Início » Celular » Apple explica: FaceTime vai depender de chamadas de áudio

Apple explica: FaceTime vai depender de chamadas de áudio

Avatar Por
9 anos atrás

Quando a Apple anunciou o novo iPhone 4 - o smartphone começa a ser vendido em 24 de junho nos Estados Unidos e poucos outros países -, Steve Jobs fez questão de dar o seu tão aguardado One More Thing (Mais uma coisa) para o FaceTime, um novo serviço de videochamadas que chega com apenas uns cinco anos de atraso.

À época, Jobs disse que o FaceTime funcionaria apenas por meio de Wi-Fi. No entanto, faltou explicar como isso seria possível. Nessa semana, a Apple veio a público para esclarecer como é que o novo protocolo funciona. Vamos à explicação.

Leia | FaceTime: a videochamada da Apple

Quando você telefonar para um contato do seu iPhone, estará usando normalmente os minutos que o seu plano (junto à operadora) dá direito. No entanto, quando o iPhone detectar que está falando com outra iPhone 4 (e ambos estão dentro de uma zona coberta por Wi-Fi), ele vai dar a opção de iniciar o FaceTime.

Uma vez que o FaceTime é iniciado, a chamada de voz acaba. Ela é utilizada para o início da conversa, mas não será necessária a partir do momento que as duas pessoas estiverem utilizando a chamada de vídeo.

Quem ganha com isso? Você, dono de um iPhone 4, que vai economizar minutos do seu plano. E vale lembrar que o FaceTime - ao menos por enquanto - não vai funcionar no 3G, o que significa que seu consumo mensal de dados também estará a salvo.

Com informações: Cnet.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários.