Início » Gadgets » Samsung Galaxy Buds: avançando para o básico

Samsung Galaxy Buds: avançando para o básico

Novos fones de ouvido totalmente sem fio da Samsung são mais simples, mais acessíveis e melhores

Paulo Higa Por

Com um nome bem mais amigável, os Galaxy Buds são os novos fones de ouvido totalmente sem fio da Samsung. Eles herdaram o formato do Gear IconX, mas estão mais estilosos, passaram a estampar a marca da AKG e… se tornaram bem mais simples.

Isso mesmo: nada dos sensores de batimentos cardíacos da primeira geração, da memória interna de 4 GB para músicas ou do monitoramento de exercícios integrado. Os Galaxy Buds só fazem o básico: tocam música por Bluetooth. Em compensação, eles estão menos caros que o Gear IconX, com preço sugerido de R$ 999.

Será que a mudança fez bem aos fones de ouvido totalmente sem fio da Samsung? Eu usei os Galaxy Buds por um mês e conto minhas impressões nos próximos minutos.

Análise dos Galaxy Buds em vídeo

Design e conforto

Samsung Galaxy Buds + Gear IconX

Eu sou um usuário antigo do Gear IconX: tive a primeira geração com bateria terrível e também a segunda, que se tornou uma fiel companheira no transporte público e nas minhas corridas de manhã. E, na primeira vez que coloquei os Galaxy Buds no ouvido, não pude deixar de reparar no peso: são só alguns gramas a menos, mas eles me pareceram muito mais leves nas orelhas.

A Samsung parece ter priorizado o conforto em detrimento do isolamento com as borrachinhas padrão, que ficaram menores e passam a impressão de que os fones vão cair a qualquer momento (mas é só impressão mesmo). São fones de ouvido que devem agradar mais pessoas no primeiro uso. Como eu prefiro um ajuste mais firme, troquei para as borrachinhas maiores logo na primeira semana.

Samsung Galaxy Buds

Os comandos de toque foram simplificados nos Galaxy Buds — não existe mais o gesto de arrastar o dedo para cima ou para baixo para controlar o volume, o que me fez muita falta. Por meio do aplicativo da Samsung, que comento adiante, dá para configurar para que um toque longo do lado esquerdo diminua o volume, por exemplo, mas não é a mesma coisa.

Até o estojo de carregamento é direto ao ponto: em vez de um botão para abrir a caixinha e outro para parear com o celular, como no Gear IconX, temos só um LED de estado e uma porta USB-C para recarregar o conjunto. Quem tem um smartphone novo da Samsung só precisa pegar os Galaxy Buds, colocá-los no ouvido e tocar em “Conectar” na tela, ao maior estilo Apple AirPods. Bem mais simples.

Samsung Galaxy Buds

Software

O controle dos Galaxy Buds é feito pelo aplicativo Galaxy Wearables, que vem pré-instalado nos celulares da Samsung, mas pode ser baixado por qualquer usuário de Android. Ele mostra o nível de bateria de cada lado, tem um equalizador e permite configurar um recurso chamado Som Ambiente.

O Som Ambiente é o oposto de um cancelamento ativo de ruído: ele usa os dois microfones do Galaxy Buds para deixar o som passar, sendo que a intensidade pode ser ajustada ao gosto do freguês. É útil especialmente para quem pratica exercícios físicos na rua e não quer se isolar completamente do mundo para não ser atropelado.

Samsung Galaxy Buds

Som e conectividade

Mas vamos para o que interessa: o som. Os Galaxy Buds têm ótima qualidade de áudio, mas me fizeram uma pegadinha quando os ouvi pela primeira vez: o som parecia muito magro, quase sem graves, que eram muito presentes no Gear IconX. Foi só trocar para as borrachinhas maiores, que isolam melhor o ruído, para o áudio ficar como nos velhos tempos.

Samsung Galaxy Buds

Mesmo com o ajuste adequado, os Galaxy Buds não devem ganhar o coração do pessoal que gosta de batidas com muito impacto: as frequências baixas podem ser bem escutadas, mas menos sentidas que no Gear IconX. A clareza nos médios e os vocais bem definidos são pontos de respeito aqui, ainda mais para fones de ouvido que não têm pretensão de atrair o público audiófilo. Em comparação com o irmão mais velho, ele tem um som ainda quente e enérgico, mas ligeiramente mais arejado, o que me agrada bastante.

