A Motorola lançou nesta quarta-feira (6) no Brasil o Moto Z3 Play, smartphone intermediário premium que faz parte do catálogo da marca para 2018. Ele chega ao mercado brasileiro com processador atualizado, tela com proporção 18:9 e leitor de impressões digitais na lateral.

O aparelho tem tela de 6 polegadas (0,5 polegada a mais que a geração anterior) e display Super AMOLED de resolução Full HD+, de 2160 x 1080 pixels, para se adequar à nova proporção. Seu design continua fino, com 6,75 mm de espessura, mas o leitor de impressões digitais saiu da parte frontal.

Agora, o leitor biométrico fica na lateral do dispositivo, como nos smartphones da Sony. Seria inviável colocá-lo atrás, por exemplo, porque ficaria impossível de usar com algum Moto Snap. Falando neles, o Moto Z3 Play continua compatível com os acessórios atuais.

Na traseira, ele tem uma câmera de 12 megapixels com abertura f/1,7 e outra de 5 MP para desfocar o fundo. O Z3 Play continua com resistência a respingos, mas perdeu o conector de 3,5 mm, que ainda sobrevivia no Moto Z2 Play. Agora, será necessário usar um adaptador USB-C ou um fone de ouvido Bluetooth.

Por dentro, ele tem um Snapdragon 636 com oito núcleos de até 1,8 GHz (contra Snapdragon 626 da geração anterior). A memória RAM continuou em 4 GB e o armazenamento interno, em 64 GB, com a possibilidade de expansão via microSD. A bateria, que havia sido reduzida de 3.510 mAh para 3.000 mAh, continuou com 3.000 mAh. Ele roda Android 8.0 Oreo.

O Moto Z3 Play já está disponível por R$ 2.299 na cor índigo. Ele também pode ser comprado com uma Moto Style Shell (R$ 2.399), o módulo de TV digital e bateria adicional por R$ 2.599, ou com o módulo de projetor, por R$ 2.999. No futuro, também chegará um modelo com 128 GB de armazenamento e 6 GB de RAM.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcio Gianotti

Nunca mais dou 1 real a essa motorola comprada pela lenovo.
Moto Z depois de um ano com sombras na tela, bateria que desliga de repente, esquenta igual um diabo, trava por qualquer motivo, derruba ligações em transição de torres de telefonia.
Comprei um Huawei P20 Pro e to vendo o que é um aparelho de verdade.

Pereira

Amigo, só existe um verbete "padrão" no dicionário (até tem outro, mas é relativo a marcos de pedra, que aí sim não tem nada a ver). Ou você estava falando outro idioma, ou está tentando enrolar. Você cometeu um equívoco e tenta se esquivar de toda forma.

Agora algo que ainda não respondeu: o que um celular deve ter para ser considerado bordas finas? Uma borda fina, claro. E o que configura uma borda fina?

Pereira

Cara, fui procurar, e a primeira entrada do verbete "padrão" no priberam:

pa·drão 1
(latim patronus, -i, patrono, defensor)
substantivo masculino
1. Tipo oficial de pesos e medidas. = BITOLA, CRAVEIRA, ESTALÃO, MODELO


seguimos


2. O que serve de referência. = MODELO, PARADIGMA

3. Régua de ferro para medir a largura da boca das pipas, barris, etc.

Os outros dicionários não fogem muito.

Portanto, quando existe um consenso sobre bordas finas, este consenso é, ou deveria, ser feito em cima de critérios objetivos, para definir o que é uma borda fina e o que é uma borda grossa.

Se você acha que são critérios subjetivos, então não tem direito de criticar o camarada que achou as bordas desse aparelho finas.

Pereira

Ué, foi você que tocou em padrões, nesse comentário aqui. Destaco:

Pros padrões atuais, essa borda é sim grossa


Se é um padrão, devem ter medidas padrão, oras.

Mas já em sua última resposta, diz que não é questão de padrão, mas de opinião:

Eu não sou o Inmetro, então não avalio por medida. Eu, pessoalmente, avalio por estética.


Se partirmos para questão de avaliação pessoal, então não há razão de contradizer o cara que não acha essas bordas grossas, simples assim.

Pereira

Quantros milímetros deve ter uma borda para ser considerada fina?

Conrado

Po, sou bem fã da Motorola, recente vim do grupo+ para o atual Z2 play e desculpa, esse aparelho tá bem decepcionante(pelo preço praticado). Aumentaram 0,7cm (eu achava a finura dele um puta detalhe chamativo) e mesmo aumentando tiraram o PÉ. E muda de alumínio pra vidro e não me bota um IP68? Atualmente por esse preço da pra migrar pra um S8 comprado aqui... Acho que todo mundo vai acabar esperando o Zenfone 5 pra ver o que vai ser mercado

André G

Daqui 2 meses estará custando 1500

André G

Discordo. O Moto Z veio sem P2 antes mesmo da Apple.

Felipe Ventura

Corrigimos, obrigado!

Taverna do URF

Está aí uma empresa que foi boa lá em 2013 enquanto era do Google...hoje é apenas mais uma buscando enfiar mais do mesmo nos consumidores brasileiros...não é por acaso que comecei a usar celulares chineses: Xiaomi, Nubia, Leago, etc...

John Smith

Isso é. Sempre tem o bobo que paga o preço cheio de lançamento. Vale pra qualquer segmento.

Ed. Blake

Spoiler: No Brasil esta "tática" comercial funciona em vários mercados, sendo o principal exemplo o mercado automotivo, desde ... sempre.

B. C. N.

Pelo menos não é o absurdo do A6 Plus, esse até que veio legalzinho e bom pela faixa de preço no Brasil, considerando o encarecimento dos componentes e inflação

Alair Ribeiro

Acho que se a Samsung puxar esse carro no quesito de distribuir o fone bluetooth acho que as demais podem topar ou não.

John Smith

Isso não faz o menor sentido. Não é um aparelho completamente novo, mas um mero refinamento de um existente.

Exibir mais comentários