Início » Demais assuntos » Japão começa a testar trem-bala que alcança 400 km/h

Japão começa a testar trem-bala que alcança 400 km/h

Chamado de Alfa-X, novo trem-bala japonês já faz viagens de testes, mas deverá entrar em operação somente em 2030

Por
13/05/2019 às 13h56

O Japão começou a testar uma nova geração de trens-bala. Com codinome Alfa-X, o protótipo chama atenção por atingir velocidades de até 400 km/h. Mas viagens regulares com esse modelo não começarão tão cedo: a previsão é a de que a operação comercial do novo trem tenha início somente em 2030.

Trem-bala Alfa-X

No visual, o Alfa-X chama atenção por trazer um “nariz” bastante alongado. Obviamente, essa é uma das características aerodinâmicas que permitem que o trem-bala alcance velocidades elevadas e, ao mesmo tempo, lide com a resistência do vento, principalmente dentro de túneis.

De todo modo, esse design poderá ser mudado: a frente atual tem 22 metros, mas uma variação com 16 metros de comprimento também deverá ser testada. A ideia é avaliar qual opção combina maior ganho aerodinâmico com o menor nível possível de ruído.

Trem-bala Alfa-X

A atual fase de testes começou na semana passada e deverá durar três anos. A previsão é a de que o Alfa-X faça pelo menos duas viagens semanais entre as cidades de Aomori e Sendai à noite, depois do término da operação comercial.

As características técnicas do Alfa-X incluem dez carros (ou vagões), sistemas de freio a ar no teto em complemento aos freios tradicionais, redução de velocidade auxiliada por placas magnéticas posicionadas perto dos trilhos, amortecedores e suspensão a ar para mais estabilidade e conforto, e dispositivos para diminuir o risco de danos em caso de terremoto.

Embora a velocidade máxima seja de 400 km/h, a velocidade padrão nas viagens abertas ao público deverá ficar na casa dos 360 km/h. Essa capacidade fará do Alfa-X o trem-bala “convencional” mais rápido do mundo. Se considerarmos a tecnologia de levitação magnética, o trem mais rápido atualmente é o maglev de Xangai, que pode chegar a 431 km/h.

O Japão pretende assumir esse título, mas não com o Alfa-X: em 2027, o país deverá abrir uma linha de maglev entre Tóquio e Nagoia cujo trem poderá bater 505 km/h.

Com informações: The Telegraph, Designboom.