Início » Computador » Acer Aspire VX 15: bom em jogos, ruim no resto

Acer Aspire VX 15: bom em jogos, ruim no resto

Uma placa de vídeo boa em um notebook com hardware barato por um preço alto

Jean Prado Por
Nota Final 6.3

Você anda vendo vários reviews de notebook gamer aqui no Tecnoblog, e o Acer Aspire VX 15 é mais um para fazer parte desse catálogo. Anunciado em abril do ano passado, ele é considerado o notebook gamer “de entrada” da Acer frente à linha Predator, que concorre com a Alienware da Dell.

O modelo mais básico vem com uma GTX 1050 e 8 GB de RAM por R$ 4.999, enquanto o modelo superior (o que testamos) chega com GTX 1050 Ti e 16 GB de RAM por R$ 5.999. Será que a Acer se deu bem no mercado gamer? Vamos conferir.

Design e acabamento

Em uma primeira olhada, o Aspire VX parece bonito: a tampa imita aço escovado (mas é feita de plástico), com duas faixas vermelhas. Por dentro, também há outros detalhes em vermelho (como as teclas WASD) e os cantos do notebook são chanfrados.

Depois de um tempo, passei a me incomodar com a quantidade de plástico na construção do Aspire VX: todo o conjunto é de plástico, incluindo o teclado, touchpad e chassi, o que não funcionou muito bem. Para um notebook gamer, o Aspire VX dá uma sensação de ser muito barato, além de riscar mais fácil e ser um imã de suor e de marcas de dedo ou mão.

Pelo menos, todo esse plástico traz um corpo relativamente leve, com 2,5 kg; a espessura, porém, é maior até que a do Alienware, com 2,9 cm. Por conta do peso menor, não fiquei muito incomodado de colocá-lo na mochila ou usar o notebook no colo.

As conectividades no Aspire VX devem ser suficientes para todos os públicos: à esquerda, há uma porta USB 2.0, entrada para cartão SD e headset; à direita, fica uma porta USB-C, duas USB 3.0, uma entrada HDMI e outra para cabo Ethernet.

Tela e hardware

A minha decepção com o Aspire VX continua na tela, que tem 15,6 polegadas e resolução de 1920×1080 pixels. As cores são extremamente lavadas, com pouca saturação. Pelo menos, a tela é brilhante e reflete pouco.

O touchpad é onde o acabamento de plástico mais tem impacto negativo, pois tem um clique duro e inconsistente; quase sempre preciso tocar mais forte em um lugar para clicar. É praticamente impossível clicar no meio do touchpad, por exemplo, de tão duro.

Já no teclado, que é em português, tem retroiluminação vermelha e teclado numérico, a digitação nem é tão prejudicada pelo plástico, mas seria melhor um material mais resistente. O alto-falante também decepciona, com som de pouca profundidade; os graves normalmente ficam abafados, mas o áudio chega a uma boa altura.

Desempenho

Por R$ 4.999, você leva o Aspire VX com GTX 1050 4GB, processador Intel Core i5-7300HQ a 2,5 GHz e 8 GB de RAM DDR4. Com mais mil reais, é possível comprar o modelo que testamos, com GTX 1050 Ti 4 GB, i7-7700HQ a 2,8 GHz e 16 GB de RAM.

Ambos os modelos vêm com um HD de 1 TB a 5.400 RPM, então é aquela velha reclamação:

Como todo notebook que combina um processador i7 com um HD de 5400 RPM, o desempenho foi inconsistente. No uso diário, o Chrome chegou a travar e os aplicativos normalmente demoram para abrir. O Windows demora para inicializar e a tela de login por vezes atrasava na hora de abrir o meu usuário.

No caso do Aspire VX, às vezes eu enfrentava lentidão até para abrir o menu do Windows, algo totalmente inesperado para um notebook gamer. Como de costume, é possível instalar um SSD M.2 sem perder a garantia.

