Início » Aplicativos e Software » Como bloquear imagens estroboscópicas se você tem epilepsia

Como bloquear imagens estroboscópicas se você tem epilepsia

Imagens estroboscópicas podem ser gatilho para pessoas com epilepsia fotossensível; saiba como bloquear a reprodução automática

Lucas Lima Por

Pessoas com epilepsia fotossensível devem ter um cuidado extra ao navegar na internet para não se deparar com imagens estroboscópicas — seja imagens animadas, vídeos ou GIFs — que reproduzem automaticamente. Isso pode ser um gatilho para uma convulsão e pode gerar um problema ainda maior a quem tem o distúrbio.

Cérebro / Robina weermeijer / Unsplash

O que são imagens estroboscópicas

Imagens estroboscópicas são aquelas que trazem padrões geométricos contrastantes como listras, barras ou quadriculados e em cores que também são extremas, claro e escuro. Nessa categoria também estão os feixes de luz piscantes, coloridos ou não.

Essas imagens, quando animadas, podem causar desconforto, mal-estar, indisposição, vertigem em algumas pessoas. Enquanto para quem tem uma epilepsia fotossensível, a imagem estroboscópica pode vir a ser gatilho para uma convulsão.

episódio de pokémon teve cenas estroboscópicas

Um exemplo é um episódio do animê de Pokémon, "O soldado elétrico Porygon", Pikachu dispara o choque do trovão para parar alguns mísseis do Porygon. Isso gera na tela uma explosão de raios vermelhos e azuis.

Há relatos de pessoas que passaram mal com o episódio: náusea, tontura, dor de cabeça. Em casos mais graves, até surtos epiléticos. No total, foram registradas 685 entradas de crianças nos hospitais do Japão. "O soldado elétrico Porygon" não foi mais exibido.

O perigo na internet

Acessar uma página desconhecida na internet é o mesmo que acender uma luz no escuro. Você não sabe o que encontrará assim que o carregamento estiver concluído.

Isso serve para redes sociais, nas quais o maior engajamento vem de fotos e vídeos. Se alguém encontrou uma imagem estroboscópica, vídeo ou GIF, de uma página ou perfil e quiser compartilhar no próprio feed, nada impedirá.

O problema é que isso pode chegar a alguém que tem uma epilepsia fotossensível. Ainda mais que, por padrão, as redes sociais reproduzem vídeos e GIFs automaticamente. Veja abaixo como bloquear.

Como bloquear imagens estroboscópicas

Para impedir que vídeos e GIFs com imagens estroboscópicas reproduzam automaticamente, é preciso alterar essas configurações em cada rede social.

Desativar vídeos no Facebook:

  1. Acesse as configurações, clicando no ícone da seta para baixo (no topo direito da página);
  2. Clique em Vídeos, no painel lateral esquerdo;
  3. Alterne a opção de "Reprodução automática de vídeos" para "Desativado".

O processo também precisará ser feito no aplicativo. A configuração do site é independente da configuração do celular. O Facebook não dispõe de um ajuste para bloquear a reprodução de GIFs, nesse caso o bloqueio deve ser feito pelo navegador (mais abaixo).

Desativar reprodução automática de vídeos e GIFs no Twitter:

  1. Acesse as configurações no Twitter (ícone de três pontinhos abaixo da foto);
  2. Clique em "Acessibilidade";
  3. Acesse "Reproduzir automaticamente" (o caminho direto pode ser: twitter.com/settings/autoplay);
  4. Marque a opção "Nunca".

Desativar reprodução automática por extensão (Google Chrome):

  1. Baixe e instale a extensão Animation Policy, no Google Chrome.
  2. Depois de instalada, clique nela (raio amarelo) e marque a opção para desativar todas as imagens animadas.desativar imagens animadas com extensão no google chrome

Com informações: Kaspersky.

Mais sobre: ,

Comentários da Comunidade

2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Silvia Fonseca

Ótima iniciativa, eu tenho e me incomoda…:hugs:

Participe da discussão