Início » Negócios » Twitter exige que todos os seus funcionários trabalhem de casa

Twitter exige que todos os seus funcionários trabalhem de casa

Com a disseminação do novo coronavírus, o Twitter transformou sua recomendação em ordem

Victor Hugo Silva Por

O Twitter anunciou mais uma medida para prevenir a disseminação do coronavírus em seus escritórios e garantir a segurança de sua equipe. A empresa exigiu que seus 4.900 funcionários em todo o mundo trabalhem de casa por tempo indeterminado.

Twitter

Por conta de restrições governamentais, a regra já valia para funcionários do Twitter em Hong Kong, no Japão e na Coreia do Sul desde 2 de março. Na ocasião, a companhia recomendou que funcionários em outras regiões fizessem o mesmo, se possível. Agora, ficar em casa se tornou uma ordem.

“Entendemos que esta é uma decisão sem precedentes, mas estes são tempos sem precedentes”, indicou o Twitter em nota divulgada em seu blog. A decisão foi anunciada na quarta-feira (11), mesmo dia em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou pandemia pelo coronavírus.

A empresa afirma que a saúde e a segurança dos funcionários segue como prioridade. “Também temos responsabilidade de apoiar as nossas comunidades, aqueles que são vulneráveis e os profissionais de saúde que estão na linha de frente dessa pandemia”, continuou.

Enquanto o afastamento estiver valendo, o Twitter também manterá o pagamento para seus prestadores de serviços que não puderem trabalhar à distância. A companhia ainda cobrirá despesas de funcionários para viabilizar escritórios em casa.

Além disso, os funcionários com filhos terão uma ajuda financeira para cobrir despesas que surgirem em meio ao fechamento de creches e escolas devido ao coronavírus. “Como parte de nosso suporte contínuo a benefícios globais, o Twitter está agindo para diminuir o impacto de despesas adicionais que pais podem estar enfrentando”, informou a empresa.

A mudança para o trabalho à distância não é exclusiva do Twitter. O Google pediu que mais de 100 mil funcionários nos Estados Unidos e no Canadá façam o mesmo, enquanto a E3 2020 foi canceladas e será realizada online.

Com informações: The Verge, TechCrunch.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando