Por que as fabricantes em geral evitam colocar baterias grandes nos smartphones? Pode ser receio de lidar com problemas de explosão; ou pelo simples fato de que aparelhos finos e leves vendem mais.

Felizmente, existem algumas exceções a essa regra: é o caso do Energizer Power Max P16K Pro, que traz bateria de absurdos 16.000 mAh.

Isso mesmo: ele tem mais de cinco vezes a capacidade da bateria do Samsung Galaxy S9 (3.000 mAh) ou iPhone X (2.716 mAh). Ela dura até cinco dias de uso, ou 40 dias em standby.

Claro, isso significa que o aparelho é grosso e pesado. A empresa não revela as dimensões exatas, mas ele tem espessura de aproximadamente 15 mm — o dobro do iPhone — e cerca de 300 g. Segundo o GSMArena, não é difícil segurá-lo na mão graças às bordas angulosas.

A tela Full-HD de 5,99 polegadas tem proporção 18:9. Por dentro, há um processador MediaTek Helio P23 (octa-core de 2,5 GHz) e 6 GB de RAM. O armazenamento interno de 128 GB pode ser expandido via microSD.

A câmera traseira é dupla, com sensores de 13 megapixels de 5 MP; abaixo dela, fica o leitor de digitais. A câmera frontal também é dupla, com sensores de 16 MP e 13 MP.

De acordo com o Mashable, a traseira é de plástico — o metal deixaria o aparelho ainda mais pesado — e imita a aparência de vidro, juntando marcas de dedos facilmente. Ele tem porta USB Type-C, mas a Energizer não diz quanto tempo a bateria leva para ser carregada.

O P16K Pro será lançado em setembro por cerca de US$ 500, rodando Android 8.0 Oreo. Ele é fabricado pela francesa Avenir Telecom, que licencia a marca Energizer para smartphones.

Com informações: Mashable, GSMArena.

Comentários

Envie uma pergunta