Início » Celular » Xiaomi Redmi Note 8 traz câmera quádrupla de 48 MP e Snapdragon 665

Xiaomi Redmi Note 8 traz câmera quádrupla de 48 MP e Snapdragon 665

Redmi Note 8 usa mesmo processador do Xiaomi Mi A3 e CC9e; celular começa pelo equivalente a R$ 580 na China

Felipe Ventura Por

A Xiaomi teve diversos anúncios para fazer nesta quinta-feira (29): além do Redmi Note 8 Pro com câmera de 64 megapixels, ela revelou oficialmente o Redmi Note 8 com processador Snapdragon 665, bateria de 4.000 mAh e câmera traseira quádrupla de 48 MP. Este celular será vendido na China por preços que começam em 999 iuanes (equivalente a R$ 580).

Redmi Note 8

Redmi Note 8

O Redmi Note 8 apresenta algumas evoluções se comparado ao Redmi Note 7. Por exemplo, a câmera traseira agora é quádrupla: o sensor principal continua sendo de 48 megapixels, mas agora há uma câmera ultrawide e outra para fotos macro.

O processador também mudou: trata-se do Snapdragon 665, o mesmo do Xiaomi Mi A3 e CC9e. Lu Weibing, gerente-geral da Redmi, diz que este chip é mais eficiente que o Snapdragon 660 (do Redmi Note 7) por ser fabricado no processo de 11 nm.

O restante é basicamente o mesmo, incluindo a bateria de 4.000 mAh, o leitor de digitais na traseira e a tela LCD de 6,3 polegadas. Por algum motivo, a Xiaomi quis imitar a Motorola e colocou o logotipo “Redmi” no queixo do novo smartphone.

Estes são os preços do Redmi Note 8 na China:

  • 4 + 64 GB: 999 iuanes (R$ 580)
  • 6 + 64 GB: 1.199 iuanes (R$ 700)
  • 6 + 128 GB: 1.399 iuanes (R$ 820)
Xiaomi Redmi Note 8

Redmi Note 8

Xiaomi Redmi Note 8 – ficha técnica:

  • Tela: LCD de 6,3 polegadas, Full-HD+ (2340 x 1080), 19,5:9, notch em forma de gota, 90% de aproveitamento
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 665 (4x Kryo 260 a 2,2 GHz + 4x Kryo 260 a 1,8 GHz), chip gráfico Adreno 610
  • RAM e armazenamento: 4 + 64 GB, 6 + 64 GB, 6 + 128 GB
  • Câmera traseira quádrupla:
    • principal: 48 megapixels, 0,8 μm, f/1,8
    • grande-angular: 8 megapixels, 1,12 μm
    • macro: 2 megapixels, 1,75 μm
    • profundidade: 2 megapixels, 1,75 μm
  • Câmera frontal: 13 megapixels
  • Bateria: 4.000 mAh, carregamento a 18 W
  • Sistema operacional: Android 9 Pie com MIUI 10
  • Conectividade: USB-C, entrada 3,5 mm para fone de ouvido, Wi-Fi ac 2×2 MIMO, Bluetooth 5.0, NFC
  • Mais: leitor de digitais na traseira, blaster infravermelho

Com informações: XDA Developers, Gizmochina.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

phsodre

E ainda acha de imitar esse Design de Chernobyl, da Motorola! Pelo menos é mais discreto!!!

Felipe Liʍa

Meu Note 4X tb ta sobrevivendo ainda.. chegando a 3 anos e pouco

Maurício

nem o note 5 ta esse preço

Ed. Blake

Meu Redmi Note 4 tá fazendo história aqui também. Primeira vez que usei um mesmo celular por tanto tempo e só vou trocar pois agora necessito de um celular que suporte a rede de 700MHz do 4G. Senão o bixão ficava comigo mais um ano tranquilo.

Ed. Blake

Ficou bem legal mas eu ainda prefiro o Mi A3 pelo display Amoled e suporte à banda 28 do 4G brasileiro.

Ed. Blake

Já tem no Mi A3 que está na mesma faixa de preço e no Mi9 que está na categoria acima. O foco da linha Redmi Note é baixo custo.

Maicon Bruisma

Barato e bom, e já começa em 4gb/64gb.
Revendedores pedirão mil, ou seja, Note 7 de 4gb/64gb já vai baixar pra 750 mais ou menos.

Ramon

Esperava um amoled pra essa geração

Deibson Oliveira

O próximo celular dos meus pais, atualmente estão com o Redmi 5, cada um, já vai fazer 3 anos...

O motivo da troca é o armazenamento, 16GB atrapalha muito, e cartão de memória é um saco.

Essa versão "básica" do Redmi Note 8 vai servir pelos próximos 3 a 4 anos.