Início » Mobile » Não se assuste com apps que abrem a câmera retrátil do Vivo Nex

Não se assuste com apps que abrem a câmera retrátil do Vivo Nex

Isso acontece devido às APIs do Android

Por
03/07/2018 às 18h43
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O smartphone Vivo Nex possui uma tela sem notch que ocupa 91% da parte frontal. Para liberar espaço, a câmera frontal é retrátil: ela sobe apenas quando você tira selfies. No entanto, ela está sendo ativada sozinha por alguns aplicativos, incluindo o Telegram.

Foi fácil chegar à conclusão apressada de que esses apps estão espionando você. No entanto, a câmera do Vivo Nex é rapidamente desativada — e há um bom motivo para isso.

Telegram e APIs de câmera

Quando o usuário abre uma mensagem no Telegram, a câmera frontal do Vivo Nex sobe imediatamente e logo se retrai, mesmo que ele não queira tirar uma foto.

Isso foi demonstrado em vídeo por um usuário da rede social Weibo:

Isso acontece devido às APIs do Android. O Telegram solicita a resolução das câmeras quando você usa o app pela primeira vez. É preciso ativá-las temporariamente para obter essas informações.

Repare que, no vídeo abaixo, o Vivo Nex levanta e imediatamente retrai a câmera frontal — é o Telegram perguntando a resolução através da API. Isso é feito apenas da primeira vez em que o app é usado, quando o usuário abre uma conversa. Quando ele abre outras conversas, nada acontece:

O Telegram possui código aberto, e um beta não-oficial permite desativar a inicialização da câmera ao abrir o chat. Isso está disponível em um menu de depuração (debug).

As notas da versão 4.8.11 (1317) dizem:

O app não consultará mais a resolução das câmeras quando o bate-papo estiver aberto. Isso significa que a primeira tentativa de gravar uma mensagem de vídeo começará com algum atraso (espero que seja curto). Além disso, a câmera no menu Anexar não estará visível instantaneamente na primeira abertura.

Em outros apps

Segundo o site Abacus, especializado em tecnologia da China, o Vivo Nex também levanta a câmera frontal com o navegador QQ Browser.

A desenvolvedora Tencent diz que isso está relacionado às APIs do Android. O navegador usa a câmera para determinados recursos, como ler QR Codes, e precisa ativá-la brevemente para obter suas informações (como a resolução).

Por sua vez, a chinesa Vivo diz que permissões não-necessárias de apps são desativadas por padrão, e que “sempre implementou um gerenciamento rigoroso” delas.

Android

Você não precisa se assustar com apps que ativam a câmera frontal do Vivo Nex. Ainda assim, vale lembrar que o Android sempre foi muito liberal nesse quesito.

Até o Oreo, apps em segundo plano podem ativar a câmera sem avisar ao usuário. O desenvolvedor Szymon Sidor demonstrou em 2014 que isso funciona mesmo com a tela desligada:

No Android P, apps em segundo plano só podem usar a câmera e o microfone se exibirem uma notificação avisando o usuário.