Início » Celular » iPhone 12 do Brasil é o mais caro do mundo; confira os preços da Apple

iPhone 12 do Brasil é o mais caro do mundo; confira os preços da Apple

iPhone 12 no Brasil vai de R$ 7 mil a R$ 14 mil; saiba em quais países os preços da Apple em dólar são mais baratos

Felipe Ventura Por

A Apple revelou nesta sexta-feira (6) os preços oficiais do iPhone 12 no Brasil e eles são bem salgados, começando em R$ 7 mil e beirando os R$ 14 mil no modelo Pro Max. Um levantamento feito pelo Tecnoblog mostra que nosso país tem os maiores valores em dólar cobrados pela empresa da maçã, já contando os impostos.

iPhone 12 Pro Max (Imagem: Divulgação/Apple)

iPhone 12 Pro Max (Imagem: Divulgação/Apple)

Levamos em consideração os preços oficiais da Apple Store online em 22 países onde o iPhone 12 é vendido ou está em pré-venda. Todos os valores foram convertidos de sua moeda local para dólar dos EUA; eles já incluem os impostos sobre a venda.

Na América do Norte, os impostos são adicionados no carrinho de compras ao informar o código postal, pois a taxa varia dependendo do estado ou província. No Canadá, escolhemos os preços cobrados em Toronto (em Vancouver, eles são um pouco menores).

No caso dos EUA, listamos o preço sem imposto — estados como New Hampshire, Montana e Oregon têm alíquota zero — assim como o valor cobrado em Nova York, um dos principais destinos dos brasileiros no país. (Na Califórnia, a Apple estima um valor de tributação ligeiramente menor que em NY.)

Brasil tem iPhone 12, 12 Mini e 12 Pro Max mais caros

Selecionamos três modelos para avaliar os preços da Apple ao redor do mundo:

  • iPhone 12 Mini de 64 GB, o mais barato menos caro de todos;
  • iPhone 12 padrão de 128 GB, intermediário;
  • iPhone 12 Pro Max de 512 GB, o top de linha.

Todos eles custam mais no Brasil que em outros países: são US$ 1.270, US$ 1.539 e US$ 2.535, respectivamente, em conversão direta. A Apple não cobra, em nenhum outro lugar, mais de US$ 1 mil pelo iPhone 12 Mini de entrada.

Além disso, é só aqui que o iPhone 12 Pro Max ultrapassa os US$ 2,5 mil, como você pode ver no gráfico abaixo:

Preço do iPhone 12 Pro Max de 512 GB em países selecionados (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Preço do iPhone 12 Pro Max de 512 GB em países selecionados (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O levantamento do Tecnoblog mostra que o iPhone 12, 12 Mini e 12 Pro Max são mais caros na Itália e Portugal; e são mais acessíveis no Japão, Hong Kong e EUA — mesmo levando em conta o imposto sobre a venda.

Vale notar que, nos EUA, o iPhone 12 e 12 Mini são ligeiramente mais baratos para clientes das operadoras AT&T, Sprint, Verizon e T-Mobile; para obter o desconto de US$ 30, é necessário fazer ativação da linha. Em nosso comparativo, usamos os preços cheios dos aparelhos desbloqueados.

Quanto ao iPhone 12 Pro Max, há um fenômeno curioso: a Índia tem o segundo maior preço oficial do mundo (US$ 2.159), atrás somente do Brasil, e ultrapassando Itália e Portugal. Talvez a Apple esteja aproveitando para cobrar bem mais de quem está disposto a pagar mais.

É possível que, no futuro, o Brasil tenha “apenas” o segundo iPhone 12 mais caro do mundo, à medida que o celular chega a outros países. Vale lembrar que a Argentina possui o maior preço da Sony para o PS5, mas a Apple ainda não divulgou seus valores oficiais por lá.

iPhone 12 Pro Max (Imagem: Divulgação/Apple)

iPhone 12 Pro Max (Imagem: Divulgação/Apple)

Em quais países o preço do iPhone 12 é menor?

Listamos abaixo os preços em dólar do iPhone 12 Mini de 64 GB e do iPhone 12 Pro Max de 512 GB, do maior para o menor. Observe que o ranking dos países é diferente para cada modelo, dependendo de quanto a Apple cobra em cada mercado.

País iPhone 12 Mini (64 GB) País iPhone 12 Pro Max (512 GB)
Brasil US$ 1.268 Brasil US$ 2.535
Itália US$ 996 Índia US$ 2.159
Portugal US$ 984 Itália US$ 1.946
México US$ 967 Portugal US$ 1.934
Espanha US$ 961 Espanha US$ 1.911
França US$ 961 França US$ 1.911
Índia US$ 944 Alemanha US$ 1.851
Alemanha US$ 925 México US$ 1.838
Reino Unido US$ 918 Reino Unido US$ 1.837
Nova Zelândia US$ 915 Nova Zelândia US$ 1.831
Rússia US$ 901 Rússia US$ 1.802
Austrália US$ 871 China US$ 1.799
Singapura US$ 853 Austrália US$ 1.721
Canadá US$ 847 Singapura US$ 1.706
Coreia do Sul US$ 847 Canadá US$ 1.696
Taiwan US$ 836 Taiwan US$ 1.693
China US$ 831 Coreia do Sul US$ 1.693
Malásia US$ 821 Emirados Árabes Unidos US$ 1.625
Emirados Árabes Unidos US$ 816 Malásia US$ 1.618
Japão US$ 795 Japão US$ 1.602
EUA (NY) US$ 794 Hong Kong US$ 1.535
Hong Kong US$ 774 EUA (NY) US$ 1.523
EUA (sem imposto sobre venda) US$ 729 EUA (sem imposto sobre venda) US$ 1.399

Levantamento feito em 6 de novembro de 2020

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

YCH (@falecomych)

BRASSSSILLLLLLL

Eduardo Soares (@Eduardo_Soares)

Gostaria que o iphone mais básico custasse 100 mil reais, assim ele sumia do Brasil de vez.

imhotep (@imhotep)

Mas temos urnas eletrônicas!
Perdeu, EUA!

Evandro Sousa (@AFRFB_2021)

Temos tb o BigMac, Carros, Políticos e ARROZ mais caros do mundo!! Não esqueça do PS5 de US$400 que custa R$5.000!!!

Eu (@Keaton)

Quanto o dolar subiu, os preços subiram… e agora que o dolar despencou 40 centavos em 3 dias? O preço também despenca?

Que nada… parcelariamos em 1000 vezes.

Igor Lana de Melo (@igor_meloil)

Não que seja mto melhor, mas o PS5 que custava 5000 era versão de 500 USD, pelo menos faça a comparação de forma honesta.

Bruno Cabral Peixoto (@Bruno_Cabral_Peixoto)

Não comemore (na conversão REAL da Argentina), o iphone na Argentina é mais caro, isso pq a moeda deles se desvaloriza tão rápido que o valor real praticado pra vender os iphones acaba sendo maior já que a moeda se desvaloriza diáriamente e muito mais rápido que o salário deles sobe, e se ignorar a cotação oficial do dinheiro Argentino (que é só pra “amigos” do governo) pela paridade de poder de compra, o iphone na Argentina já é bem mais caro.