Início » Negócios » Uber cresce mas tem prejuízo de US$ 5,2 bilhões no trimestre

Uber cresce mas tem prejuízo de US$ 5,2 bilhões no trimestre

Uber atingiu 100 milhões de usuários ativos, incluindo passageiros de carro e clientes do Uber Eats

Felipe Ventura Por

A Uber teve prejuízo de US$ 5,236 bilhões no segundo trimestre de 2019: o resultado financeiro foi puxado para baixo devido à remuneração em ações para os funcionários após a estreia na bolsa de valores. No entanto, mesmo descontando isso, a empresa ainda teve perdas superiores a US$ 1 bilhão. Claro, ela preferiu focar no lado positivo, notando que atingiu 100 milhões de usuários ativos na plataforma.

Uber na bolsa de valores

Este foi, de longe, o maior prejuízo trimestral da Uber. A maior parte corresponde à remuneração de funcionários após o IPO de maio: a empresa prefere pagar em ações, em vez de dinheiro, e teve um gasto de US$ 3,9 bilhões com isso. Ela avisa que isso vem sendo e continuará a ser “uma despesa recorrente significativa em nossos negócios e uma parte importante de nossa estratégia de remuneração”.

No entanto, mesmo sem levar esse gasto em consideração, a Uber ainda teve prejuízo de US$ 1,295 bilhão; é mais que as perdas no mesmo período do ano passado (US$ 878 milhões).

A receita da Uber está crescendo mais devagar: foram 14% em um ano. Considerando apenas as viagens de carro, o aumento foi de apenas 2% no período. O faturamento do Uber Eats, por sua vez, teve um desempenho bem melhor, registrando um crescimento de 72%.

A base de usuários do Uber Eats aumentou 140% em um ano, e a plataforma agora tem 320 mil restaurantes ao redor do mundo. A esperança da empresa é que o serviço de delivery cresça o bastante para compensar a desaceleração nas corridas de carro.

A Uber também comemorou seus 100 milhões de MAPCs em julho, ou consumidores mensais ativos na plataforma. Isso inclui as pessoas que fizeram uma viagem de carro, pediram delivery do Uber Eats, ou andaram de bicicleta ou patinete elétrico, pelo menos uma vez no mês.

Uber Eats

Uber aposta em carros autônomos e tenta reduzir prejuízo

A empresa está tentando cortar custos para reduzir o prejuízo: ela demitiu 400 pessoas de seu departamento de marketing, que agora conta com 800 funcionários. Ela também aposta em veículos autônomos, apresentando uma versão personalizada do Volvo XC90 em junho. Com essa tecnologia, a Uber não precisará dividir o valor das corridas com os motoristas, aumentando o faturamento.

O mercado de ações já esperava por um prejuízo enorme. Ainda assim, as ações fecharam em queda de 6% na quinta-feira (8). A empresa estreou na bolsa de valores a US$ 45 por ação.

Além disso, alguns executivos saíram da Uber nos últimos meses: Ryan Graves, primeiro funcionário e primeiro CEO, deixou a diretoria em maio. Outros dois membros do conselho, Arianna Huffington e Matt Cohler, renunciaram ao cargo em julho.

Com informações: Uber, TechCrunch.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lui Spin

Dando lucro pro motorista, é o que importa.

Renato Oliveira

Pessoal
.
O Google responde tudo
.pesquisa os títulos abaixo;

* uber truques psicológicos nos motoristas
.
* uber escravos
.................................................
.
Agora pesquisa no YouTube
Os títulos abaixo;
* uberizacao ( vídeo resumido )

* primo rico Uber.
.
( ex fundador da Easy táxi, o cara é especialistas em plataformas ( veja o que ele fala)

Renato Oliveira

Em SP A uber paga 1.05 Por km e 0.15 centavos por minuto

Entre nós grupos fechados de motoristas e veja se estou mentindo .............em SP o motoboy da loggi ganha mais que os motoristas da uber.....Lembrando que a uber pode cobrar 2 x mais caro do passageiro e só repassa o km.......bem vindo ao mundo capitalista enganador

Renato Oliveira

Uber Faz a prática de " dupping" contra os taxistas......A uber sempre fechou no vermelho......coloque no YouTube alguns títulos e entenda um pouco;........" primo rico uber "........" uberizacao "......assista estes dois vídeos...um resumo para vocês entender

Gabriel Arruda

Isso não é exatamente um plano, já que carros autônomos é um mercado bem incerto e tem muito concorrente de peso muito mais qualificadas para o trabalho (Google e Apple mais todas as fabricantes de carros basicamente).

Se qualquer um desses concorrentes sair na frente, já era o Uber. O aplicativo deles não tem praticamente nenhum efeito de rede/plataforma, basta lançar um app igual com carros autônomo e o usuário troca na hora.

E, mesmo que o Uber chegue antes nessa corrida, ela precisa dominar o mercado por um bom tempo para pagar todo esse prejuízo...5 bilhões em um trimestre é insano. Isso é o lucro do Itaú em um ano.

Leandro Understood

"Não não sou não".
Na verdade a empresa tem lucro, só que dissolve o lucro, aí ajusta com operações, etc e dá prejuízo no papel. Mas os manda chuvas estão mais ricos do que nunca.

Luizão

pra mim, ao usar carros autônomos os custos irão aumentar, hj a uber não precisa ter dor de cabeça com compra/manuteção de frota, os motoristas "parceiros" cuidam disso pra uber.

falta muito pros carros autônomos começarem a rodar em alta escala no mundo.

Rafael Moreira

Concordo, não está satisfeito pula fora da plataforma e parte para outra. Vale lembrar que 99 não tem segurança nenhuma, aceita qualquer passageiro e motorista, motivo de grande problema quando se trata de segurança, nessa parte a Uber está bem a frente da 99, pois avaliação é levado a sério.

Rafael Moreira

Uber tem suporte exclusivo no app, que funciona melhor que o 99.

André G

Eu nem uso mais Uber, só uso Cabify e 99, não quero ter um monopólio nos serviços de transporte por app.

André G

WhatsApp não paga os custos que tem.
Spotify também não dá lucro e não tem previsão para começar a ter lucro, o Uber pelo menos diz que quando começarem a usar carros autônomos os custos irão diminuir.

Luizão

sim, mas a uber tem 10 anos, nunca deu lucro, 10 anos no preju?
que longo prazo é esse?

nenhum serviço de sucesso hj que já está dando lucro demorou mais de 10 anos, já li que o prazo para dar "certo" de um serviço global desses é entre 5~~7/8 anos, amazon (a loja online não a aws) deu preju o inicio, youtube tbm deu, até 2010 o google não tinha ganho grana com ele, acho q o whatsapp ainda não se pagou (eu acho).

Harry Specter

Isso é mentira. A uber paga por km e por tempo. Dos ganhos do motorista, independente de quais sejam, ela tira uma porcentagem fixa.

Lord Cheetos

Quando essa bolha mundial estoura vai ser a crise das crises. Nem a de 29 vai chegar perto.

Guilherme Borges Cunha

Não tem exploração nenhuma, ninguém está sendo obrigado a usar Uber. Se estiver insatisfeito, migre pra uma plataforma concorrente mais vantajosa ao motorista.

Exibir mais comentários