Início » Aplicativos e Software » Spotify quer barrar apps que migram playlists para Apple Music e Deezer

Spotify quer barrar apps que migram playlists para Apple Music e Deezer

Spotify obriga app SongShift a remover migração de playlists para concorrentes em streaming de música como YouTube Music

Felipe Ventura Por

O Spotify tem uma cláusula em seus termos de serviço que proíbe transferir dados de um usuário para concorrentes em streaming de música. Agora, a empresa está mais rígida quanto a essa regra, obrigando o aplicativo SongShift para iOS a deixar de oferecer migração de playlists para Apple Music, Deezer e outros serviços.

Spotify no celular (Imagem: Unsplash)

Spotify no celular (Imagem: Unsplash)

“Infelizmente, a partir do SongShift v5.1.2, você não poderá mais criar transferências do Spotify para outro serviço de música”, avisa a equipe de desenvolvedores. Ela diz que a empresa entrou em contato informando que seu acesso à API poderia ser revogado por violar os termos de serviço.

De fato, as regras para desenvolvedores deixam claro: “não transfira conteúdo para terceiros não autorizados, incluindo… outro serviço de música que concorra com o Spotify”. Não é proibido importar playlists, no entanto.

Há anos, diversos sites e aplicativos vêm operando normalmente ao migrar música do Spotify para concorrentes, incluindo YouTube Music, Amazon Music, SoundCloud, entre outros. Como exemplos, temos o TuneMyMusic, FreeYourMusic (antigo Stamp) e Soundiiz.

Apple Music e Deezer não têm restrição do Spotify

O SongShift continuará permitindo importar playlists de outros serviços para o Spotify, mas a mudança é desagradável. Vale notar que Apple Music e Deezer oferecem APIs para desenvolvedores, mas seus termos de uso não impedem que o conteúdo seja enviado para concorrentes.

No mês passado, o Spotify disse que a Apple “está usando sua posição dominante e práticas injustas para prejudicar os concorrentes e privar os consumidores”. O serviço domina o mercado de streaming, correspondendo a 34% das assinaturas pagas em todo o mundo, seguido pelo Apple Music (21%) e Amazon Music (15%), segundo a Counterpoint Research.

Spotify e Apple Music dominam streaming de música (Imagem: Counterpoint)

Spotify e Apple Music dominam streaming de música (Imagem: Counterpoint)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Matheus Motta (@Matheus_Motta)

Estava a favor do Spotify na disputa contra a Apple até esse momento, agora quero que essa empresa se exploda. Empresas que dificultam a vida dos clientes não merecem pena

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Ainda bem que migrei tudo pro Apple Music na unha.

João Almeida (@Joao_Almeida)

Se perdeu no personagem o Spoti! KKKKKKKK

Josué Junior (@Josue.Jr)

Complicado tentar defender o Spotify depois de uma ação dessas. Se não fosse a boa integração multiplataforma que o Spotify tem, já teria ido na hora pro Apple Music

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Mas isso só prejudica os usuários do Spotify, que gostavam justamente dessa liberdade.

Tio Lu (@luvialca)

Mas não é o Spotify uma das empresas que mais batem no peito para falar em “livre concorrência”, acusar os outros de “práticas desleais” etc? Isso não seria uma hipocrisia muito da grande?
Pois eu faço a migração manualmente, se for necessário, mas não vou continuar assinando esse serviço.

Léx Ferracioli (@Lex_Ferracioli)

É claro que os clientes estão sendo prejudicados, mas muito provavelmente, esta atitude foi tomada devido à treta entre às empresas