Há alguns anos, o macOS vem adotando diversos elementos do iOS, desde os ícones da interface até a Siri. No entanto, eles permanecem sistemas separados, e o CEO Tim Cook diz que isso não vai mudar tão cedo.

Em uma entrevista publicada no Sydney Morning Herald, Cook sugere que não haverá uma fusão do macOS com o iOS: “eu não acho que é isso que os usuários querem”.

Foto por Mike Deerkoski/Flickr

Eis o que Cook disse ao jornal:

Nós não acreditamos em diluir um por causa do outro. Ambos [o Mac e o iPad] são incríveis. Uma das razões pelas quais ambos são incríveis é porque os impulsionamos a fazer o que eles fazem bem. E se você começa a fundir os dois… você começa a fazer concessões e comprometimentos.

Talvez a empresa ficasse mais eficiente [com apenas um sistema operacional]. Mas não é disso que se trata… essa conversa de fusão em que algumas pessoas estão fixadas, eu não acho que é isso que os usuários querem.

Rumores sugerem que a Apple vai usar seus próprios processadores nos Macs, deixando de lado a Intel. Seria necessário criar uma versão ARM do macOS, mas isso não levaria necessariamente a uma unificação com o iOS.

Claro, isso não impede um projeto da Apple para apps universais. Segundo a Bloomberg, desenvolvedores poderão criar um único programa que funciona tanto no iOS como no macOS, adaptado para toque ou mouse/teclado. Isso deve ser anunciado durante a próxima conferência WWDC.

A Apple ainda vê tablets e laptops como dispositivos diferentes para situações diferentes. “Eu geralmente uso um Mac no trabalho, e uso um iPad em casa”, diz Cook.

É uma estratégia diferente da Microsoft, que unificou o Windows 10 para PCs com ou sem touchscreen, para laptops com processador ARM, e até para o Xbox One.

Com informações: Ars Technica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Trovalds

Com a concorrência não avançando, mesmo que o substituto do Tim Cook seja favorável à unificação ele vai ter muito trabalho pela frente. E como o @disqus_NeHxeW2yph:disqus comentou aí antes de você, se não começar do rascunho e ficar tentando adaptar tecnologia antiga esquece.

Caleb Enyawbruce

A própria MS agora criou um sistema para IOT baseado em Linux dizendo que "não precisa de tudo que tem no Windows" e que queria "algo mais enxuto". Na prática mesmo a unificação de sistemas com a aplicação de um mesmo SO em todos os tipos de dispositivos se mostrou ineficiente.

Murilo Rafael De Mello

Pelo que eu entendi, o que você está dizendo é que precisamos dar um fim no Cook se quizermos macOS e iOS unificados?

 david

Não quero mesmo, cada sistema em seu lugar

Gertrudes, a Lhama Morta

Acho que pra sair algo decente só fazendo do zero, não com base em tecnologias de 20 (30?) anos atrás. É o que a Google tá tentando fazer com o Fuchsia. Mas estamos longe do resultado ainda.

Gertrudes, a Lhama Morta

Andrômeda não era o Chrome OS + Android?

Carlin

É melhor oferecer os dois com certa qualidade individualmente, do que juntar criar uma aberração!

CtbaBr©

A primeira vez que eu comprei um Samsung com Android, logo imaginei como seria perfeito um Smartphone com Windows, em seguida fiz a burrada de comprar um Windows Phone, mas quem iria imaginar que a Microrsoft erraria tanto? Tinha tudo para dar certo!

Trovalds

Não é questão de "verdade", é questão de realidade mesmo. A MS está "aos trancos e barrancos" pra conseguir integrar, até agora sem sucesso e o Google até pensou em algo pro Chromebook rodar apps Android mas é sofrido de doer. E o tamanho de tela de celular só teve mudança na Apple depois que o Steve Jobs morreu. Se ele ainda vivesse, iPhone com tela grande não existiria.

Querendo ou não o Cook tem razão: são sistemas distintos com finalidades distintas.

Guilherme da Silva Manso

Melhor decisão. Se você não é capaz de unificar os sistemas sem que precise destruir um em função do outro (estou olhando pra você, Microsoft), é melhor ficar com dois mesmo....

Guilherme da Silva Manso

Falhou porque precisou "diluir" todo o Mobile em função do sistema Desktop. Hoje temos um sistema muito mais voltado para os usuários clássicos que para o mundo pós-moderno, orientado a toque.

tuneman

eu não entendo. isso aí tá pior que a volta de Jesus Cristo.
afinal vêm, mas só se você tiver fé. Se ele não vier é por que não teve fé o suficiente.

tuneman

mas segundo "alguns" a Microsoft ainda não abandonou o 'mobile'.
vai chegar um Windows 10 ARM64 que vai revolucionar o mercado de sistemas para smartphones.

Trovalds

A MS só falhou no "Phone". As outras integrações ainda não foram abandonadas (PC, Tablet, XBOX...)

Kodos Otros

O Andrômeda ainda é o marco do "agora vai"?
Cada hora é um agora vai e tava achando que já tinham mudado.

Exibir mais comentários