Em jogos, graças à GTX 1050 Ti, o desempenho foi bem satisfatório. Confira os testes abaixo em resolução nativa:

  • Battlefield 1 — por padrão, o jogo rodou com a configuração média, com média de 60 fps. Em ultra, a média não ficou muito diferente, mas às vezes caía para 50 fps por conta de explosões e cenários mais carregados;
  • GTA V — ficou entre 50 a 60 fps, nas configurações alta ou muito alta. Por padrão, o jogo deixou o filtro anisotrópico em 16x, o que também consome muito poder de processamento. Dá para desativá-lo e colocar todo o resto no máximo, em muito alto e ultra, e ter uma média entre 40 e 50 fps;
  • Dishonored 2 — foi o jogo mais tranquilo de rodar, com média de 60 fps nas configurações máximas e pouquíssimos engasgos, mesmo em explosões;

Se você gosta de números, os benchmarks no 3DMark também foram satisfatórios. O Aspire VX pontuou 2.515, um pouco mais em relação aos 2.480 pontos do Inspiron 15 Gaming, cujo modelo superior também tem GTX 1050 Ti. Ele alcançou uma média de 15,5 fps no primeiro teste, exatamente a mesma do Inspiron Gaming.

Bateria

A bateria, de 2.800 mAh, poderia ser melhor. Em um teste que comecei a usar o Aspire VX às 12h15 e às 16h25 ele já estava com 20%, totalizando pouco mais de 4 horas de autonomia.

É um período bem pouco satisfatório se considerar que eu fiquei com apenas Slack e Chrome abertos (e nem tantas abas assim). Dá para meio período de trabalho (bem apertado) e se você não jogar no meio.

Conclusão

Apesar de ter um bom desempenho gráfico, o Acer Aspire VX 15 não tem um conjunto muito atraente. Por R$ 4.999, o modelo básico tem processador i5, 8 GB de RAM e GTX 1050. Porém, por mais R$ 500, você leva o Inspiron 15 Gaming, com GTX 1050 Ti e processador i7; acaba valendo mais a pena.

Já no modelo que testamos, que custa R$ 5.999, o Inspiron Gaming mais caro (também por R$ 500 a mais) vem com o mesmo hardware (16 GB de RAM e processador i7), mais 256 GB de SSD, além de 1 TB de HD. Como dissemos em nosso review, o notebook da Dell ainda tem tela, acabamento e alto-falante de qualidade superior.

Ainda que com bom desempenho em jogos e corpo leve, o hardware — tanto externo quanto interno — deixa a desejar, ainda mais pelo preço sugerido.

Acer Aspire VX 15

Prós

  • Bom desempenho em jogos

Contras

  • Construção totalmente em plástico não agradou
  • Tela com cores lavadas e pouca saturação
  • Touchpad tem cliques inconsistentes
  • HD de 5.400 RPM prejudica o desempenho no uso diário
  • Preço poderia ser mais competitivo
Nota Final 6.3
Design
5
Tela
6
Teclado
6
Touchpad
5
Desempenho
7
Bateria
6
Software
9

Especificações técnicas

  • Armazenamento: 1 TB (5.400 RPM);
  • Bateria: 4 células (2.800 mAh);
  • Conectividade: 802.11 a/c 2X2 MIMO e Bluetooth 4.0;
  • Dimensões: 265,5 x 389 x 28,9 mm;
  • Memória RAM: 8 GB ou 16 GB DDR4 2.133 MHz, expansível até 32 GB;
  • Peso: 2,5 kg;
  • Placa de vídeo: GTX 1050 4 GB DDR5 ou GTX 1050 Ti 4 GB DDR5;
  • Teclado: em português padrão ABNT retroiluminado em vermelho;
  • Tela: LED LCD de 15,6 polegadas com antirreflexo;
  • Resolução: 1920×1080 pixels;
  • Sistema: Windows 10 Home Single Language (64-bits);
  • Webcam: HDR Acer Crystal Eye com resolução de 1280×720 pixels;
  • (» Mais informações)

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Bruno Bello

Tenho o meu faz um ano mais ou menos, paguei R$ 3999,00 no mais completo com o modelo Aspire VX5-591G, processador Core i7 - 7700HQ CPU @ 2.80Ghz, e 16,0 GB de RAM. A bateria não dura muito, e para jogar grande jogos e usar softwares para modelagem 3D é necessário estar com ele ligado na bateria para ter uma melhor experiência, senão começará a travar. Mas estando conectado na tomada não ha problema algum, o jogo flui perfeitamente( Assassins Creed Origins rodando no ultra com 60 fps de média, grafico maravilhoso!)

E se eu tivesse que sugerir algo para quem quer adquirir este note, seria comprar também um cooler externo para que diminua a temperatura das teclas quando se esta usando algum aplicativo ou jogo que use muito da sua capacidade.

Excelente no geral!

