Início » Negócios » Como a automação está transformando vários tipos de negócios

Como a automação está transformando vários tipos de negócios

Nem sempre percebemos, mas a automação já é essencial em diversas atividades

Por
23 semanas atrás

Algumas tecnologias são tão eficientes que dificilmente notamos que elas existem. Essa invisibilidade, digamos assim, é frequente na automação: muita gente acredita que o assunto diz respeito apenas a fábricas modernas, mas a verdade é que várias outras áreas já se beneficiam de sistemas automatizados.

Esse é um caminho trilhado por cada vez mais empresas. A automação agiliza processos, reduz custos, deixa as operações mais seguras, reforça a confiabilidade e, sobretudo, torna os negócios mais competitivos.

Não pense que é exagero. Separamos cinco exemplos que mostram como a automação impacta em diferentes ramos de atividades.

Bancos e sistemas financeiros

Já parou para pensar em como os bancos trabalhavam décadas atrás? Pagamentos de contas, transferências de dinheiro, investimentos, financiamentos e outras operações precisavam ser registradas em livros e documentos em papel.

Caixa eletrônico

Graças à automação, todas essas operações são realizadas com uma agilidade impressionante nos dias atuais. A confiabilidade e a segurança também aumentaram: embora incidentes ainda sejam registrados, os sistemas dos bancos conseguem barrar a grande maioria das tentativas de fraude, de forma automatizada. Mérito de tecnologias como o machine learning.

Agronegócio

Você passa por uma rodovia que cruza uma área rural, vê plantações a perder de vista e pensa que a tecnologia não chegou ali ainda. Esse é um erro comum: na verdade, o agronegócio se beneficia há tempos de tecnologias que melhoram a produtividade e reduzem perdas.

Agricultura

Com o uso de satélites, sensores estrategicamente posicionados, drones e outros equipamentos, sistemas de monitoramento conseguem definir qual o melhor momento para colher ou plantar em uma lavoura, por exemplo. Alguns usam até análise preditiva para estimar as condições climáticas para as próximas semanas ou mesmo meses.

Medicina

Hospitais de várias partes mundo já contam com braços robóticos que auxiliam em cirurgias. Por contarem com precisão milimétrica, alguns deles podem realizar certos procedimentos sob supervisão da equipe cirúrgica.

Robô cirurgião

Mas, provavelmente, a área de diagnósticos é a que mais avança em termos de automação. Tendo como referência bancos de dados com milhares de exames realizados anteriormente, sistemas laboratoriais já conseguem diagnosticar determinados tipos de tumores e outros problemas complexos com mais precisão do que os médicos.

Comércio

Uma gigantesca operação é executada toda vez que você faz compras em uma loja física ou online. Dependendo da empresa, o sistema notifica automaticamente repositores ou fornecedores sobre produtos que estão acabando, indica qual o centro de distribuição pode fazer a entrega mais rápida ao cliente e emite nota fiscal, só para dar alguns exemplos.

Até o marketing pode ser automatizado: hoje, é muito comum o envio de emails aos clientes com ofertas geradas com base no histórico de compras e nos produtos consultados recentemente.

Auto-caixa

A inovação também chega às unidades físicas, é claro. Vai ao supermercado e não quer encarar as longas filas do caixa? Sistemas de autoatendimento já estão aparecendo em muitos deles.

Aeroportos

Começa já em casa ou no hotel: graças ao check-in online, você evita filas nos aeroportos — talvez você pegue uma só para despachar a bagagem. Em alguns deles, o registro de entrada e saída também é automatizado: basta aproximar o passaporte de um dispositivo leitor que um sistema de reconhecimento facial com câmera fará a identificação.

Aeroporto

Até as bagagens estão recebendo cuidados da tecnologia: algumas companhias aéreas já usam RFID para detectar malas enviadas para a aeronave ou esteira incorreta, diminuindo a incidência de extravios.

*****

Perceba que, em todos esses exemplos, a automação cumpre funções essenciais. Hoje, é até difícil pensar em transações bancárias ou sistemas de check-in sendo operados manualmente. Frequentemente enxergamos sistemas automatizados como soluções para o futuro, mas aí estão as provas de que eles já estão transformando diversos mercados.

Há tecnologia até em segmentos que pareciam que nunca iriam mudar, como o de databases: bancos de dados autônomos já são realidade e podem, entre outras vantagens, diminuir os períodos de indisponibilidade da aplicação e permitir que o administrador (DBA) dedique o seu tempo a tarefas mais relevantes do que instalar atualizações ou corrigir falhas, por exemplo.