Um dos avanços prometidos pela Samsung está nos microfones. Segundo a empresa, os Galaxy Buds possuem uma tecnologia adaptativa com microfone duplo que reconhece o ambiente ao seu redor e deixa o ruído de fora da sua conversa. O que eu posso dizer é que a voz fica com uma qualidade típica de fones de ouvido Bluetooth, com uma compressão que me incomoda e um aspecto metalizado, mas que não atrapalha na compreensão.

Samsung Galaxy Buds

E uma boa notícia para quem usa iPhone ou Apple Watch para ouvir música é que os Galaxy Buds agora suportam o codec de áudio AAC, garantindo um som menos comprimido para quem tem ouvido treinado (não é o meu caso). Nos smartphones da Samsung, o codec continua sendo o Scalable, que tende a sofrer menos interferências que o padrão SBC.

Quanto à estabilidade da conexão, eu não tive nenhum problema com falhas no som nos Galaxy Buds, seja conectado a um iPhone XS, Galaxy S10+, Galaxy Note 9 ou um Apple Watch Series 4. Nesse ponto, a Samsung já havia feito um ótimo trabalho nos modelos anteriores, então não existe nenhuma surpresa indesejada aqui. Que bom!

Samsung Galaxy Buds

Bateria

Apesar de terem ficado mais leves, os Galaxy Buds estão com baterias melhores. Com o volume no médio, escutando músicas e podcasts por meio de um iPhone XS, eles aguentaram 6h10min nos meus testes antes de desligarem, o que é uma marca bem respeitável na categoria de fones de ouvido totalmente sem fio, em linha com a promessa de 6 horas de autonomia da Samsung.

O ponto negativo é que o estojo de carregamento perdeu capacidade: ele só recarrega os fones de ouvido uma vez. Particularmente, achei a troca justa: o acessório fica mais compacto no bolso e, pelo menos no meu caso, 12 horas de reprodução são mais que suficientes para encontrar uma fonte de carregamento antes que a bateria acabe.

Samsung Galaxy Buds

Essa fonte de carregamento, no caso, pode ser tanto uma power bank e um cabo USB-C quanto um carregador sem fio no padrão Qi — que, inclusive, está integrado à traseira dos novos Galaxy S10.

Vale a pena?

Fones de ouvido totalmente sem fio ainda são caros, mas os Galaxy Buds são um ótimo representante da categoria. Eles não são exatamente um sucessor do Gear IconX, porque perderam muitos recursos: em vez de um wearable que podia tocar músicas e monitorar exercícios sem um celular por perto, os Galaxy Buds são apenas… fones de ouvido.

Samsung Galaxy Buds

Apesar disso, eles fazem bem o que se propõem a fazer. A bateria não decepciona, o design é confortável e a qualidade de som é bastante satisfatória para fones de ouvido desse tamanho. A Samsung também acertou na escolha de cores — ainda existe o preto para quem prefere ser discreto, mas o branco e o amarelo são ótimos para fugir da mesmice.

O Gear IconX (2018) era um companheiro muito frequente nos meus deslocamentos, mas os Galaxy Buds acabam de tomar o lugar dele.