Nota 9,0/10( Não é 10 pq esquenta um pouco)

Red Silas

Comprei no final de 2017 e logo de inicio ele ja deu problema no som, parando de funcionar, logo em seguida, foi a vez do leitor de cartão, levei pra assistencia e trocaram tudo tranquilo, estava perfeito, apesar do HD lento, troquei por um SSD e a maquina estava voando, porem ontem, ao levantar a tela para jogar, a dobradiça simplesmente fez com que o plastico da tela saisse inteiro.

Honestamente, me arrependi mt de ter pego esse notebook, se nao fosse pelo preço na epoca, eu estaria bem mais p da vida, pois é de um custo beneficio mediocre, peças de plastico horriveis, perifericos que mais parecem serem reciclados, porem, o serviço de apoio da Acer é sensacional e tem sido bastante solicitos nas trocas.

cluberrhod1997

Loоking for sеxting
https://www.google.com/#btn...
Add me, my id 226650

Qigong

Adquiri um, furada. Já é a segunda vez que o plástico da "tampa" descola da tela, quebrando, devido ao movimento de abrir e fechar naturalmente a tampa. A peça metálica do visor é muito pequena e não é capaz de aguentar o torque necessário para abrir a tampa, quebra com uso. Extremamente mal-fabricado. PS: assistencia técnica aqui pra Porto Alegre é enviar o laptop para reparos, previsão de retorno de 1 semana no mínimo.

Sérgio Camargo

Concordo, a máquina é ótima, coloquei SSD EVO M2 e tela IPS, gastei 1000 Reais e virou um foguete com tela linda

Sérgio Camargo

Fiz isso e não troco o meu por nada. Coloquei SSD M2 e tela IPS, gastei 1000 reaus

Sérgio Camargo

TENDENCIOSA essa matéria

Sérgio Camargo

Pior review que já vi desse notebook... O som dele é muito alto e de qualidade. A tela é ruim, então troquei a minha por uma IPS e coloquei um SSD 256GB EVO Samsung M2 e o bicho voa, com muito espaço no HD de 1TB que ficou só pra armazenamento, coloquei o Windows 10 no SSD, imagens maravilhosas, é leve , não esquenta, não faz barulho, e é LINDO. Seu review não condiz com a realidade

RENILSON RODRIGUES DA SILVA

Comprei essa droga ano passado. Se essa matéria tivesse saído antes, certamente eu teria desistido da compra. As coisas que gosto nesse notebook são: o som de muito boa qualidade, a placa de vídeo que não uso para jogos e o teclado. Todo o resto é simplesmente uma porcaria, inclusive o próprio site de su
porte.

Pedro Henrique

Desisti de comprar esse note devido a essa review... kkkkkkkk Agr n sei oq comprar XD

LEONY

Boas noticino pra mim q usasei um desses em 2 semanas. Comprei ate ate um M.2 pra potencializar o conjunto... vamos ver...

LEONY

Só vi boas recomendações. Ou sua memória ta bixada ou seu ssd. Ou algum problema na system do note

LEONY

O cara quer um note gamer com essa configuração, feito de Metal com todo acabamento de um predator por 4 mil kakaakkakkakkakak so pode ser brincadeira isso ... A inteligência falta em alguns blogs kkkk

V_T_G

A sua unidade deve estar defeituosa. Uso para games e solidworks com grandes montagens com desempenho similar ao meu desktop. O meu ssd foi um M2 da OCZ/toshiba. Excelente equipamento.

Cristian Cardoso

Na real tem que remover o Pró "bom em jogos", comprei esse modelo para jogar, já que se trata de um notebook gamer, mas ao jogar Battlefield 1 depois de 1h30, 2h ou qualquer outro jogo que exija mais da 1050, a bateria começa a se descarregar(o notebook está ligado na tomada). Primeira tentativa com o suporte mandaram eu
- resetar a bateria, não adiantou;
- recarregar a BIOS com as conf's padrões, não adiantou;
- Foi para a assistência, trocaram a bateria e não adiantou.

Após voltar com a nova bateria da assistência, liguei no suporte da Acer novamente e o atendente me falou que se eu utilizar o notebook para jogos que exijam demais da GPU, a fonte não vai dar conta e vai utilizar a bateira junto, com isso desgastando o ciclo de vida útil da mesma.
Como já estourou o tempo de troca do submarino e o suporte deles me largou que o notebook gamer não é para todos os games, só me resta ir via Procon tentar minha grana de volta.

Exibir mais comentários