Início » Brasil » PF prende 4 suspeitos por invasão a celulares de Moro e Dallagnol

PF prende 4 suspeitos por invasão a celulares de Moro e Dallagnol

A Polícia Federal ainda não estabelece ligação entre os suspeitos e as mensagens de Moro e Dallagnol no Telegram

Victor Hugo Silva Por

A Polícia Federal cumpriu na terça-feira (23) quatro mandados de prisão temporária dos suspeitos de terem invadido celulares do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e do procurador-chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol.

As ordens judiciais foram cumpridas em São Paulo, Araraquara e Ribeirão Preto. Entre os presos, estão três homens e uma mulher, que foram levados à Superintendência da Polícia Federal, em Brasília, para prestarem depoimentos.

Brasília - O juiz federal Sérgio Moro participa da palestra Democracia, Corrupção e Justiça: diálogos para um país melhor, no Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), campus Asa Norte

Além das prisões, a PF também atendeu a sete mandados de busca e apreensão ligados aos supostos invasores e às pessoas que teriam trabalhado com eles. Os mandados foram expedidos pelo juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara de Justiça Federal, em Brasília.

A PF informou que a operação Spoofing, como foi batizada, tem o “objetivo de desarticular organização criminosa que praticava crimes cibernéticos”. Em nota, o órgão afirmou que “as investigações seguem para que sejam apuradas todas as circunstâncias dos crimes praticados”.

O comunicado explica que a operação recebeu este nome porque demonstra “um tipo de falsificação tecnológica que procura enganar uma rede ou uma pessoa fazendo-a acreditar que a fonte de uma informação é confiável quando, na realidade, não é”.

Segundo a Folha de S.Paulo, a Polícia Federal chegou aos suspeitos por meio de perícia criminal federal que rastreou sinais do ataque aos telefones. Os investigadores acreditam que o grau de capacidade técnica dos invasores não era alto.

A Polícia Federal ainda não estabelece ligação entre os quatro suspeitos e as mensagens enviadas no Telegram por Moro, Dallagnol e colegas. De acordo com o The Intercept Brasil, o material foi obtido “diversas semanas” antes da suposta invasão.

Além de Moro, outros integrantes do governo revelaram invasões a celulares. Na segunda-feira (22), o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou ter sido alvo de um ataque hacker. Segundo Guedes, seu número foi usado pelo invasor para criar uma conta no Telegram.

No domingo (21), a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), informou que também teve o celular invadido. Assim como Moro relatou em junho, quando seu aparelho teria sido invadido, a parlamentar também afirma ter recebido uma ligação do próprio número.

Com informações: G1.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Antony

Olha, se eu fosse uma pessoa pública e fossem divulgadas mensagens falsas sobre algo que eu disse, a primeira coisa que eu faria seria desmentir. Não te é estranho que até hoje ninguém veio a público dizer que as mensagens são falsas, ao contrário de "podem ter sido alteradas"? Inocente.

Veritas

huahauau Já está aumentando a narrativa!
Clássico!

Veritas

?

quando o conteúdo das mensagens reforça que sua atuação foi guiada por interesses próprios.

Reforça?

Porque?

Porque o The Intercept diz sem sequer apresentar as mensagens inteiras?

huahauahuaa

Veritas

Pessoal acha que hacker é tipo o Neo invadindo a Matrix! huahauahau

Antony

Grampos poderiam até ter (alguns só conseguiram autorização após), agora liberar os áudios de um processo envolvendo um ex e a atual presidente da república para a Globo, e agendar com a mídia a condução coercitiva, tudo dentro da lei né

Lucas Carvalho

"Vamos dizer que..."

Lucas Carvalho

Primeiramente você teria que provar que o sistema acusatório foi posto de lado ou que ele foi imparcial ou que a condenação tinha como objetivo apenas receber o cargo que ele recebeu. Caso você consiga provar isso, vá ajudar os advogados do Lula pois apesar de serem ótimos advogados (sem ironia) ainda hoje eles não conseguiram. Agora se você não consegue provar isso, são suas suposições, e eu me atenho ao direito de não embarcar na sua.

Lucas Carvalho

Você tá colocando na conta do Moro o Lula ter sido preso "meses antes" das eleições, sendo que a condenação foi dada por unanimidade por outras pessoas (TFR4). E você ainda não acha isso um equívoco?

Lucas Carvalho

verdade, eu me equivoquei no ano da prisão dizendo que foi em 2017, mas o que eu deveria considerar era a condenação por Moro que essa sim ocorreu em 2017. Valeu.

Lucas Carvalho

"o plano sempre foi prender e inviabilizar a candidatura de Lula"
fonte: PT

Pensei que o PSDB tinha afundado pelas gravações do Aécio em que ele pedia dinheiro a um empresário envolvido até o pescoço em corrupção, mas não foi por causa disso não, né?

Lucas Carvalho

a nomeação do Lula para ministro da Casa Civil era assunto oficial?

Lucas Carvalho

"a privacidade do Moro não foi exposta ao público" - as conversas entre o Moro e o Dalagnol que foram expostas nos jornais eram públicas ou eram privadas? E o cara mais acima tá dizendo que o Moro não pode alegar "invasão de privacidade" por causa do conteúdo das mensagens (conteúdo que só pode ser descoberto DEPOIS da invasão), ou seja: o cara que eu estava respondendo está justificando SIM a invasão.

johndoe1981

Pior que nem temos direita no Brasil, só centro-esquerda, que acho ser o que chamam de socialistas fabianos, e extrema esquerda, regadada a muito populismo e estatismo, do jeito que o brasileiro médio alienado adora.

E o partido de extrema esquerda que passou 14 anos no poder não consegue aceitar a derrota e faz tumulto pra impedir a governabilidade do candidato que venceu, vergonhoso isso. Tem que saber perder também, faz parte da política.

Bruno Sousa

Pô, Lucão. Que revolta é essa. Vem tranquilo, vem tranquilo.

Vamos recomeçar na paz. Você disse que Lula foi preso em 2018. Estou certo ou errado?

Bruno Sousa

Tudo bem, Lucão. A minha interpretação é deficiente. Por isso vou precisar da sua ajuda pra compreender melhor o que você disse.

Faremos igual o nosso amigo Jack Estripador, vamos por partes.

Você disse que Lula foi preso em 2018. Estou certo ou errado?

Exibir mais comentários