Início » Celular » Apple: vender iPhone 12 sem adaptador é “o certo a se fazer”

Apple: vender iPhone 12 sem adaptador é “o certo a se fazer”

Vender iPhone 12, 11, XR e SE (2020) sem o carregador e fone de ouvido é a "coisa certa a se fazer", diz executiva da Apple

Bruno Gall De BlasiPor

A Apple se manifestou sobre a remoção do carregador e fone da caixa do iPhone 12. Segundo Kaiann Drance, vice-presidente de marketing de produto do iPhone, ao Good Morning America nesta quarta-feira (14), a decisão foi a “coisa certa a se fazer em termos de objetivos ambientais maiores e benefícios maiores ao meio ambiente”.

iPhone 12 (Imagem: Reprodução/Apple)

iPhone 12 (Imagem: Reprodução/Apple)

A entrevista foi dada ao programa da emissora norte-americana ABC News durante a apresentação dos detalhes do novo celular da Apple. Para Drance, retirar os acessórios da caixa do iPhone 12, iPhone 11, iPhone XR e iPhone SE (2020) foi “o tipo de coisa certa a se fazer”.

“Bem, já há tanto nos telefones. Há muitos motivos incríveis e achamos que é um bom preço por tudo isso”, afirmou ao Good Morning America. “Mas, pelos outros motivos que mencionei, as pessoas muitas vezes já têm tudo isso, e está guardado em suas casas. Talvez eles tenham vários desses”.

Apple remove fone e carregador da caixa de iPhone

A Apple não irá mais vender os celulares de 2019 e 2020 que se encontram no catálogo atual da companhia com os fones de ouvido e carregador na caixa, assim como ocorreu com o Apple Watch SE e Apple Watch Series 6. Para obtê-los, será preciso comprá-los separadamente.

Segundo a Apple, a medida chega para preservar o meio ambiente e reduzir a emissão do lixo eletrônico, pois seus clientes já possuem os acessórios em casa. O cabo Lightning para USB-C, por outro lado, ainda acompanhará os smartphones da marca norte-americana.

O novo cabo USB-C, no entanto, não serve em adaptadores de tomada antigos da companhia, com exceção de quem já teve o iPhone 11 Pro e 11 Pro Max. Além disso, a Apple aumentou os preços dos celulares e AirPods no Brasil, cujos valores agora começam em R$ 1.899 e vão até R$ 2.999.

O custo para consertar os smartphones da Apple no Brasil também subiu.

Sem fone de ouvido e carregador, caixa do iPhone 12 ficou menor (Imagem: Divulgação/Apple)

Sem fone de ouvido e carregador, caixa do iPhone 12 ficou menor (Imagem: Divulgação/Apple)

Apple lança iPhone 12 com 5G

Quatro celulares da Apple foram apresentados nesta terça-feira (13), durante o evento virtual “Hi, Speed”. Munidos de 5G, mudanças no visual e muitas cores, o quarteto é formado pelo iPhone 12, iPhone 12 Mini, iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max. Nos Estados Unidos, os preços começam em US$ 699 (cerca de R$ 3.910 em conversão direta).

Não há previsão de preço e data de lançamento do iPhone 12 no Brasil.

Com informações: Engadget e MacRumors

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@doorspaulo

Se só o carregador já tem esse (suposto) impacto gigantesco no meio ambiente, imagina reduzir os lançamentos a cada dois anos?

A Apple está preocupada com a natureza sim amiguinho.

Vinicius Andrade (@Toloko)

Se é certo, da desconto p#$&$!

Diego Nascimento (@Dieg0)

"Há muitos motivos incríveis e achamos que é um bom preço por tudo isso”

Ah, vsf! Qdo vão cansar desse papinho manjado que não engana ninguém?

² (@centauro)

Pode até ter sido certo tirar o adaptador de tomada e o fone.
Mas poderiam ter mandado um adaptador USB-C - USB-A pro pessoal que não tem ainda um adaptador de tomada USB-C.
Manda esse adaptador junto por um ou dois anos e depois tira também com o mesmo argumento.

Pra mim isso é uma bela oportunidade pra outras empresas tirarem sarro, da mesma forma que fizeram com o notch e a entrada P2.

Enfim, agora é esperar e ver.

