Início » Computador » Este SSD bate recorde com seus 100 TB de capacidade

Este SSD bate recorde com seus 100 TB de capacidade

Emerson Alecrim Por

Há uma corrida na indústria para definir quem tem o SSD com a maior capacidade. Nesta semana, a Nimbus Data tomou a dianteira: a companhia anunciou o ExaDrive DC100, unidade que promete 100 TB de armazenamento. É um recorde: o maior modelo disponível atualmente é o SSD de 50 TB da Viking (a Seagate anunciou um de 60 TB que nunca foi lançado).

Ao contrário da maioria dos SSDs atuais voltados a desktops, esse é um modelo de 3,5 polegadas, não de 2,5 polegadas. Esse detalhe revela um aspecto que você já deve ter adivinhado: o ExaDrive DC100 é específico para servidores e aplicações corporativas que envolvem grandes volumes de dados.

O ExaDrive DC100 tem interface SATA de 6 Gb/s (gigabits por segundo). A Nimbus Data fala em lançar uma versão com interface SAS, mas não confirmou a decisão, tampouco deu previsão de lançamento.

A altíssima capacidade de armazenamento é possível em parte porque o ExaDrive DC100 é baseado em módulos 3D NAND MLC da SK Hynix. O 3D quer dizer que as células de armazenamento são "empilhadas", não ficando apenas uma ao lado da outra. Já o MLC é uma sigla para Multi-Level Cell e indica que cada célula pode armazenar pelo menos dois bits.

ExaDrive DC100

A taxa de leitura não passa de 500 MB/s (megabytes por segundo), o mesmo valendo para a escrita de dados. Não são as velocidades mais altas do mercado. Anunciado no mês passado, o Samsung PM1643, por exemplo, tem pouco mais de 30 TB de capacidade e velocidades de 2.100 MB/s e 1.700 MB/s nas operações de leitura e gravação, respectivamente.

Mas, como a própria fabricante ressalta, o ExaDrive DC100 é direcionado a aplicações que priorizam alta capacidade de armazenamento e eficiência energética. Neste ponto, vale dizer que o SSD trabalha com 10 W quando inativo e 14 W quando em operação.

O ExaDrive DC100 lida ainda com 100.000 IOPS aleatórias para leitura e escrita. A garantia é de cinco anos com DWPD (Device Write Per Day) ilimitado, indicando que, durante todo esse período, não há limite de resistência nas operações diárias de escrita.

Preço? A Nimbus Data não divulgou, mas a TechTarget estima que o ExaDrive DC100 terá custo entre US$ 0,50 e US$ 0,90 por gigabyte. As primeiras unidades devem começar a ser enviadas aos clientes a partir de junho. A linha ExaDrive também inclui um modelo com 50 TB de capacidade.

Com informações: Tom’s Hardware, AnandTech.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação