Início » Celular » LG K12+ chega ao Brasil como intermediário com certificação militar

LG K12+ chega ao Brasil como intermediário com certificação militar

Smartphone utiliza certificação militar incomum em intermediários de entrada.

André Fogaça Por
33 semanas atrás

A LG traz hoje (27) ao Brasil o K12+, smartphone que muito provavelmente seria lançado durante a MWC deste ano, mas que ficou para depois. Equipado com processador Helio P22, 3 GB de RAM e 32 GB de espaço interno, ele é mais um intermediário simples da marca em um mar de intermediários, mas que chama atenção na câmera e na robustez.

LG K12+

O K12+ é o sucessor direto do K11 e do K11+, intermediários mais simples da LG, que representam bem a empresa por aqui e que foram lançados no ano passado. Assim como os modelos anteriores, o lançamento de hoje vem equipado com um processador MediaTek Helio P22 (MT6762). É um octa-core de 2 GHz, que trabalha junto de 3 GB de RAM e utiliza uma PowerVR Rogue GE8320 como GPU.

Este pode ser um ponto polêmico justamente por ser um processador pouco conhecido para o público brasileiro, além de não ter a mesma reputação dos Snapdragon da Qualcomm. Por outro lado, o Helio P22 pode ser potente o suficiente para o uso cotidiano de apps de redes sociais, e-mail, música, vídeos e GPS em algum app de mapas.

Além disso, o K12+ utiliza tela IPS LCD de 5,7 polegadas, resolução de 1440 x 720 pixels e em proporção de 18:9 - assim como a maioria dos intermediários lançados recentemente. O corpo é todo feito em plástico e na parte traseira existe apenas uma câmera de 16 megapixels, com abertura de f/2.0, mas que chama atenção pelo equilíbrio nas cores - ao menos foi o que eu notei nos poucos minutos que passei com o aparelho em mãos, no evento.

LG K12+

A LG bateu na tecla da resistência militar no padrão MIL-STD 810G. Isso significa que o aparelho pode funcionar em grandes altitudes, baixa ou alta temperatura, não reclama de choques térmicos, vibração, queda em trânsito e pode sobreviver em uma chuva de vento, além de poeira ou areia.

A certificação não torna o K12+ indestrutível, mas garante que vai sobreviver por mais tempo nas mãos de pessoas mais desastradas - como eu. O que incomoda é que, mesmo em 2019 e com o Android 10 Q já em testes iniciais, o K12+ vem com o Android 8 Oreo (lançado em agosto de 2017), além de uma porta microUSB.

A bateria é de 3.000mAh e o aparelho utiliza tecnologia DTS:X para melhorar o áudio que sai de sua caixa de som. Adição que certamente é melhor aproveitado com o uso de fones de ouvido. Há um botão exclusivo para chamar o Google Assistente, algo incomum nesta faixa de preço.

LG K12+

Disponibilidade

O K12+ chega custando R$ 1,2 mil. Um valor pouco condizente com um intermediário mais simples, pouco atraente quando a concorrência é analisada.

Neste valor você tem, por exemplo, o Moto G7 Power, que tem hardware semelhante e muito mais bateria. Tem o Galaxy J8 também, com o dobro de memória interna, 1 GB extra de RAM e custando pouca coisa menos.

Mais sobre: ,