Especificações técnicas

  • Conectividade: Bluetooth 5.0;
  • Codecs: Samsung Scalable, AAC e SBC;
  • Baterias:
    • Fone de ouvido (cada lado): 58 mAh (até seis horas de reprodução);
    • Estojo de carregamento: 252 mAh (uma recarga nos dois fones;
  • Sensores: acelerômetro, proximidade, toque;
  • Compatibilidade: celulares com Android 5.0 ou superior e 1,5 GB RAM ou mais (para o aplicativo Galaxy Wearable);
  • Dimensões:
    • Fone de ouvido (cada lado): 17x22x19 mm;
    • Estojo de carregamento: 70x39x26 mm;
  • Peso:
    • Fone de ouvido (cada lado): 5,6 gramas;
    • Estojo de carregamento: 39,6 gramas.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Carlos Bayer
Comprei há três anos, no lançamento, o Fones Samsung Gear Iconx SM-R150NZKAXAR. Cheio de firulas, com programa de treinos, sensor de batimentos cardíacos, memória interna para 1000 músicas, 4 GB, e muito mais... Paguei há época R$ 1.400,00. Pra prestar mesmo, só faltou uma coisa, duração de bateria. Uma bosta! 1,5 horas e olhe lá... Não dá sequer pra assistir um filme enquanto em um Vôo, quanto mais curtir suas músicas preferidas.Apesar do tempo só usei uma vez e guardei. Está funcionando perfeitamente, mas tem essa limitação de bateria. Se alguém quiser vendo completo por R$ 300,00. No Mercado Livre estão vendendo por R$ 1 299,00.Vou partir para os novos Galaxy Buds 2019, que, apesar de terem suprimido muitos recursos, inclusive o controle deslizante de volume, aumentaram sobremaneira a duração das baterias, passando para 6 horas de capacidade de uso.Com a baixa duração das baterias do Gear IconX não recomendo, mas tem aqueles que preferem ter os recursos a mais que ele disponibiliza, principalmente o armazenamento interno de 4 GB, mesmo com sua menor autonomia de carga. Se assim for, tai uma boa proposta.É só contactar pelo email [email protected]!!!
Carlos Bayer
Comprei há três anos, no lançamento, o Fones Samsung Gear Iconx SM-R150NZKAXAR. Cheio de firulas, com programa de treinos, sensor de batimentos cardíacos, memória interna para 1000 músicas, 4 GB, e muito mais... Paguei há época R$ 1.400,00. Pra prestar mesmo, só faltou uma coisa, duração de bateria. Uma bosta! 1,5 horas e olhe lá... Não dá sequer pra assistir um filme enquanto em um Vôo, quanto mais curtir suas músicas preferidas.
Apesar do tempo só usei uma vez e guardei. Está funcionando perfeitamente, mas tem essa limitação de bateria. Se alguém quiser vendo completo por R$ 300,00. No Mercado Livre estão vendendo por R$ 1 299,00.
Vou partir para os novos Galaxy Buds 2019, que, apesar de terem suprimido muitos recursos, inclusive o controle deslizante de volume, aumentaram sobremaneira a duração das baterias, passando para 6 horas de capacidade de uso.
Com a baixa duração das baterias do Gear IconX não recomendo, mas tem aqueles que preferem ter os recursos a mais que ele disponibiliza, principalmente o armazenamento interno de 4 GB, mesmo com sua menor autonomia de carga. Se assim for, tai uma boa proposta.
É só contactar pelo email [email protected]
Falow!!!
Vegeta humilde
Pior q estou tendo problemas de conexão com os buds q estou achando inadmissíveis, primeiro pelo preço, segundo pq está pareado num galaxy watch, q sendo do mesmo ecossistema, se espera o mínimo de consistência no funcionamento.Problemas esses q meu redmi airdots de 100 reais não dava, neste caso a vitória é clara pra xiaomi.
Vegeta humilde
Eu to usando com o smartwatch, e a conexão com ele é horrível. Até minha garrafa de alumínio gera interferência quando seguro com a mesma mão do relógio.Em alguns pontos do meu percurso comum, principalmente ao lado de uma estação do metrô, acontecem uns engasgos violentos, no celular problem nenhum.Eu náo sou mto de dizer isso, MAAAAAS, se for pra pagar caro e acontecer isso, melgor comprae um Airdots msm, q nunca deram esse problema.
Vegeta humilde
Alguém q tem os buds teve problemas de conexão?Fui correr com os meus pareados no galaxy watch e dava uma cortada no som direto, principalmente com o braço totalmente abaixado, achei bem incômodo.Não sei na minha área poderia ter muita interferência ou algo assim, mas em dois meses com os Redmi airdots, nunca tive esse problema.
Louis
Acabei de receber os Buds.Tinha uma TSw china e a diferença é notória em relação ao conforto.São extremamente leves e super confortáveis.Isso faz bastante diferença e por enquanto, vejo que pagar um pouco mais caro tem suas vantagens.
Antonio Júnior
Vish, eu acho que não rsrs. Pelo que divulgaram.
Cristina Nascimento
Obrigada.
Ruan Knesse
Eu estou muito chulo da vida! Comprei o S10+ e vou receber o relógio, mas o que eu queria eram os fones... será que consigo trocar depois?
Trovalds
Aqui alguns em comparativo. Tem mais modelos da Blitzwolf, etc.https://www.youtube.com/wat...
Cristina Nascimento
Qual é o modelo do Blitzwolf q vc recomenda? Algum parecido com os MiPods e Gear IconX?
X-Tudãoᴳᴼᵀ
No texto só tem o basico
Ronaldo Guedes
Obrigado... Eu fiz o teste com o PUBG mobile, e outros games q tenho aqui. todos apresentou delay. sim, tem q esperar q o proximo tenha bluetooh 5.0... mas se os Galaxy Buds realmente nao tiver delay posso pensar em compralos futuramente... a proposta dele por ser mais portatil tmb me agrada... ah sim, entendi.... esse ai entao é só pra consoles ou dispositivos com saida optica, não é meu caso q queria pra jogar no celular. fico aguardando seu teste... o delay ja começa no menu do jogo.. quando clico nos botoes ja tem atraso... dai nio jogo o atraso é maior.
Lucas Anderson
Vou fazer oq vc diz e depois digo se funciona bem com jogos. Sobre o AstroA50 eu acho que é o melhor fone sem fio para games, o ponto negativo é que nao da pra usar ele conectado a mais nada além do Console ou um home theather, porque o fone so se comunica com a dock e a dock usa saída óptica. Mas alguns amigos deles tem e é incrivel, estou juntando dinheiro pra comprar. O bom desse da Sony é porque é bem esportivo, da pra sair na rua com ele de boas, o jeito é esperar que o proximo venha com uma conexão melhor
Ronaldo Guedes
não? tem o que então nesse trem? kkk LDAC da sony?
Ronaldo Guedes
Pois é vacilei, descobri que era bluetoot 4.2 quando eu tinha comprado. kk fiquei impressionado com a tecnologia LDAC da sony que trasmite 990kbps contra 352 kbps do aptX:... E como se tratava de um lançamento fiquei meio cego pirando nessa velocidade de trasnferencia, e daquele noise canceling... mas o produto me decepcionou demais por ter esse delay do cao. kkkk olha ele ai na minha orelha. kkk << . Eu uso um Galaxy S8 com Bluetooth 5.0 compatível com o protocolo LDAC, mas mesmo assim tive problema. :( LAG pra videos o sony não tem, só tem lag pra games... tenta jogar algum jogo de celular pra testar, depois vc me fala. top demais esse astro, eu não o conhecia... mas gostei mais do sony por ser mais conservador... mais classico sem coisas coloridas e chamativas. vlw pela resposta.
biscoitao
Um bose de mil reais é bom?
Trovalds
O "demorado" aqui se diz a questão da tecnologia true wireless se firmar no mercado. Já tem literalmente quase uma centena de modelos no mercado e crescendo a cada dia. Xiaomi e Huawei já tem seus "clones" dos AirPods, inclusive copiando até o design. Fora Blitzwolf que já mencionei e vários outros.
Mickão
Demorado no mercado brasileiro, vendido com NF, garantia etc. Se quiser comprar na China ai é outra história.
Antonio Júnior
Não, os buds virão pro S10e e S10. O relógio vem no S10+ apenas. Particularmente preferi o fone kkk. Mais o custo melhor do S10. Kkk
Guilherme da Silva Manso
Pode usar a memória interna do smartwatch para isso e sair sem o smartphone.
Guilherme da Silva Manso
os Buds não viriam apenas na versão "e"? Ou vc comprou essa versão?
Guilherme da Silva Manso
Além do armazenamento interno, que em época de streams é quase inútil, não esperava que outras coisas, em relação ao IconX, fossem retiradas. Preciso testar para ver se ao menos o som melhorou.
Lucas Anderson
Você pode comprar um dos fones da blitzwolf que são mto bons tb. Se estiver com mais dinheiro pra gastar pode investir no Mi Airdots Pro ou no Honor Flypods, ambos ótimos e bem mais baratos que os Apple Airpods mas com qualidade similar
Aluisio
E seu eu valorizar um bom som, independente da assinatura sonora, mas com resolução acima da média, qual você indicaria?
Lucas Anderson
Já tenho um i12 tws que são mto bons. Vou procurar por esses pra ver se são melhores, valeuu
Lucas Anderson
Mi airdots, honor flypods, i12 tws. Sao todos fones com preços mais acessíveis que não tem Review de site brasileiro algum...
Lucas Anderson
Já testou o i12 tws? Se n é um audiófilo eles podem lhe agradar, o som é mto bom para o preço, o único problema é o microfone q poderia ser melhor. Além disso, tem controles de música e volume
Lucas Anderson
Vish irmão. Vc vacilou dms tb, o Bluetooth do XM3 é 4.2 cara. Já dá um lag perceptível pra rodar vídeos, em jogos então se torna insuportável. Mas enfim, tenho um i12 tws aqui que comprei só pra testar, o Bluetooth é 5.0 e não tem lag para vídeos. Desde que este também é 5.0 nao deve ter também. Mas vc já pensou em comprar logo um Astro A50?
Lucas Anderson
O Bluetooth é 5.0, fones que custam 1/10 desse já eliminaram o delay. assim, msm sem testar posso dizer que ele n deve ter delay algum
Ronaldo Guedes
por favor, se alguém souber como ele se comparta em games, me avisa. existe delay ou não?
Ronaldo Guedes
Nenhum teste mostra esses fones de ouvido jogando, ninguém fala sobre usar eles pra jogos... recentemente comprei aquele Headphone Sony WH1000-XM3 que elogiaram tanto, mas é um lixo... não da pra jogar nenhum game usando o Bluetooth que ele tem um delay de quase um segundo... tanto nos menus quando no game.. gostaria de saber como esse galaxy buds se sai jogando algum game como PUBG, não da coragem de comprar pra ter a decepção igual tive com o XM3 da sony.
Agnaldo Carmo
E eu que achei que o lançamento desses fones serviriam pra baixar o precp do IconX , mas e um nicho totalmente diferente o Gear continua sendo o segmento Top, pelo visto só quando lançar a 3° geração do mesmo
Guilherme Batista
Existe algum modelo desses true wireless q troquem a música + controle de som, sem custar os olhos da cara?Btw, curti esse fone. Funciona com Apple?
B.Beto
R$999 é quase um BOSE... O valor justo seria em torno de 500 e 600 no máximo
Livio Lee
Também acho. Sem memória interna não me serve. Não vejo utilidade de um fone sem fio e super leve se tenho que correr com ele e um telefone do tamanho de um tijolo nas mãos (Note 8). Vou ficar com meu Iconx por muito tempo.
Leandro Gonçalves
Show, hein?!! Vou dar uma olhada...
Teu Guia
Tendi.Esse tem o valor oficial de 999, porém logo poderá achar por um valor menor.Já o outro (iconX), tem preço oficial de 1499, porem, já pode achar por bem menos. (Média 1000 conto)
Louis
Fiquei na dúvida com a citação do modelo anterior.
@Sckillfer
1K num fone com vida útil de máximo 2 anos (pois bateria, mas não que a Sammy esteja sozinha nessa piada)... Higa foi bem mais complacente com o downgrade dos fones aqui do que no podcast 😂
Maicon Bruisma
Eu teria se tivesse grana, como não tenho vou de Mi Air alguma coisa, é muito parecido com os Airpods, e isso claramente me irrita, porém a bateria dura também umas 6 horas e o som é ótimo
Robert Rey
Ê coisa boa!!
Franco Luiz
999 e nao tem controle de volume , ai nao da
Antonio Júnior
Show de bola...Tô gostando dos reviews desse fone.Comprei um S10 branco na pré venda justamente porque a Samsung ta dando esse fone como brinde. Só esperar chegar hehe.
Denis Carvalho
999? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
uB.
Ahh, entendi, vc se refere àqueles fones básicos sem fio.
Teu Guia
Lê a matéria
Teu Guia
Tiraram a principal função que diferenciava de um fone qualquer, que só toca música pareado...ou seja, tirou a memoria extra. Esses agora, não valem 500.Comum pra comum, tem outros mais baratos.
Seraph
me refiro a produtos que não são smart mesmo, e foi só uma dica, sei como funciona aqui
uB.
Existe fone desse estilo mais em conta vendido no Brasil? O TB costuma fazer reviews do q é (ou será) lançado no Brasil, é raro os casos de reviews de produtos que nunca chegarão aqui.Tb, o TB n faz reviews apenas de produtos caros, ela sempre fala de celulares da linha intermediário, por exemplo.
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Xiaomi tem um por 30 dólares.
Trovalds
Demorando onde? Só se você obrigatoriamente quiser um Samsung ou Apple. Procura por Blitzwolf no Aliexpress e veja os modelos que eles tem, todos abaixo de R$ 200 (sem impostos e sem frete). Inclusive lançaram um recentemente que dá pra usar até tomando banho.
Louis
E qual o preço?
X-Tudãoᴳᴼᵀ
E nem tem aptx
Seraph
não tirando o mérito de quem pode e quer pagar, nem da review... mas queria era ver mais review de aparelhos com melhor custo. Sem condições esse preço. Seria interessante alguém da equipe focar nos produtos de baixo custo
Mickão
Como tudo ligado à tecnologia, quando é novidade, é caro! Apesar de que na minha opinião os preços desse tipo de fone estão demorando mais do que deveriam para baixar, principalmente devido ao grande número de smartphones lançados sem o jack de 3,5mm.
Trovalds
R$ 999? Tá louco...Por menos de R$ 200 tem bons fones true wireless nos aliexpress da vida. Se o cara quer realmente se ater a marca, tem Xiaomi e Huawei também, um pouco mais caros. Enfim, preço fora de cogitação pra um produto que tá se popularizando bastante.