Início » Aplicativos e Software » Google traz mais informações sobre modo desktop do Android Q

Google traz mais informações sobre modo desktop do Android Q

O modo desktop do Android Q permite abrir aplicativos do sistema do Google na tela de computadores

Victor Hugo Silva Por

O Android Q foi lançado pelo Google há poucos dias com novidades como gestos de navegação, modo foco e tema escuro. O sistema também conta com um modo desktop, que foi pouco divulgado pela companhia, mas já está sendo apresentado a desenvolvedores.

Como o nome indica, a solução permite abrir aplicativos do Android Q no desktop. Ela é parecida com a proposta do Samsung DeX, um dock que transporta a tela do celular para o computador e foi lançado em 2017, junto com Galaxy S8 e S8+.

Google traz mais informações sobre modo desktop do Android Q

O modo desktop foi um dos temas da palestra "Crie aplicativos para dispositivos dobráveis, com vários monitores e de tela grande", realizada na terça-feira (7) durante o Google I/O. No evento, engenheiros da companhia deram mais informações sobre o recurso.

Ele é capaz de rodar aplicativos de forma simultânea no celular e no desktop. Os desenvolvedores também podem indicar se os seus apps devem abrir inicialmente no smartphone ou no computador quando o recurso está habilitado.

O Android Q permite, ainda, usar uma das telas para exibir o teclado. A área só aparece em um dos dispositivos por vez, mas provavelmente deixa o usuário escolher onde ela será exibida. A aparência do sistema também foi tema de mais detalhes.

Os papeis de parede, por exemplo, podem ser diferentes nas duas telas. Enquanto isso, os launchers de terceiros também podem ser compatíveis com telas maiores. Para isso, os desenvolvedores precisarão adaptar suas ferramentas para desktop, assim como terão de fazer os proprietários dos demais apps.

Com informações: XDA Developers.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Wellington Sena

Sim, segue instruções na versão da Emui anterior acho que 8.0 era somente conectando no cabo, hoje na 9.0 e 9.1 funciona Wireless também. https://consumer.huawei.com...

Jheam Storch

Mas isso é nativo da EMUI? Como ele pode ser ativado?

Wellington Sena

Tem sim, mate 10 Pro, P20 Pro Etc.

Gertrudes, a Lhama

DeX não precisa mais de dock

Gertrudes, a Lhama

O ChromeOS já suporta a instalação de apps pra Linux há um tempo... Em testes, claro.

Jheam Storch

Com o Android Q isso já seria nativo do sistema 😉

brunocabral

Claro, e pagar por uma dock que vale quase um chromebook, fora o smartphone. Sei...

uB.

Apple permitir periféricos de 3o assim facilmente sem obrigar vender nada dele? Duvido! Vai jogar na cara do consumir um dock obrigatório pra usar o recurso q pode ser comprado por uma bagatela.

Jheam Storch

Calma Appleboy, ninguém falou do meu Pocophone F1 que da um pau em quase todos os smartphones do ano passado.

Jheam Storch

Os celulares da Huawei tem desktop mode?

Jheam Storch

Pouco vale se você pagaria por ou não, a questão é o usuário que tem lá o seu S10 poder instalar um desktop no celular e fazer um documento de texto no Ubuntu ou editar algum trabalho no Windows.

brunocabral

Pagar uma fortuna pra substituir um notebook com bem mais memória RAM processador melhor e mais espaço em disco, nossa que "legal" #SóQnão

Daniel Ribeiro

Teclado e Mouse Bluetooth, e o monitor vai apresentar as informações via AirPlay (hoje já tem TVs e monitores compatíveis).

Só precisa disso... Não precisa mais nada.

Jheam Storch

iPad Pro, o Mi 9 e o S10 foram apenas exemplos, mas para alguém que trabalha com arte (iPad) e trabalhos no escritório (Mi 9, S10) podem ser bem mais práticos que um notebook. Além do mais, ninguém aqui está discutindo a eficácia e sim, eu estou defendendo que o usuário tenha liberdade para instalar caso ele queira o Linux ou Windows, pouco me importa se você utilizaria ou não, mas o usuário tem que ter essa opção.

Daniel Ribeiro

Nossa jovem, quanto ódio nesse coraçãozinho. É só um SmartPhone... Se tu ama tanto teu PorcoPhone baratinho, tudo bem... Não precisamos brigar por isso.

Exibir mais comentários