Início » Finanças » Nubank cobra até R$ 3 na conta PJ para emitir boleto de cobrança

Nubank cobra até R$ 3 na conta PJ para emitir boleto de cobrança

Mudança não afeta clientes pessoa física da NuConta; saiba como emitir boleto de cobrança na Conta PJ do Nubank

Felipe Ventura Por

O Nubank avisou nesta sexta-feira (28) que a emissão de boletos de cobrança na Conta PJ será paga a partir de 1º de setembro: o app menciona valores de R$ 1 a R$ 3 dependendo do cliente. Nesta forma de cobrança, é possível escolher o nome do pagador e a data de vencimento. Enquanto isso, os boletos de pagamento continuarão sendo gratuitos, porém ficam limitados a cinco unidades por mês. A mudança não afeta clientes pessoa física da NuConta.

Cartão Nubank Rewards

Antes de tudo, é importante deixar bem clara a diferença entre boleto de cobrança e boleto de depósito:

  • o boleto de cobrança está disponível apenas na Conta PJ e é pensado como uma ferramenta para clientes pessoa jurídica: ele permite inserir o nome do pagador e o CPF/CNPJ, além de alterar a data de vencimento;
  • o boleto de depósito, disponível para clientes PF e PJ, serve como uma alternativa ao TED e outros métodos de transferência: ele é emitido pelo Nubank sempre com o seu nome e com uma data de vencimento pré-definida.

O Nubank havia avisado que os boletos de cobrança não teriam tarifa até o dia 31 de agosto de 2020, para ajudar clientes afetados pela pandemia da COVID-19; a fintech também disse que iria reavaliar a cobrança depois dessa data.

Agora é oficial: os boletos de cobrança serão pagos a partir de 1º de setembro. Em comunicado ao Tecnoblog, o Nubank afirma que “por enquanto não temos previsão de qual será a nova tarifa fixa dos boletos de cobrança, mas avisaremos aos clientes assim que esse valor for definido”.

Atualmente, o custo para emitir um boleto de cobrança varia de acordo com o cliente. Alguns usuários foram avisados que deverão pagar R$ 1 por unidade; outros dizem que o serviço sai por R$ 2 ou R$ 2,50. Por aqui, o app exibe o valor de R$ 3:

Nubank conta PJ

Nubank lembra que emissão de boleto gera custos

“Como era um momento crítico para milhares de empreendedores brasileiros impactados pela pandemia do novo coronavírus, liberamos o uso do boleto de cobrança sem nenhum custo até 31 de agosto”, explica o Nubank em blog oficial. “A partir de 1º de setembro, entretanto, os boletos serão cobrados.”

A fintech argumenta que a emissão e pagamento de boletos de cobrança “geram custos para o Nubank que não conseguimos isentar para nossos clientes para sempre”. A cobrança seria necessária para continuar oferecendo uma conta PJ sem tarifas de manutenção e com serviços gratuitos, como as transferências bancárias ilimitadas.

Os boletos de cobrança podem ser emitidos em quantidade ilimitada e precisam ter valores entre R$ 6 e R$ 15.000. Enquanto isso, é possível emitir no máximo cinco boletos de pagamento por mês na Conta PJ.

Vale repetir que essas mudanças não afetam a conta digital do Nubank, antes conhecida como NuConta. O Tecnoblog descobriu que clientes pessoa física podem emitir até 15 boletos por mês; o app avisa isso quando o usuário tenta emitir o 16º boleto.

Como emitir boleto de cobrança na Conta PJ do Nubank

Nubank Conta PJ

Para solicitar a Conta PJ, é necessário abrir o app do Nubank, tocar no seu nome, selecionar a opção “Pedir conta PJ”, inserir seu CNPJ e seguir as instruções.

E para emitir um boleto de cobrança, siga estes passos:

  1. no app do Nubank para a Conta PJ, toque em Cobrar;
  2. insira o valor que deseja cobrar;
  3. selecione a opção Aceitar via boleto de cobrança;
  4. defina a data de vencimento do boleto;
  5. insira o nome completo do pagador, assim como o CPF (se for pessoa física) ou CNPJ (se for pessoa jurídica);
  6. toque em Gerar boleto;
  7. toque em Enviar boleto para emitir o arquivo em PDF e compartilhá-lo via e-mail, WhatsApp e outros aplicativos;
    • ou toque em Copiar código e envie para o pagador.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Léx Ferracioli (@Lex_Ferracioli)

Demorou até… e tem gente achando que não vão cobrar nada quando entrar o PIX #inocentes

Felipe Ventura (@felipe)

Bem lembrado! O Banco Central garante que o PIX será gratuito para pessoas físicas, mas não necessariamente para PJs: