Início » Internet » YouTube Kids sugere vídeos sobre "Terra plana" e outras teorias da conspiração

YouTube Kids sugere vídeos sobre "Terra plana" e outras teorias da conspiração

Felipe Ventura Por
2 anos atrás

O YouTube está passando por alguns problemas recentemente. Depois que uma teoria da conspiração chegou à seção "Em Alta", a plataforma vem tentando combater esse tipo de conteúdo. Nem mesmo o aplicativo para crianças está a salvo disso.

Segundo o Business Insider, o YouTube Kids inclui diversos vídeos com teorias da conspiração. Alguns afirmam que a Terra é plana, ou que o homem nunca chegou à Lua; enquanto outros defendem a ideia de que o planeta é governado por híbridos de répteis e humanos.

O YouTube Kids é um aplicativo separado para iOS e Android que promete oferecer apenas conteúdo adequado para crianças. No entanto, ao fazer uma busca por "pouso na lua", ele sugeria três vídeos dizendo que as missões Apollo foram uma encenação.

Ao procurar "UFO", apareciam não só vídeos inofensivos de brinquedos, como também um vídeo dizendo que OVNIs deixam "chemtrails" — rastros de agentes químicos ou biológicos — no céu.

Alguns termos mais específicos também trazem resultados, como "terra plana" e "nibiru" (um corpo celeste que supostamente vai colidir com a Terra no século XXI). No entanto, a criança também pode ser exposta a esse tipo de conspiração devido ao algoritmo de recomendação do YouTube.

"Seguindo os vídeos relacionados que aparecem no YouTube Kids", diz o Business Insider, "acabamos vendo um vídeo que afirma que uma porta de entrada para um novo mundo se abriu, e que uma funcionária do Grande Colisor de Hádrons desapareceu misteriosamente em um portal mágico".

E depois de assistir vários vídeos de conspiração, a página inicial recomendava mais outro — desta vez sobre aliens na Lua. Após ser avisado, o YouTube Kids ocultou várias dessas teorias da conspiração, mas outros vídeos do tipo ainda permanecem.

O YouTube diz em comunicado que o conteúdo do app Kids "é filtrado usando sistemas treinados por humanos. Dito isto, nenhum sistema é perfeito e às vezes erramos. Quando isso acontece, tomamos medidas imediatas para bloquear os vídeos ou, se necessário, os canais que aparecem no aplicativo".

No ano passado, o YouTube Kids foi criticado por deixar passar vídeos bizarros, que usavam personagens de desenhos infantis em situações perturbadoras — a Peppa Pig bebendo água sanitária, por exemplo. É melhor não deixar seu filho usando o app sem supervisão, para não criar um terraplanista desde cedo.

Com informações: Business Insider.