Início » Finanças » Nubank cobra até R$ 3 na conta PJ para emitir boleto de cobrança

Nubank cobra até R$ 3 na conta PJ para emitir boleto de cobrança

Mudança não afeta clientes pessoa física da NuConta; saiba como emitir boleto de cobrança na Conta PJ do Nubank

Felipe VenturaPor

O Nubank avisou nesta sexta-feira (28) que a emissão de boletos de cobrança na Conta PJ será paga a partir de 1º de setembro: o app menciona valores de R$ 1 a R$ 3 dependendo do cliente. Nesta forma de cobrança, é possível escolher o nome do pagador e a data de vencimento. Enquanto isso, os boletos de pagamento continuarão sendo gratuitos, porém ficam limitados a cinco unidades por mês. A mudança não afeta clientes pessoa física da NuConta.

Cartão Nubank Rewards

Antes de tudo, é importante deixar bem clara a diferença entre boleto de cobrança e boleto de depósito:

  • o boleto de cobrança está disponível apenas na Conta PJ e é pensado como uma ferramenta para clientes pessoa jurídica: ele permite inserir o nome do pagador e o CPF/CNPJ, além de alterar a data de vencimento;
  • o boleto de depósito, disponível para clientes PF e PJ, serve como uma alternativa ao TED e outros métodos de transferência: ele é emitido pelo Nubank sempre com o seu nome e com uma data de vencimento pré-definida.

O Nubank havia avisado que os boletos de cobrança não teriam tarifa até o dia 31 de agosto de 2020, para ajudar clientes afetados pela pandemia da COVID-19; a fintech também disse que iria reavaliar a cobrança depois dessa data.

Agora é oficial: os boletos de cobrança serão pagos a partir de 1º de setembro. Em comunicado ao Tecnoblog, o Nubank afirma que “por enquanto não temos previsão de qual será a nova tarifa fixa dos boletos de cobrança, mas avisaremos aos clientes assim que esse valor for definido”.

Atualmente, o custo para emitir um boleto de cobrança varia de acordo com o cliente. Alguns usuários foram avisados que deverão pagar R$ 1 por unidade; outros dizem que o serviço sai por R$ 2 ou R$ 2,50. Por aqui, o app exibe o valor de R$ 3:

Nubank conta PJ

Nubank lembra que emissão de boleto gera custos

“Como era um momento crítico para milhares de empreendedores brasileiros impactados pela pandemia do novo coronavírus, liberamos o uso do boleto de cobrança sem nenhum custo até 31 de agosto”, explica o Nubank em blog oficial. “A partir de 1º de setembro, entretanto, os boletos serão cobrados.”

A fintech argumenta que a emissão e pagamento de boletos de cobrança “geram custos para o Nubank que não conseguimos isentar para nossos clientes para sempre”. A cobrança seria necessária para continuar oferecendo uma conta PJ sem tarifas de manutenção e com serviços gratuitos, como as transferências bancárias ilimitadas.

Os boletos de cobrança podem ser emitidos em quantidade ilimitada e precisam ter valores entre R$ 6 e R$ 15.000. Enquanto isso, é possível emitir no máximo cinco boletos de pagamento por mês na Conta PJ.

Vale repetir que essas mudanças não afetam a conta digital do Nubank, antes conhecida como NuConta. O Tecnoblog descobriu que clientes pessoa física podem emitir até 15 boletos por mês; o app avisa isso quando o usuário tenta emitir o 16º boleto.

Como emitir boleto de cobrança na Conta PJ do Nubank

Nubank Conta PJ

Para solicitar a Conta PJ, é necessário abrir o app do Nubank, tocar no seu nome, selecionar a opção “Pedir conta PJ”, inserir seu CNPJ e seguir as instruções.

E para emitir um boleto de cobrança, siga estes passos:

  1. no app do Nubank para a Conta PJ, toque em Cobrar;
  2. insira o valor que deseja cobrar;
  3. selecione a opção Aceitar via boleto de cobrança;
  4. defina a data de vencimento do boleto;
  5. insira o nome completo do pagador, assim como o CPF (se for pessoa física) ou CNPJ (se for pessoa jurídica);
  6. toque em Gerar boleto;
  7. toque em Enviar boleto para emitir o arquivo em PDF e compartilhá-lo via e-mail, WhatsApp e outros aplicativos;
    • ou toque em Copiar código e envie para o pagador.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Léx Ferracioli (@Lex_Ferracioli)

Demorou até… e tem gente achando que não vão cobrar nada quando entrar o PIX #inocentes

Felipe Ventura (@felipe)

Bem lembrado! O Banco Central garante que o PIX será gratuito para pessoas físicas, mas não necessariamente para PJs:

² (@centauro)

Só encontrar o comunicado oficial que foi noticiado aqui:

E brigar se cobrarem.

imhotep (@imhotep)

PJ do Inter são 100 boletos mensais grátis. Dependendo do tamanho da empresa, é suficiente.

Léx Ferracioli (@Lex_Ferracioli)

Então, nas fintechs provavelmente vão ser gratuitas, vamos esperar pra ver se os bancões vão seguir este caminho também. Tendo em vista que eles ainda continuam com suas taxas exorbitantes, mesmo com as fintechs oferecendo gratuidade, não acredito que eles partam para esse caminho de tudo grátis.