Início » Gadgets » Amazon revela novos Echo e Echo Dot esféricos com Alexa

Amazon revela novos Echo e Echo Dot esféricos com Alexa

Novos Amazon Echo e Echo Dot com Alexa têm design esférico e modo de baixo consumo de energia

Paulo Higa Por

A Amazon revelou nesta quinta-feira (24) sua nova geração de smart speakers com Alexa. O Echo Dot, modelo mais acessível da empresa, ganhou um formato esférico e traz uma versão com relógio embutido. Já o novo Echo de 4ª geração promete melhor qualidade de áudio, com som estéreo Dolby e um hub integrado Zigbee para controlar dispositivos de casa inteligente.

Amazon Echo Dot e Echo Dot com relógio (Imagem: Divulgação/Amazon)

Novos Amazon Echo Dot e Echo Dot com relógio

O novo Echo Dot abandona o formato de disco para se transformar em uma bolinha com Alexa. A nova geração, com design esférico revestido em tecido e um anel colorido de indicação, promete uma qualidade de som melhor, com “graves balanceados e vocais nítidos” emitidos pelo speaker de 1,6 polegada com direcionamento frontal.

Assim como na geração passada, há uma variante com uma tela LED branca para exibir as horas, a temperatura ou outras informações. O Echo Dot com relógio possui um sensor de iluminação e ajusta o brilho de acordo com o ambiente, permitindo que você enxergue os dados em um dia bem ensolarado (mas te deixe dormir quando estiver em um quarto escuro).

Amazon Echo Dot com relógio (Imagem: Divulgação/Amazon)

Amazon Echo Dot com relógio (Imagem: Divulgação/Amazon)

No Brasil, o Echo Dot será vendido por R$ 399, enquanto a versão com relógio sairá por R$ 499. A pré-venda se inicia nesta quinta-feira (24) e o lançamento está marcado para 18 de novembro.

Amazon coloca recursos do Echo Plus no novo Echo com Alexa

O Echo de 4ª geração ganhou um upgrade e se aproximou mais do antigo Echo Plus. Uma novidade é a tecnologia Zigbee integrada ao smart spaker, que permite controlar dispositivos compatíveis, como as lâmpadas Philips Hue, sem necessidade de um hub adicional. A Amazon também promete som estéreo com tecnologia Dolby que se adapta ao ambiente, como no Echo Studio.

Novo Amazon Echo (Imagem: Divulgação/Amazon)

Novo Amazon Echo (Imagem: Divulgação/Amazon)

Um novo chip AZ1 Neural Edge no Echo pode processar seus comandos de voz utilizando aprendizagem de máquina e reconhecimento de fala locais, sem precisar enviar dados para a nuvem. A Amazon diz que a novidade economiza “centenas de milissegundos” nas respostas do alto-falante. Não foi informado se o recurso funcionará em português do Brasil.

Por dentro do novo Amazon Echo (Imagem: Divulgação/Amazon)

Por dentro do novo Amazon Echo (Imagem: Divulgação/Amazon)

O Echo será vendido no Brasil por R$ 749, cinquenta reais mais caro que a geração anterior, com pré-venda se iniciando nesta quinta-feira (24).

Atualização faz Echo gastar menos energia, diz Amazon

Para os novos alto-falantes com Alexa, a Amazon destacou o programa Climate Pledge Friendly: segundo a empresa, todos os novos dispositivos possuem 100% de tecido reciclado, 100% de alumínio reciclado e entre 30 e 50% de plástico reciclado. Já as embalagens são feitas de “98% de materiais à base de fibra de madeira de florestas gerenciadas de forma responsável ou fontes recicladas”, diz a companhia.

A Amazon também incluiu um modo de baixo consumo nos novos Echo, que reduz o gasto de energia em momentos de inatividade. Uma atualização de software com o novo recurso será liberada gratuitamente para os proprietários de Echo antigos. Nos Estados Unidos, haverá um painel que ajudará os consumidores a entenderem o consumo de energia dos dispositivos compatíveis com Alexa.

Nota de transparência: os links acima têm código de afiliado. Clicando neles, os preços não mudam, mas o veículo pode ganhar uma comissão da Amazon.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcos Oliveira (@marcosoliveiran)

Gostei muito do design da nova Echo. Já estava pensando em levar minha Echo Dot pro quarto e comprar uma Echo nova pra sala, mas pelo jeito vou aguardar até novembro.

Léx Ferracioli (@Lex_Ferracioli)

Que design horrível

Tiago Jeronimo (@TiagoJL)

Não gostei, achava o formato antigo bem mais bonito.

Inclusive continuo de olho no Echo studio.

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

Tem mais cara de “objeto de decoração” do que a geração anterior (e, provavelmente, a intenção é essa).
Agora, essa geração atual, no preço cheio, está R$ 50 mais cara que a anterior (provavelmente pra compensar a alta do dólar), resta saber qual vai ser o “preço de Black Friday”, que provavelmente vai ser a primeira promoção da linha 2020 no Brasil, já que não vão lançar a tempo do Prime Day (provavelmente 13/10).

Yago G. Oliveira (@yagogabriell)

Interessante a parte em que os Echos gastam menos energia. Porque o que eu percebi nos últimos dias foi que os Echo Dot que eu tenho estão mais frios. Eles ficavam quentes e aí não tem outra, deveriam estar gastando uma energia danada. Bem, de longe a Amazon tem os melhores speakers. JBL até tentou, mas os preços e falta de serviços acoplados me deixaram menos propenso a levar um.

@RODRIGO

Caso possa, tente ter uma casa 100% inteligente! Sonho com essa proeza às demais pessoas do mundo inteiro!

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

A pergunta é: por que a Amazon não lançou os roteadores Wi-Fi Mesh Eero aqui no Brasil?

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Ela não lançou um monte de coisas:

• Echo Buds
• Echo Flex
• Microondas
• Echo Dot Kid Edition
• Echo Plus
• Echo Auto (embora este esteja homologado na Anatel)
• Fire TV Stick 4k
• Fire TV Cube
• Fire TV Recast

E também outros mais.

Acho que nosso mercado não é tão interessante como eu pensava…

Vítor Gomes (@vctgomes)

Tô a muito tempo querendo levar a Alexa… se a Amazon pelo menos aprimorasse aquele app deles, eu iria levar sem dúvidas.

Hj em dia, uso bastante o Google Assistant no celular e não quero possuir dois assistentes de voz.

Paulo Maciel (@pymaciel)

Simpático esse visual, gostei bastante. Pena que o dólar tá tão alto.