Edit:
Acabei de ver no Engadget uma notícia dizendo que na França o iPhone 12 vem com fone de ouvido por causa de uma lei.
Olha só o Estado interferindo.

Igor (@igor_meloil)

A cara de pau é absurda ein, podiam ter batido no peito e falado “tiramos pra economizar mesmo, usem seus carregadores antigos (se servirem)”

A desculpa ambiental não cola, afinal, precisam fazer uma nova caixa de papel pra vender o carregador separadamente.

Pra mim isso é uma bela oportunidade pra outras empresas tirarem sarro, da mesma forma que fizeram com o notch e a entrada P2.

Vão tirar sarro em um, dois aparelhos e depois vão copiar, como todos fizeram com o notch (ainda q em outros formatos) e a entrada p2

Helliton Soares Mesquita (@Helliton_Soares_Mesq)

A Apple não cuida do meio ambiente. Vendem um cabo de qualidade ruim, porque é ambientalmente melhor. O problema é que o cabo é ruim, e as pessoas compram um pirata de melhor qualidade. Dai, acaba sendo dois cabos vendidos em um. O pior é que as pessoas compram o iPhone, então enquanto o consumidor for abobalhado tem que se ferrar mesmo com as idéias da Apple.

Alisson Santos (@alisson)

Daqui a pouco vão vender só a caixa vazia e condicionar a venda do aparelho a quem comprou a caixa.

Tiago Jeronimo (@TiagoJL)

Tem que ser muito otário pra acreditar nesse papinho de meio ambiente.

Gigo CAP (@GigoCAP)

Jedielson, sabe o nome desse adaptador de tomada que vem (vinha) junto com o aparelho?

Travel Adapter ou Adaptador de Viagem.

É pra enrolar mesmo, pra colocar na mochila, na necessaire, levar pro trabalho ou pra casa da namorada. Se não cumpre nem o que o nome promete, é ruim. E é só com a Apple isso, cara. Você vê Samsungueiro ou Xiaominion reclamando da qualidade do cabo? Não existe. Isso que os celulares dessas marcas não chegam em metade do preço de um da maçã. Tem que reclamar, tem que exigir coisa boa. Tá pagando por isso.

E aqui nem é pro Jadielson, é pra geral mesmo. Enquanto o consumidor for filhotinho de marca, a gente sempre vai ver essas coisas de ‘tira entrada’, ‘tira sensor’, ‘tira carregador’. E a gente vai ficando mais pobre por ter consumo inconsciente pra suprir o bolso da ricaiada.

Eu (@Keaton)

Apple super preocupada com a natureza… natureza do bolso deles.

Marcelo (@Marcelo3M)

O pior é que ela dita tendências, então não demora para todas as marcas adotarem isso.

Agora em se tratando de Brasil, tenta comprar um carregador original da Samsung, apenas na loja oficial e alguns pouquíssimos revendedores vendem o produto original. O que vai ter de gente comprando gato por lebre por aí…

² (@centauro)

E esse é o ponto.
Pra mim eles deveriam ter feito de um modo que diminuisse o número de pessoas que precisarão comprar uma nova fonte.
Pra fazer isso bastava incluir ou um cabo lightningxUSB-A junto ou um adaptador USB-A pra USB-C e assim a maioria das pessoas poderiam usar o adaptador de tomada que a deve já ter em casa.

Gigo CAP (@GigoCAP)

Douglas, não resuma o usuário médio de iPhone com a sua roda de amigos.

O usuário médio, principalmente no Brasil, parcela o smart na Americanas, usa o fone que vem e o cabinho foleiro vendido na lojinha da cidade porque o original descascou. Ande dois dias de busão/metrô que você vai ver qual é o fone que o pessoal realmente usa. Ou você acha que todo canto do país tem um Premium Reseller pra vender acessório original?

Vinícius Ribeiro Soares dos Santos (@viniciusrsds)

O iPhone XR foi meu último iPhone. Isso foi ridículo, de um cinismo sem tamanho. O mais triste é ver gente defendendo. Enquanto tiver fã de marca, elas vão tratar o cliente dessa forma, fazendo o que bem entendem.

Rodrigo (@rodrigo1)

Mais certo seria fazer os equipamentos Apple mais fáceis e baratos de serem consertados também, a exemplo dos airpods, que após 2 anos viram lixo pois nem uma bateria se consegue trocar.

Exibir mais comentários