O Uber anunciou hoje (30) que começou a trabalhar com um serviço de assinatura para que usuários utilizem o app de transporte. Com nome de Ride Pass e custando a partir de US$ 14,99 (aproximadamente R$ 55), o objetivo do plano é de manter o preço mais baixo para o passageiro, mesmo quando o valor sobe com a tarifa dinâmica.

Já disponível, o Ride Pass pode ser utilizado nas cidades americanas de Los Angeles, Denver, Austin, Miami e Orlando. Ele não funciona como a assinatura do Netflix, por exemplo, que permite assistir todo o catálogo apenas com um pagamento mensal e fixo. No Uber a assinatura garante que o preço dinâmico não exista.

Funciona assim: com a assinatura paga, toda corrida que o usuário fizer em uma das cidades que participam deste projeto, ficará com o valor mais baixo possível. Nada altera o valor, como chuva ou então a demanda maior para sair de um show – que geralmente faz o preço do trajeto explodir de tão caro, sendo mais caro do que alugar um carro por um dia.

Como a maioria dos serviços mensais, existe a opção de continuar no programa e trabalhar com a renovação automática com o débito no meio de pagamento cadastrado pelo aplicativo. Além disso, existe uma área de controle que mostra quanto o passageiro economizou ao não pagar a tarifa dinâmica.

Em Los Angeles, em breve, os usuários que assinarem o Ride Pass também conseguirão utilizar outros serviços que foram comprados recentemente pelo Uber, como é o caso de patinetes e bicicletas elétricas da JUMP.

Com informações: Uber.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thiago Mocci

As empresas lançam algo com uma justificativa e depois se contradizem. "A tarifa dinâmica é para manter a demanda de veículos e passageiros equilibrada, é importante pra que você nunca espere muito um carro"... EXCETO SE VOCÊ ASSINAR ISSO AQUI. Fica difícil defender.

pedroneto

Inclua aí o gamepass no Xbox...

Paulão da Regulagem

Em breve, seremos “reféns” da assinaturas, que somadas podem chegar a valores bem elevados: Netflix, Spotify, Amazon, Uber, Rappi, Dropbox/iCloud..

Jairo ☠️

Para mim por enquanto não é possível se desfazer do carro devido motivos profissionais

Eduardo Chuta

Eu achei a proposta bem sacana pra falar a verdade. Partindo do princípio que na maioria das vezes, mesmo sem dinâmico, o Uber tá sempre mais caro que o 99; em alguns casos a discrepância era de quase 10 reais mais caro pro mesmo trajeto. O que faço é ter os 3 apps mais comuns aqui de Sampa: 99, Cabify e Uber. No qual ficar mais barato eu vou.

Fidelidade ao meu bolso, e não empresas!

Vanderson Lima

Eu teria se não morasse no interior kkkk
Aqui é foda.

Jorge Luis

eu teria se não tivesse filhos.

Jorge Luis

se eu não tivesse filhos provavelmente seria o meu caso.

Vanderson Lima

Teria coragem de desfazer do carro, ou ainda não seria possível?

Jairo ☠️

Eu consegui reduzir minha dependencia de carro em 90% , consigo me deslocar bem com o Uber

Vanderson Lima

"Nada altera o valor, como chuva ou então a demanda maior para sair de um
show – que geralmente faz o preço do trajeto explodir de tão caro,
sendo mais caro do que alugar um carro por um dia."

Falei para um pessoa que isso ocorria no Uber e teimou comigo o tempo todo. Me venceu pela insistência.

Sinceramente, eu gostaria de morar em locais com disponibilidade de Uber o tempo todo, pq os gastos para manter um carro não são baixos aqui no Rio de Janeiro.

Gabriel P B

genial, já podem lançar no Brasil

johndoe1981

Pra quem usa muito Uber em horário de pico, pode acabar economizando.

Acho que valeria bem a pena aqui. Conheço muitos que só se deslocam por Uber hj em dia.