Início » Celular » Apple muda iOS na China para derrubar proibição da venda do iPhone

Apple muda iOS na China para derrubar proibição da venda do iPhone

É uma mudança discreta, mas que pode livrar a Apple das patentes da Qualcomm que fizeram a China proibir a venda do iPhone no país

Por
35 semanas atrás

O iOS 12.1.2 começou a ser disponibilizado recentemente para, entre outros fins, corrigir falhas relacionadas ao eSIM nos iPhones XS, XS Max e XR. Mas a versão chinesa da atualização traz algo a mais: pequenas modificações no sistema operacional para derrubar a proibição da venda do iPhone na China. Este é mais um episódio da guerra entre Apple e Qualcomm.

iPhone X

Se você não está por dentro do assunto, aqui vai uma rápida explicação: a Qualcomm conseguiu suspender judicialmente as vendas do iPhone na China alegando que a Apple violou duas de suas patentes no iOS. A decisão vale para o iPhone 6s e modelos sucessores até chegar ao iPhone X.

A decisão só não engloba os atuais iPhones XS, XS Max e XR porque a ação judicial foi elaborada em 2017, quando esses modelos não existiam. Ciente disso, a Qualcomm já vem tentando convencer os tribunais chineses a fazer a proibição valer para esses aparelhos também.

Aparentemente, a Apple continua comercializando os modelos proibidos na China. Ainda que não tenha liberado nenhum comunicado público a respeito, alguns veículos relataram que a companhia acreditava que a decisão judicial valia apenas para iPhones com versões anteriores ao iOS 12.

Na outra ponta, a Qualcomm sinaliza que a decisão judicial não menciona as versões do sistema operacional e dá a entender que a Apple estaria, portanto, se fazendo de desentendida para não cumprir a ordem dos tribunais chineses.

Seja lá como for, a Apple parece estar tentando remediar o problema com a recente atualização do iOS na China. Uma das mudanças é esta: em vez do movimento de subir para fechar um aplicativo, o sistema operacional agora faz o app encolher até sumir. Observe no vídeo abaixo:

Que diferença isso faz? Uma das patentes da Qualcomm supostamente violadas diz respeito à gestão de aplicativos a partir de uma tela sensível a toques. Certamente, a mudança em questão tenta desvencilhar o iOS dessa patente.

Mas, para a Qualcomm, a Apple continua a violar o sistema legal da China por não estar respeitando a decisão de paralisar as vendas do iPhone. Por sua vez, a Apple diz acreditar que está agindo em conformidade com a decisão judicial.

Essa é uma briga que vai longe. Há tempos que as duas gigantes estão se estranhando. Em uma das investidas mais recentes, esta ocorrida nos Estados Unidos, a Qualcomm acusou a Apple de dever a ela US$ 7 bilhões em royalties.

Com informações: Reuters, MacRumors.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.