Início » Aplicativos e Software » Google fará leilão para mudar buscador padrão em Androids na Europa

Google fará leilão para mudar buscador padrão em Androids na Europa

Google foi multado em €4,3 bilhões (R$ 19 bi) na Europa; Android poderá sugerir busca do Microsoft Bing, Yahoo e DuckDuckGo

Felipe Ventura Por
18 semanas atrás

O Google está adaptando suas práticas na Europa após ser multado em 4,3 bilhões de euros (cerca de R$ 19 bilhões): mecanismos concorrentes de busca serão sugeridos como padrão durante o primeiro uso de dispositivos Android, podendo incluir opções como Microsoft Bing, Yahoo e DuckDuckGo — mas essas empresas terão que pagar.

Adrien / Android Root / Unsplash

A União Europeia multou o Google por aproveitar a dominância do Android para forçar fabricantes a incluírem seu serviço de busca e o Chrome nos celulares. Sem isso, elas tinham dificuldade em obter autorização para embutir a Play Store em seus dispositivos.

Por isso, o Google já sugere 5 opções de navegador para usuários na Europa, dependendo de sua popularidade em cada país; isso inclui alternativas como Firefox, Opera, Microsoft Edge e DuckDuckGo Privacy Browser. A empresa também cobra até US$ 40 de fabricantes para pré-instalar apps do Android como a Play Store.

Além disso, o Google deixará de colocar seu próprio motor de busca como padrão em Androids da Europa. Ao invés disso, o usuário encontrará uma tela "escolha seu provedor de busca" ao configurar o dispositivo pela primeira vez. Serão quatro opções exibidas em ordem aleatória, incluindo o Google e três concorrentes.

No entanto, isso não será gratuito: o Google fará um leilão de lances lacrados em cada país da União Europeia. Os provedores deverão informar o preço que estão dispostos a pagar cada vez que forem selecionados por um usuário. As empresas que enviarem os três maiores valores vão aparecer na tela de opções do Android.

Google fará leilão entre motores de busca na Europa

Por exemplo, suponha que o Yahoo propôs pagar €0,10 por cada usuário que o escolher durante a configuração do Android na França. Se a empresa for uma das vencedoras do leilão no país, ela terá que pagar €0,10 ao Google cada vez que for selecionada. A cobrança será feita mensalmente.

Ao escolher o Yahoo, Bing ou qualquer outro concorrente do Google, três coisas acontecem:

  • o provedor de pesquisa é definido como padrão em um widget na tela inicial;
  • ele é definido como padrão no Chrome (se o navegador estiver instalado);
  • o aplicativo oficial desse provedor na Play Store é instalado (se não estiver no dispositivo).

A tela de opções aparece somente uma vez durante a configuração inicial (ou após resetar o dispositivo para os padrões de fábrica). Ela será exibida apenas nos dispositivos que tiverem pré-instalado o aplicativo de pesquisa do Google: se o celular já tiver outro provedor configurado como padrão, isso não será alterado.

Os provedores de busca poderão participar do leilão até 13 de setembro, e os resultados serão divulgados até 31 de outubro para cada país. Os usuários na Europa verão a tela de escolha em novos dispositivos Android a partir do início de 2020.

Com informações: Google.