Início » Celular » Xiaomi deixa de atualizar MIUI em nove celulares Redmi

Xiaomi deixa de atualizar MIUI em nove celulares Redmi

Xiaomi encerrou atualizações de versão para MIUI em celulares lançados em 2016, incluindo Redmi 4 Prime, Redmi Pro e Redmi 3S

Por
26 semanas atrás

A Xiaomi está encerrando as atualizações de versão para a MIUI em diversos celulares lançados em 2016, incluindo o Redmi 4 Prime, Redmi Pro, Redmi 3S e versões específicas do Redmi Note 4 e Note 3. Isso significa que esses smartphones vão permanecer na versão MIUI 10. A empresa diz que a ideia é “garantir melhor a estabilidade dos dispositivos Redmi”.

Xiaomi Redmi 3S Prime

Desde o dia 4 de abril, a Xiaomi não libera atualizações da MIUI para nove smartphones: eles deixarão de ganhar novos recursos, mas seguirão recebendo suporte e correções de segurança. Todos foram lançados em 2016 e rodam o Android 6.0 Marshmallow com a interface MIUI 10.

A Xiaomi consegue atualizar a MIUI sem mudar a versão-base do Android. Por isso, você pode encontrar a MIUI 10 rodando em celulares com Android 6.0 Marshmallow, 7.1 Nougat, 8.1 Oreo e 9.0 Pie.

A fabricante decidiu fazer uma limpeza em sua base de dispositivos atualizáveis “como parte da estratégia geral de marca da Redmi”. A Redmi se tornou uma marca independente este ano após o lançamento do Redmi Note 7; ela será focada em dispositivos mais acessíveis e vendidos em flash sales pela internet.

Quais celulares Xiaomi não terão novas versões da MIUI?

Estes são os dispositivos que deixaram de receber atualizações da MIUI:

Há alguns detalhes a se atentar aqui. A Xiaomi interrompeu as atualizações somente para o Redmi 4 na China; a versão global — vendida em alguns países como Redmi 4X — tem codinome “santoni” e não é mencionada pela empresa. Ela também cita apenas o Redmi Note 4 com processador MediaTek, não o modelo com Snapdragon (codinome “mido”).

Para os dispositivos mencionados na lista, a Xiaomi recomenda migrar da versão MIUI 10 beta (Global Developer ROM) para a versão estável (Global Stable ROM). A ROM estável pode ser baixada no site oficial; ela continuará recebendo correções de segurança. É necessário fazer o download da Fastboot ROM mais recente para seu dispositivo e instalá-la usando a Mi Flash Tool; o tutorial está aqui.

Segundo a Xiaomi, os modelos não mencionados na lista acima “não serão afetados por enquanto”. Ela promete avisar os usuários sobre quaisquer mudanças no futuro.

Com informações: Xiaomi, XDA Developers.

Mais sobre: ,