentou abrir seu capital na bolsa de valores em 2015, mas cancelou os planos devido a “condições do mercado”; ele tem 12 milhões de usuários.

Enquanto isso, o Tidal parou de divulgar seus números em 2016: os dados oficiais mais recentes indicam 3 milhões de usuários, enquanto a imprensa relata que a informação verdadeira seria de apenas 850 mil. No ano passado, o próprio Jay-Z afirmou que a empresa do qual comprou o Tidal por US$ 56 milhões inflou o número de usuários, e queria parte do seu dinheiro de volta.

Em resposta, o Tidal diz que “recebeu cobertura negativa da mídia desde sua criação, mas não fez nada além de expandir o negócio a cada ano”. A empresa afirma que planeja começar a lucrar em meados de 2018.

Com informações: Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Amom Mandel
A parcela de usuários que utiliza esses recursos de automação ainda não é tão significativa; além disso, se você pretende escutar música em HiFi, esses dispositivos (Google Home, Amazon Dot...) não são exatamente o mais indicados, concorda?
leoleonardo85
Tá vendo, mesmo quem realmente quer musicas em altíssima qualidade tem problema para ouvi-las. É o tipo de serviço que nasceu muito cedo, talvez daqui há alguns anos faça sentido.
André G
Eu tenho um fone bom, mas mesmo assim não ouço em alta qualidade pois a diferença é quase imperceptível e gasta mais dados, além de ter uma taxa de transmissão maior e assim as vezes falhar no bluetooth.
Lucas Henrique
Apple Music precisa largar mesmo o Itunes! O Plano Familiar do Apple Music está mais barato, e pra mim, compensa, em breve, trocarei! Fora que vc é usuário do IOS, já seria um app a menos
Cássio Linden Albert
Ah bom, hahaha! Quanto à qualidade, acho os dois bem similares. Agora, no quesito quantidade de músicas offline a diferença é gritante! Eu estava testando o Apple Music também; no celular é muito bom e tem um acervo um pouco melhor, mas ainda dou preferência para o Spotify pois eu passo a maior parte do dia no PC, e o iTunes é muito lento. Além disso, eu tenho uma biblioteca consideravelmente grande no Spotify, e não encontrei nenhuma ferramenta para fazer a migração para o Apple Music. Ainda estou no período grátis, então, pode ser que eu reconsidere. E, realmente, não aparece o tamanho no Spotify, apenas a qualidade mesmo.
Lucas Henrique
Achei que vc estava falando no PC uhsuhss Sim, já fiz isso, e ainda acho a qualidade do Apple Music melhor Fora que consigo colocar mais de 100 mil músicas off, no spotify 3 mil apenas Mas, Obrigado! É que, que n aparece o tamanho no app né? Preciso ir na pasta.
Cássio Linden Albert
Acho que vai ser mais fácil explicar utilizando imagens :P No iOS, pelo menos, é assim, não sei se muda algo no Android. https://uploads.disquscdn.com/images/6e1126b23c768e4b89939deed1ac9cd2aeaab121f5483ba91d773811bc9aa58d.jpg https://uploads.disquscdn.com/images/60c907ebdfd78d35bfe0666aef2497407e33d598d1f5a49d6ca81be40cd17c4d.jpg
Lucas Henrique
Você diz pra ir em preferencias ?
Cássio Linden Albert
Yep! Na guia "Sua biblioteca", tem o botão de configurações, lá no canto superior direito. Uma das opções é "Qualidade da música", e ali tu configura o bitrate para download e transmissão.
Lucas Henrique
Poderia me falar onde eu faço isso ?
Lucas Henrique
onde isso?
Marks Duarte

Só sincronizo em 320kbps, já a reprodução via streaming deixo no modo automático usando dados móveis e 320kbps no Wifi.

Marks William
Só sincronizo em 320kbps, já a reprodução via streaming deixo no modo automático usando dados móveis e 320kbps no Wifi.
Marks Duarte

"exceto a vantagem de ter integração com o Google Home, dispositivos da Amazon com Alexa e caixas com Spotify Conect."

Ainda pergunta?

Marks William
"exceto a vantagem de ter integração com o Google Home, dispositivos da Amazon com Alexa e caixas com Spotify Conect." Ainda pergunta?
Exibir mais comentários